CBS diz que Star Trek Discovery já é rentável

discoveryDurante uma teleconferência sobre os resultados do segundo trimestre da CBS Corporation, seu presidente, Les Moonves, falou a respeito do estado atual da CBS All Access para a próxima série Star Trek Discovery. Moonves revelou que hoje a nova série já é rentável, à frente de qualquer produção ou estréia.

Nossos serviços de streaming CBS All Access e Showtime OTT ultrapassaram dois milhões de assinantes, distribuídos de forma equilibrada, bem à frente de onde se tinha pensado que estaria presente no início do jogo.

Temos licenciado nossa franquia “Star Trek” no mercado internacional, garantindo que a nossa nova série será rentável, mesmo antes de ser lançada e de começar a condução [de assinaturas] aqui nos EUA pela CBS All Access.

Moonves anteriormente havia previsto que as vendas internacionais da série iriam cobrir cerca de 60% dos custos de produção.  Star Trek Discovery será distribuído via Netflix para 188 países – excluindo os EUA ou Canadá.

Parece que sua previsão se tornou realidade.

Nós também fechamos um acordo internacional significativo com a Netflix para ‘Star Trek’, licenciamento de nossa nova série “Star Trek: Discovery para 188 países Netflix em todo o mundo – praticamente em todos os lugares, menos América do Norte.

Além disso, licenciamos todos os 727 episódios anteriores de nossa biblioteca ‘Star Trek’. E fechamos um acordo semelhante com Bell Media para o Canadá.

Como resultado, Star Trek: Discovery, nossa nova série, é rentável – e nós ainda nem começamos a produção.

Ainda temos janelas adicionais para vender a série no segundo e terceiro ciclos. Também é seguro dizer que ‘Star Trek’ vai levar a um inchaço significativo no número de assinantes para a CBS All Access aqui nos EUA.

Joe Ianniello, COO da CBS, falou com a opção de licença da série a uma tomada internacional – Netflix – em vez de dezenas de distribuidores locais em diferentes países.

Nós olhamos o mercado e decidimos que era o melhor para a franquia. Netflix, obviamente, tinha as temporadas anteriores antes … foi um negócio de licenciamento em oposição à execução de uma centena de diferentes ofertas de diferentes países – e, a propósito, que era um monte de dinheiro em dólares americanos.

Então, resumindo tudo, é uma espécie de negócio que faz sentido.

Moonves expandiu essas observações, com sucesso, tanto da Netflix com Trek – e dá dicas para uma longevidade ainda-não-oficial da nova série.

A razão pela qual a compra pela Netflix foi tão saudável é porque a Netflix já viu o que ‘Star Trek’ está fazendo em seu serviço. Desde o primeiro dia, é realizado extraordinariamente bem. Essa é uma das razões que decidimos colocá-lo em All Access, obviamente, para ajudar a construir as nossas próprias assinaturas.

Daqui para frente, obviamente, nós estaremos fazendo treze episódios inicialmente com ‘Star Trek’, e podemos ter quase certeza – embora não tenhamos feito um dia da produção – que a série vai continuar por um tempo.

Temos spin-offs de spin-offs, sabe? É uma franquia muito, muito valiosa que pode se transformar em centenas de milhões de dólares em receitas para nós.

Moonves afirmou que uma campanha de marketing significativa começará quando estivermos próximos de 2017.

Nós continuar acompanhando os próximos desdobramentos dessa produção.

Fonte: TrekCore.

12 Comments on "CBS diz que Star Trek Discovery já é rentável"

  1. Agora eles estão conseguindo pensar e agir de forma inteligente em relação a franquia ST. O que falta é liberar e aumentar a divulgação e distribuição de produtos licenciados e ligados a ST.

  2. Concordo

  3. Já tá dando retorno antes de estreiar na tv!!
    Se for bem escrita esta série será longa e próspera e levará à continuidade no cinema também.

  4. Vamos ver o que o Meyer, Fuller e cia pensam da série e como ela pode atrair a atenção dos não fãs, porque essa é a intenção da CBS, levar a série para uma gama maior de público, além dos trekkers, sem se tornar apenas um nicho de antigos fãs. Os filmes de Abrams serviram para dar um upgrade na franquia, mas já estão perdendo o fôlego, então é preciso um novo foco para que a audiência se sinta interessada. Eu torço muito pela série e espero que ele tenha vida realmente longa. Que venha a Discovery!

  5. Rafael Gasbarro | 3 de agosto de 2016 at 11:05 am |

    Finalmente, ST de volta a TV ejá apresentando resultados!! Mesmo sendo por Streaming, que essa série seja boa e que traga para nós cada vez mais Star Trek!

  6. E, enfim, a volta ao berço, de onde nunca devia ter se ausentado. E a Netflix ganha mais um assinante (antes eu tinha grande resistência), aguardando essa e as outras séries.

  7. Ainda bem que o estúdio viu que precisa trazer os veteranos de volta para que possam retornar Jornada aos trilhos mais revigorada, com um formato renovado.
    O grande desafio vai ser fazer o que Jornada representa, algo adaptado aos novos tempos e ao formato atual das séries de TV. Capacidade esta equipe tem.

  8. Até que enfim alguém lá no “Tio Sam” viu que a série é valiosíssima. Em pensar quanto dinheiro perderam só com os dinheiro de direitos naquele hotel que queriam construir em Las Vegas e em todos esses anos sem ST na TV…

  9. Esse é o caminho. Eles vão conseguir trazer conteúdo com atrativos de ação/reflexão.

  10. Obrigado. Gostaria de ver as pessoas usando uniformes da Federação ou partes combinando com outras roupas, miniaturas e etc.etc,etc…

  11. GILSON P. DE FARIAS | 3 de agosto de 2016 at 9:02 pm |

    Gostaria que a série, fosse após a volta da uss voyager.

  12. Agora vai…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*