Roteirista deixa Discovery após controvérsia

O escritor Walter Mosley não faz mais parte da equipe de roteiristas de Star Trek: Discovery. Mosley, que é afrodescendente, teria usado um termo pejorativo para descrever negros, o que causou desconforto em outro membro da equipe não identificado. Pouco depois do ocorrido, recebeu uma ligação do Departamento de Recursos Humanos da CBS informando-o da queixa. Em resposta, Mosley apresentou sua demissão.

O termo em questão é “nigger”, expressão de cunho extremamente racista da língua inglesa para referir-se a negros. A palavra foi utilizada enquanto Mosley relatava um caso ocorrido consigo quando foi abordado por um policial em Los Angeles, quem efetivamente empregou o vocábulo, tendo Mosley apenas reproduzido suas falas.

Walter Mosley, de 67 anos, é um escritor veterano, tendo publicado mais de cinquenta livros nos Estados Unidos, com créditos em cinema, televisão e teatro. Sua contribuição para Star Trek ainda não foi revelada.

No momento, Star Trek: Discovery filma sua terceira temporada. Os dois primeiros anos estão disponíveis no Brasil na Netflix.

Fonte: CBR.com

Be the first to comment on "Roteirista deixa Discovery após controvérsia"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*