Ryan e Del Arco falam sobre os borgs em Picard

Em outra rodada de entrevistas do site TrekCore, o bate papo foi com os atores Jeri Ryan e Jonathan Del Arco, que retornam nos respectivos papéis dos ex-borgs Sete de Nove e Hugh.

Escondendo os atores durante as filmagens

Resultado de imagem para jeri ryan star trek picard panel comic con san diegoO anúncio (da participação de Ryan e Del Arco) foi feito durante a Comic Con de San Diego, em julho passado. Os atores apareceram no painel de apresentação.

“Não posso honestamente acreditar que eles realmente fizeram a revelação surpresa na San Diego Comic Con. Porque estávamos filmando no local … na Universal Studios no CityWalk!”, disse Jeri Ryan.

Segundo a atriz, tudo foi mantido em segredo, durante as filmagens, para que não vazasse sobre participação deles.

“Nosso acampamento base ficava no backlot, por onde passa o carro elétrico turístico. Nós o chamamos de ‘capa da invisibilidade’, ‘capa do silêncio’ – eu parecia um dementador de ‘Harry Potter'”.

Ryan contou que era obrigada a vestir longas capas para se deslocar entre os sets e trailers durante o intervalo das filmagens. “Eu tive que estar completamente coberta, assim que saía do meu trailer, apenas para ir entre os trailers, para entrar no carro e me levar para o set. Em um dado momento, lá estava eu nessa capa, e nós íamos muito, muito, devagar para o set. Eu me perguntava o que estava acontecendo … e nós estávamos colados atrás do carrinho”.

“Pensei: “Eles estão fazendo isso de propósito porque querem que vaze? Filmar, tipo, na capital mundial dos filmes?” Era uma loucura. E eles realmente conseguiram”.

Já Del Arco estava filmando em outros lugares da Califórnia, também passando pelos mesmos esquemas de manter tudo em segredo.

“Estávamos no meio do nada. Quer dizer, não há prédios ao redor, mas os produtores estavam preocupados porque havia colinas do outro lado do estacionamento, e eles me alertaram: “Você ficaria surpreso, os paparazzi podem estar lá com suas lentes”, disse Del Arco.

Então eu fui sequestrado no meu trailer, o que eu odiava, porque eu gosto de conversar e lanchar. Liguei para [Jeri] e disse a ela: “Eles trancam você no seu trailer, trazem sua comida, não te incomodam em nada”. E ela diz: “Eu vou amar isso!”

Sete de Nove no mundo de A Nova Geração.

Resultado de imagem para jeri ryan star trek picard“Uma das minhas maiores hesitações em trazer Sete de Nove de volta, foi que deveria haver um motivo para trazê-la de volta”, disse Ryan revelando suas preocupações iniciais. “Logo depois que terminei Voyager, eles queriam colocá-la em qualquer filme que estivessem fazendo naquele momento. ‘Nêmesis.”

Quando soube que faria parte da série Picard, Ryan não via nenhum sentido de seu personagem estar na história, já que Sete de Nove nunca teve qualquer interação com o pessoal de A Nova Geração. Mas, ao tomar conhecimento do roteiro, sua visão da personagem na história começou a ficar clara.

“O jeito que eles fizeram [Picard] faz todo sentido, o jeito que ela é apresentada. Eu não posso te dizer o que é – você terá que esperar! – mas eu amo por que ela foi apresentada, e faz todo o sentido para ela e os caminhos de [Picard] se cruzarem e interagirem, porque eles têm uma história compartilhada dos borgs.”

“Como é claro, [Hugh]. É bastante transparente e faz sentido.”

Uma história Borg muito diferente.

Imagem relacionadaJonathan Del Arco tentou dar algumas dicas a respeito da mudança dos Borg, embora não pudesse revelar spoilers.

“Os Borg mudaram antes, certo? A última vez que você viu os borgs que estavam comigo, nos desconectamos do Coletivo; quando você viu o personagem de Jeri, ela estava na Frota Estelar. Portanto, é um progresso óbvio: se você os desconecta da Coletividade, o que acontece com eles, certo?

No episódio “Descent, Parte I e II” de A Nova Geração, a Enterprise encontra um grupo de drones borgs, sob o comando de Hugh, com um novo senso de individualidade e libertos da Coletividade.

Agora, não vou responder o que aconteceu com o Coletivo – se ele ainda está lá ou não, ainda é uma ameaça … que deve ser revelada. Mas em termos de nossos personagens, já estamos no caminho da mudança, porque já havíamos desconectado. Para nós, isso tem sido um avanço, mas o que vou dizer é que uma das coisas incríveis sobre a história para mim é a marginalização dessas pessoas. Como esses inimigos –

Del Arco continua em seu comentário.

Resultado de imagem para jonathan del arco hugh star trek picard“A marginalização apenas fala ao mundo em que estamos agora. Existem pessoas marginalizadas em todo o mundo, em nossas próprias cidades e comunidades, e essa é uma virada interessante para Hugh e também para Sete. Significa muito para mim, na verdade, porque sou imigrante, e as coisas que estão acontecendo em todo o mundo – certamente na nossa fronteira – são realmente pessoais para mim. E a série tem temas que tocam apenas nessa peça.

Mais tarde na temporada, quando mais coisas forem reveladas sobre esse tipo de cenário e o que aconteceu com Hugh, poderei falar sobre como, você sabe, como um homem gay que viveu a epidemia de AIDS e visto muito inferno, pude usar muitas das minhas experiências pessoais para colocar no trabalho”.

Em outra entrevista ao ComicBook, Jonathan Del Arco falou um pouco mais sobre o papel dos borgs na era de Star Trek: Picard.

“Vamos apenas dizer que desde que colocamos as mãos nos borgs… você poderia dizer que há 20 anos mudamos os borgs, de certa forma, porque nos tornamos indivíduos”, diz Del Arco. “Esse senso de individualidade que foi introduzido teve um efeito em todo borg drone, o reino borg por assim dizer. Suponho que há elementos dos Borg que permanecem intactos, como os conhecíamos, como uma ameaça. Nossa própria versão disso, onde estamos, é uma situação social, econômica muito diferente, existente no universo.

Ryan acrescenta: “Você verá uma faceta muito diferente dos borgs, eu acho, em Picard. Acho que sentirá muito mais empatia pelos borgs em Picard do que antes”.

Sete de Nove no grupo de combatentes. 

Resultado de imagem para seven of nine and picard star trek picardEm outra entrevista ao site IGN, Jeri Ryan revelou que sua personagem agora está operando ao lado de uma equipe de “combatentes da liberdade” tentando limpar o estado atual em que se encontra a galáxia.

“Acho que Sete detém a Frota Estelar e a Federação, em grande parte responsáveis ​​por isso. O universo está uma bagunça, e ela inicialmente vê Picard como parte disso.

Ela está trabalhando com uma espécie de grupo de combatentes da liberdade chamado Fenris Rangers, que estão tentando manter alguma aparência de ordem na bagunça que é a galáxia.

Só como observação: “Fenris” é um lobo na mitologia nórdica e foi um lobo que criou os fundadores Romulus e Remus na mitologia romana.

É a primeira vez que Sete e Picard se encontram. Eles se conhecem pela reputação; e como eu disse antes, Sete não está na onda de “Oh, Picard é um deus”, inicialmente, quando ela o conhece. Porque ela o considera parcialmente responsável pelo que a Frota Estelar fez”. 

Sete e Hugh adquirem roupas novas.

Os personagens Sete e Hugh ganharam novos visuais para a série.

Ryan ficou feliz de não usar mais aquele macacão apertado.

“O espartilho e macacão? Sim, estou feliz! É muito bom – e é o que deveria ser! Também faz todo o sentido, com a personagem ter passado nos últimos 20 anos, o que ela passou, o que vem fazendo com sua vida.

Quando a figurinista, Cristine [Clark], me mostrou o quadro de ideias com o que eles estavam pensando, fiquei muito empolgada. Tipo, “Isso é perfeito! Era exatamente o que eu queria!”

Del Arco disse que agora pode comer e fazer xixi, o que era limitado na vestimenta borg de A Nova Geração.

“Então, eu fiquei meio que: “Obrigado por cuidar disso para mim. Sem roupa de borracha!”

Como foi voltar ao universo de Star Trek.

Os atores informaram que Hugh aparecerá cedo na temporada, enquanto que Sete não chegará até o quarto episódio, dirigido por Jonathan Frakes. A dupla refletiu sobre como foi voltar ao mundo de Star Trek.

“Eu entrei no set pela primeira vez, e graças a Deus que Jonathan Frakes – que também é um amigo querido – estava dirigindo meus dois primeiros episódios [104 e 105]. Minha primeira cena é a que você vê num pequeno trecho no trailer, com Picard”, disse Jeri Ryan.

“Só de ver esses dois personagens, que nunca interagiram antes, e ter Frakes lá para dirigi-lo … ele ficou meio que: “Cara, isso é um MOMENTO, certo?”

Jonathan Del Arco também descreveu sua emoção ao pisar no cenário de uma série da franquia.

“Eu fiquei arrepiado em uma das cenas em que estava trabalhando. Fui a diretora e disse a ela: “Acho que você está criando um momento clássico de ‘Star Trek’ nesta cena”. E ela me disse: “Eu também acho!”

“Seu corpo apenas responde a isso, você sabe: “Este será um momento clássico. Não estrague tudo! ”[Risos]

Quando perguntaram a Ryan se seu personagem adotaria seu nome humano original, Annika Hansen, ela respondeu em tom de mistério: “Eu … nem posso te dizer isso. Você terá que esperar e ver”

Be the first to comment on "Ryan e Del Arco falam sobre os borgs em Picard"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*