Recordações de Gene Roddenberry em áudio

gene_roddenberry.jpgO pessoal do site Star Trek The Continuing Mission conseguiu recuperar arquivos em áudio referentes às antigas entrevistas com os atores e produtores da série Jornada nas Estrelas, entre eles o seu criador, Gene Roddenberry, onde comentou os planos iniciais para o desenvolvimento do primeiro filme da franquia, Jornada nas Estrelas: O Filme, e as mudanças que gostaria de fazer.

Com a ajuda da empresa Totally Creative Media, o site recuperou algumas entrevistas em áudio feitas por Tim Renshaw (capitão Edwards do fanfilm Continuing Mission). Na época, Tim trabalhava num programa de rádio e teve a oportunidade de conversar com os atores DeForest Kelley (McCoy) e James Doohan (Scott), além do produtor e criador da série, Gene Roddenberry. As entrevistas se deram por volta de julho de 1976, durante a pré-produção do primeiro filme de Jornada no cinema. O produtor discute os planos iniciais de desenvolvimento de uma nova história para o filme, a razão de mudar o design da Enterprise e outros aspectos da antiga série.

O livro “The Art of Star Trek” escrito por Judith e Garfield-Reeves Stevens, em 1997, comentou que as primeiras palavras de Gene Roddenberry sobre o filme foram durante a convenção World Science Fiction Convention, em 1968 (após o cancelamento da série), onde revelou seus planos futuros para uma história que contaria como Kirk e sua tripulação encontraram-se na Academia da Frota.

Na entrevista de Renshaw, Gene confirmou os pensamentos iniciais de fazer do filme um prequel da Série Clássica, “Nós conversamos e inicialmente achávamos que poderíamos contar a história de como toda a tripulação da Enterprise veio a se reunir anos atrás. Mas nós (elenco e produção) estamos todos sete anos mais velhos e poderia tornar-se um problema de maquiagem, fazendo a coisa ficar impossível”, disse o criador que resolveu apostar em outro caminho, embora não tivesse idéia ainda de como desenvolveria a história. “Desse modo, provavelmente caminharemos na direção do fim da missão de cinco anos e que por alguma razão existe uma emergência e toda a tripulação envelhecida é reunida outra vez numa reconstruída e poderosa Enterprise”, concluiu o produtor. O filme chegou a se chamar, “Star Trek: Planet of the Titans” (Planeta dos Titãs), cuja história falava sobre um planeta de uma raça extinta e poderosa. Roteiro esse que foi abandonado, fazendo surgir a entidade V’Ger e o título Star Trek: The Motion Picture (O Filme).

enterprise-planet-of-titans.jpgO criador de Jornada justifica uma possível mudança no design da Enterprise para o filme, “Isso teria acontecido de qualquer maneira. A versão da série na televisão foi feita para um orçamento de TV. Nós fizemos um trabalho tão bom quanto pudemos, mas estávamos usando material precário e não tínhamos dinheiro para fantásticas tomadas. Claro que produzir um filme e particularmente fazer em formato wide screen (tela cheia), onde se vê tudo em muitos detalhes, mesmo que você tenha a velha ponte de comando, teria de refazê-la para que ficasse mais sofisticada”, disse Gene. Nos primeiros esboços para desenhar a nova Enterprise, o design Ralph McQuarrie chegou a fazer um rascunho inicial da nave (figura a esquerda), que depois foi abandonado. Mas esse mesmo modelo foi mostrado, mais tarde, no episódio de A Nova Geração (Unificação), como uma nave descomissionada da Frota.

Gene também planejava convidar artistas famosos, da época, para fazer ponta como forma de atrair a atenção do público não trekker, “Como figurantes e convidados especiais esperamos ter seis nomes de estrelas, de modo que estaremos fazendo propaganda para os donos de cinema e para o público em larga escala, esse filme não é apenas uma coisa de dentro de Jornada. Daremos a você um pedaço de entretenimento que valerá o seu ingresso, sendo ou não fã de Jornada”.

O filme recebeu três indicações ao Oscar, em 1979, nas categorias: Melhor Trilha Sonora, Melhor Direção de Arte e Melhores Efeitos Especiais e também uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Trilha Sonora.

Fonte: Trek Movie.

1 Comment on "Recordações de Gene Roddenberry em áudio"

  1. Caramba !!! era o Gene ou J.J. Abrans falando?? rssss

    Sério agora. Gene Roddenberry falava das mesmas coisas que temos ouvido ultimamente, mas… cá entre nós… tinhamos a certeza que quando ele colocava em prática, resultava em jornadas incríveis sempre acima de seu tempo.
    Veeelho Gene! saudades dessa época que não tinhamos medo de algo novo em Jornada.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*