Kevin analisa Jornada com Watchmen e Batman

kevin-smith-1.jpgComo já publicado aqui anteriormente, o produtor Kevin Smith deu sua opinião a respeito do que viu durante a apresentação de parte do filme de Jornada nas Estrelas. Ele elogiou nas duas vezes em que foi perguntado. Agora, em uma nova entrevista, o diretor de O Balconista compara a nova versão da franquia ao super badalado filme Batman: The Dark Knight e ao elogiado Watchmen.

Kevin Smith teve a oportunidade de assistir a um preview da adaptação do graphic novel de Alan Moore, Watchmen. O cineasta ficou entusiasmado com a produção de Zack Snyder, que tem estréia prevista para o dia 09 de março de 2009. Quanto a Batman: The Dark Knight, dispensa-se comentários.

Durante entrevista ao site First Shoeing, o repórter pediu a Kevin Smith para fazer uma comparação entres os filmes Batman: The Dark KnightJornada nas Estrelas e Watchmen. Smith disse que todos foram “espantosos”, mas ele teve de dar um patamar acima para The Dark Knight, e prosseguiu dizendo, “Mas homem, os outros dois, WatchmenJornada, chegam perto. Quer dizer, eu não sou um grande fã de Jornada, por isso, caramba, você tem que ver esse filme antes de morrer. Mas por aquilo que ele é, em termos de um reboot, (J. J. Abrams) fez um trabalho fantástico. Essa coisa soou para mim, quando eles anunciaram, como  – Por que iriam voltar no tempo e trazer Kirk e Spock? – Mas ele tornou isso viável e não se livrou do que tinha sido feito antes na franquia. De um certo modo, fez o caminho da continuidade. Então, todos se encaixam nesse mundo ainda. Ele não nega a série, os filmes, nada. É tudo parte e parcela dela”.

Fonte: Trek Movie e TrekWeb

14 Comments on "Kevin analisa Jornada com Watchmen e Batman"

  1. Luís Henrique Campos Braune | 22 de setembro de 2008 at 11:52 pm |

    Batman: The Dark Knight é muito bom mesmo, mas acho que poderiam tê-lo feito com 02:00h, e não com 02:30h. Ficou um pouco cansativo… mas não perdeu o brilho.

    Pensei numa coisa: a narração padrão “Space, the final frontier…” poderia ficar na voz porreta de Nimoy. Que acham?

  2. “De um certo modo, fez o caminho da continuidade. Então, todos se encaixam nesse mundo ainda. Ele não nega a série, os filmes, nada. É tudo parte e parcela dela”

    Como assim de certo modo?

    E do filme em diante as coisas mudam?

    São tantas questões!

    Mas estou procurando manter minha mente aberta, pois acredito que não será um desastre total. Não vão errar tudo de propósito. Só que acho difícil tudo sair perfeito e impecável como gostaríamos.

  3. Agora as nossas suspeitas vao se confirmando: é um reboot com universo alternativo onde tduo começa de novo sem negar todo o histórico anterior, mas alterando-o.

  4. Também acho que vão mudar algumas coisas!!!
    Só espero que não detonem o que aprendemos a gostar!!

  5. Ou seja, tudo do século XXIII e XXIV vai ser mudado. E nada de Neelix, Kim nunca nascerá, esquece gente virando lagartos, nada de morte estúpida de kirk, nada de Klingons idiotas, esquece o Nexus, nada de keysons, nada de Wesley, o La Forge nunca vai ser sabidão com as tecnobaboseiras, os Ferengis nunca vão ser ultra-capitalistas, a Enterprise não irá para o centro da galaxia para encontrar um monte de luzes que falam e jogam pedras nos inimigos, Shinzon nunca irá existir, o império romulano nunca vai ser dominado por um humano cópia de Picard.

  6. Eu não sei não…

    O que quero entender dessa análise amalucada (comparar Batman-Watchman e Jornada) de Kevin Smith é que:

    1) É uma nova visão da antiga série.
    2) Os casos e missões apresentadas na série antiga estarão valendo.
    3) Novas viagens e situações serão reveladas, ampliando a série original.

    Em outras palavras, será uma expansão do que conhecemos.

    Rafael do post 2 disse que vai manter a mente aberta.

    Essa é a minha posição também:
    http://www.trekbrasilis.org/2008/08/31/pegg-diz-porque-nao-acha-o-filme-um-remake/#comment-4298

  7. “sem negar todo o histórico anterior, mas alterando-o.”

    Verde, ao alterar algo, vocÊ não está negando a sua versão anterior?

  8. Tá confusa esta entrevista, o negócio é esperar o filme e ver se a nossa mente consegue ficar aberta até a primeira hora de exibição.

  9. douglas "balok" peters | 23 de setembro de 2008 at 5:48 pm |

    vocês estão preocupados demais.
    vamos assistir o filme primeiro e depois tirar nossas conclusães.

    ser comparado ao exelente DKN, já é pelo menos, sinal de alta qualidade

  10. Interessante, se esse é umpassado alternativo como os colegas estão levantando, vai gerar um futuro alternativo certo? Podemos presumir que “old Kirk” poderia aparecer sem problema, já que sua morte poderia ser prevista e mudada mais pra frente, não? Voltando a Terra, O kevin andou tomendo muita cerveja romulana, achar que a sequência de o balconista é comparavel a Batman Beguins? Tá de sacanagem…..

  11. Ih não, a comparação é com Jornada, aí viajei…..

  12. Post 5 escreveu: “Ou seja, tudo do século XXIII e XXIV vai ser mudado. E nada de Neelix, Kim nunca nascerá, esquece gente virando lagartos, nada de morte estúpida de kirk, nada de Klingons idiotas, esquece o Nexus, nada de keysons, nada de Wesley, o La Forge nunca vai ser sabidão com as tecnobaboseiras, os Ferengis nunca vão ser ultra-capitalistas, a Enterprise não irá para o centro da galaxia para encontrar um monte de luzes que falam e jogam pedras nos inimigos, Shinzon nunca irá existir, o império romulano nunca vai ser dominado por um humano cópia de Picard.”

    Vamos torcer pra isso!!!

  13. “Space, NOT the final frontier as WE always know…

    This are the continuing TIME-CHANGING voyages of the Starship Enterprise.

    It’s misson: to explore strange new worlds, …

    CHANGING THE NARROW TIME-STOPPED VIEW of the fearful humans…

    To boldly going were NO trekker has gone before.”

    STAR TREK … (Begins!?!?)

  14. Ricardo
    Infelizmente so muda a realidade deles, não a nossa de que já vimos tudo isso….

Leave a comment

Your email address will not be published.


*