Paramount esclarece sobre diferentes trailers

moviethO Trek Brasilis esteve em contato com a Paramount do Brasil para tirar dúvidas sobre qual a razão de várias salas de cinema no Brasil estarem mostrando o trailer anterior de Star Trek, ou em alguns casos, nenhum deles, como já reportado por vários leitores do TB.

Segundo a Paramount, o estúdio não tem como obrigar a exibição devido a ser uma prerrogativa dos cinemas decidir o que passarem antes de qualquer filme. “Nós enviamos os trailers colados nas cópias de Watchmen, e outros soltos”, explica Cecilia Moraes, gerente de imprensa para a Paramount no Brasil. “No entanto, os exibidores são os que decidem se o trailer entrará ou não. Eles cortam os trailers colados nas cópias e exibem da forma que acham melhor.”

Apesar da confusão entre os fãs no Brasil, devido ao comunicado anterior da Paramount anunciando a presença do novo trailer com a estréia de Watchmen, o estúdo irá pressionar os exibidores — mas não pode fazer promessas. “Se o trailer novo não está sendo exibido, é bom saber. Vamos soltar uma circular para os exibidores sobre isso”, afirma Cecilia. “Mas não podemos obrigá-los a exibir o trailer, infelizmente.”

Enquanto isto, continue acompanhando o artigo aqui no TB com atualizações sobre que cinemas estão exibindo ou não o novo trailer.

17 Comments on "Paramount esclarece sobre diferentes trailers"

  1. Isso além de prejudicar a própria Paramount, prejudica também os exibidores que deixam de fazer uma boa propaganda do filme, depois reclamam do numero menor de espectadores.

  2. Concordo, muita gente vai ao cinema ver o novo Trailer de ST, e como bonus pode assistir o tal do Wachtmen. Só que vê o trailer antigo, e ainda para não perder o dinheiro tem que ver uma adaptação bem mediana de filme de herói.
    Depois o sábio Treker vai a outro cinema e o gerente do anterior vem e acaba levando um tiro de Phaser em posição de tonteio e ainda reclama.

  3. Falando em divulgação, estão comentando que a Paramount realmente está torrando 150 milhões de dólares apenas em publicidade para o novo filme. Ou seja, o novo Star Trek estaria custando nada menos que 300 milhões de dólares (entre custos de produção e marketing).

    Se esse filme não emplacar, um abraço…

  4. ^2: Esta informação não é válida. O custo total do filme, incluindo propagandas é de 150 mi.

  5. Desde quando Star Trek deu bilheteria no Brazil?
    Porque alguém acha que vai mudar agora?
    E depois, isso importa? O que vale é quanto o filme arrecada em casa.

  6. O argumento da Paramount não explica os trailers antigos em diversos cinemas.

    Tudo bem que o cinema possa optar por passar ou não o trailer, mas os cinemas passando trailers antigos só se explica por burrada da Paramount, que enviou o trailer errado.

  7. Teoricamente, não deveria ter trailer errado, já que ele estava anexado as cópias de Watchmen. Ou não?

    Sobre a notícia dos supostos 150 milhões de doletas em publicidade, segundo o Omelete a informação é da Variety.

    http://www.omelete.com.br/cine/100018475/Paramount_ja_gastou_150_milhoes_com_publicidade_de_Star_Trek.aspx

    Talvez esse valor deve incluir um monte de coisa que nem tem relação direta com a divulgação do filme. É, amigos, em Hollywood os caras só começam a fazer as contas quando os valores atingem os seis zeros…

  8. 150 milhões? SÓ em marketing?? Acho muito improvável: 01 teaser, 02 trailers, 01 exibição no Super Bowl, 01 site (com muito pouco a oferecer); alguns pouquíssimos brinquedos (mais aí vai participação dos fabricantes também); “meia dúzia” de pôsteres, todos variações uns dos outros, uma coletiva aqui e outra ali (a maioria aproveitando convenções pré-existentes)… e o que mais?

    Me perdoem os noticiários mas, até agora, a medíocre campanha de marketing (que nem pode pensar em se comparar à campanha viral de filmes como “Dark Knight” ou de “Código DaVinci”, por exemplo) não deu nenhuma razão pra custar tão caro.

    Se for verdade essa notícia só pode haver 3 possíveis explicações:

    a) A publicidade nesses próximos meses vai vir arrasando de tão massiva no maior estilo “guardamos o melhor pro final”;

    b) Alguém na Paramount está embolsando a grana e superfaturando os valores da campanha até agora;

    c) Estou seriamente perdendo a noção de dinheiro.

  9. Wagner Machado Luque | 11 de março de 2009 at 12:01 am |

    Aqui se faz, aqui se paga!
    O descaso que a Paramount faz com os fãs como eu que aguarda a dois anos o lançamento da continuação da série Voyager está recebendo o mesmo que nós!
    A Paramount despresa de um lado e a mídia de outro, lembrei-me da Terceira lei de Newton, para toda ação existe uma reação de mesma intensidade, mesma direção porém de sentidos opostos, é vivendo e aprendendo, será?

  10. Respondendo al post 5

    Já faz tempo que o EUA deixou de ser a única fonte do lucro, li numa revista que se fosse apenas pela bilheteria do EUA, os filmes não teriam lucro porque a metade da renda vai pros exibidores, então hollywood depende do mercado mundial pra ter lucro.

  11. Posts 5 e 10,

    Para filmes de grandes orçamentos os estúdios esperam que as bilheterias mundiais sejam 50 ou 60% da bilheteria total.
    Assim se projeta-se que um filme fature 200 milhões nos EUA espera-se que o mesmo faça no mínimo 200 milhoes nos outros mercados.

  12. Sobre os “buracos” acerca da exibição dos trailers se deve a ausência de um trekker nas bases chaves da Paramount.

    E também acho que a propaganda em cima do filme se dará em maior escala no último momento.

    Talvez tenhamos uma página poster nos jornais tipo METRO, Metro News, etc.

    Matérias e releases em grandes jornais do Brasil.

    Entrevistas e os trailres do Star Trek rolando solto na TV (o do Spirit já vi umas trocentas vezes na tv).

    Canais vão mostrar a movimentação dos fã-clubes em todo o Brasil.

    A mídia vai comentar sobre a antiga e essa nova série.

    Muitos vão decobrir os valores e redescobrir os encantos da série e de sua importância no mundo do entretenimento.

    E com tanta motivação a caminho, espero que as séries relativas a Star Trek voltem à TV aberta e com novos episódios.

  13. Parte da grana vai ser para o jabá com as redes de TV mundo afora. 😛

  14. Post 12- espero muito que vc esteja com a razão…essa indiferença do povo, ou melhor falta de conhecimento mesmo sobre Star Trek sempre me revoltou!!

  15. Na verdade, a notícia está equivocada: foram gastos 150 milhões somando a produção do filme mais a propaganda. Mas, ainda vão ser gastos mais alguns milhões em propaganda até a estréia do filme.

    Acredito que até a estréia, somando custos de produção e propagando, o valor chegue a 200 milhões de dólares.

    É o maior valor já investido num filme da franquia. Realmente espero que tenha retorno, do contrário será mais fatal que a arma de Nero !!!!

    Lembrando que o único filme da franquia que chegou perto desse valor (200 milhões) foi Primeiro Contato.

  16. sempre achei que jornada tivesse um orçamento maior, lembro que titanic custou só o filme 200 milhoes a anos atrás como jornada é mais efeitos especiais esperava um orçamento de 1 bilhão heheheh
    que sonho só se fosse pra concorrer a um oscar e ter equipe de primeiro escalão desde faxineiro até diretor, mas fazer o que

  17. Aproveitando o gancho, será que o novo canal, fusão da WB e UPN, o CW virá FINALMENTE para o Brasil? Porque AINDA não (me referindo ao UPN)? Alguém pode responder isso?

Leave a comment

Your email address will not be published.


*