DSC 3×09: Terra Firma, Part 1

Volta ao Espelho impulsiona jornada de redenção para Georgiou

Sinopse

A condição médica de Georgiou segue se deteriorando. Kovich explica o problema: a estrutura molecular de Georgiou não resiste à mudança de época e de universo.

 

Consultado, o computador da Discovery indica uma possível solução, no planeta Dannus V. O almirante Vance autoriza que a Discovery leve Georgiou até lá, e Michael Burnham desce com a imperatriz ao deserto gelado.

Na nave, Adira e Stamets terminam de decodificar o sinal de socorro vindo da nebulosa Verubin. É de uma dra. Issa, de uma nave kelpiana, acidentada por lá anos antes da Queima, mais de um século atrás.

No planeta, Burnham e Georgiou procuram a tal possibilidade de salvação, sem saber o que é. Então encontram uma entidade misteriosa, guardando uma porta e lendo um jornal, no meio da neve. Ele se identifica como Carl e aponta que a solução para Georgiou pode estar atrás da porta. Ela atravessa e vai parar no universo do Espelho, em pleno século 23.

É o dia em que a ISS Charon é apresentada – e que Lorca e Michael lançaram o golpe contra ela. Agora ela sabe de tudo e pretende resgatar a lealdade de Michael. Mas Georgiou está diferente. No refeitório, ela impede que Michael mande Saru para a morte. Mais tarde, na cerimônia de apresentação da Charon, ela impede uma tentativa de assassinato de Stamets.

Após o evento, ela e a capitão Killy emboscam Michael, que acaba confessando sua traição. A lei demanda que ela seja executada, mas Georgiou decide poupá-la, sob o olhar espantado dos súditos.

Comentários

“Terra Prima, Part 1” parece uma tentativa de mergulhar pela primeira vez na psique da imperatriz Georgiou, ressaltando as mudanças que ocorreram com ela durante uma estadia prolongada entre os federados da Discovery. E os produtores certamente pensaram: que maneira melhor de demonstrar isso que levando-a de volta ao universo do Espelho?

Seria um raciocínio “limpo”, não fossem dois detalhes: a conveniência excessiva de assim fazê-lo e a sensação desconfortável de déjà vu ao retomarmos uma trama aparentemente superada na primeira temporada. E, se lá havia uma alegoria com os tempos atuais a ser trabalhada, aqui o retorno é meramente para servir à personagem.

Superados esses dois pontos, ficamos com uma atuação fantástica de Michelle Yeoh, que vive uma imperatriz Georgiou em seu habitat natural, mas ao mesmo tempo modificada e fora de lugar naquele universo. Parece uma contradição em termos falar em nuances e sutilezas sobre uma personagem do Espelho, mas é o que ela nos entrega aqui.

Para quem curte a galhofa dessa realidade alternativa, a garantia é de diversão. Pois, se Georgiou parece pela primeira vez tridimensional, o resto continua sendo a brincadeira de sempre. Os valores de produção dão aquele verniz de realidade, mas a loucura toda continua lá: gente “brincando” de agonizador no refeitório, kelpianos condenados a virar sopa, mortes e trairagens a granel, e por aí vai. No topo de tudo isso, uma atuação apaixonante de Sonequa Martin-Green como a Michael Burnham do Espelho, personagem sobre a qual ouvimos falar na primeira temporada, mas jamais chegamos a ver. O contraste com a “nossa” Michael é bem efetivo e vale, sozinho, o episódio.

Mais interessante que a ida ao Espelho, contudo, é como Georgiou vai parar lá, com a ajuda de um misterioso ente que se apresenta como Carl. A julgar pelas pistas no jornal que ele tem em mãos, tende a ser o Guardião da Eternidade, visto na Série Clássica. Mas este é um mistério que os roteiristas preservaram para a segunda parte do episódio.

As cenas no planeta gelado, que ecoam a abertura da série, parecem meio que fechar um arco aberto em “The Vulcan Hello”, dando a impressão de que estamos prestes a dar adeus a Georgiou na série, encerrando com isso a relação com Burnham, um elemento importante da trajetória de Discovery. E é muito interessante como os papéis se invertem. Michael perdeu a sua Georgiou, a quem tentou substituir com a imperatriz, e agora a imperatriz é quem tenta recuperar a “sua” Michael perdida – um esforço cujo resultado ainda está por ser revelado.

Como todos os episódios que envolvem viagens no tempo, este também traz seu punhado de angústias. Numa primeira passagem, duas grandes questões são evocadas: quem é o misterioso Carl e como os eventos de agora vão se encaixar ao que conhecemos e vimos do universo do Espelho na primeira temporada? Stamets estava vivo no Espelho durante a incursão da USS Discovery, mas agora morreu, pelas mãos da imperatriz, antes daqueles eventos? Estamos vendo uma realidade alternativa? Há uma mudança na linha temporal, reverberando entre os universos Espelho e Prime? A angústia se mistura à esperança de que encontrem uma saída para tudo isso na segunda parte.

E o objetivo final é criar um arco de redenção para Georgiou. A personagem receber votos de boa sorte e até abraços de Saru e Tilly parece forçar a barra. Os roteiristas querem tornar a personagem redimível mostrando nossos heróis aceitando sua redenção, em vez de convencer a audiência de que ela é de fato merecedora. Não funciona assim, e é impossível não sentir a mão pesada da produção ao preparar o terreno rumo a uma série protagonizada pela Georgiou de Yeoh.

O arco principal da temporada, sobre a Queima, recebeu mais uma pecinha do quebra-cabeça, com a mensagem de socorro da nave kelpiana, mas é apenas um aperitivo para que o público siga engajado. Fora isso, o episódio é essencialmente um detour para explorar Georgiou. Nada contra. É até preferível termos episódios com um foco mais claro, como este, do que aqueles em que os roteiristas parecem malabaristas tentando manter todo mundo com alguma coisa para fazer. Mas, a essa altura, com a temporada entrando em sua reta final, causa uma certa apreensão que a trama principal avance a passos de tartaruga.

No fim das contas, esse é um daqueles segmentos que só interessam a quem tem um investimento emocional na imperatriz ou alguma fissura pelo universo do Espelho. Fora isso, parece ser uma peça dispensável para a temporada, importante apenas para o planejamento da franquia como um todo.

Avaliação

Citações

“Let me make myself clear. Lorca’s coup will fail, Michael will return to the fold, and the path of what has been set in motion will change, because I will change it!”
(Deixe-me ser clara. O golpe de Lorca vai falhar, Michael retornará ao rebanho, e o caminho que foi colocado em movimento irá mudar, porque eu o mudarei!)
Philippa Georgiou

Trivia

  • O episódio tem enredo de Alan McElroy com a dupla Bo Yeon Kim e Erika Lippoldt, futuras responsáveis pela série de Star Trek a ser estrelada por Michelle Yeoh.
  • Neste episódio, Kovich indica que, no universo Prime do século 32, há conhecimento da realidade alternativa dos filmes de J.J. Abrams, o chamado universo Kelvin. O holograma de Yor, guerreiro temporal, aparece trajado com uniforme similar ao da divisão de operações da Frota Estelar usado nas duas primeiras temporadas de A Nova Geração.
  • A pulseira que Georgiou usa para medir sua condição médica é real: chama-se Fitbit, uma tecnologia introduzida na Consumer Electronics Expo de 2013.
  • Vimos neste episódio que os feisers da Frota Estelar no século 32 são feitos de matéria programada e podem ser levados no pulso em forma compacta.
  • As cenas em Dannus V foram filmadas em locação, com a colaboração do frio inverno canadense. É a primeira vez que vemos neve de verdade em Star Trek.
  • A caminhada de Burnham e Georgiou lembra muito a do piloto da série, “The Vulcan Hello”, mas com a tundra ártica em lugar de um deserto arenoso quente.
  • O enigmático Carl é vivido pelo ator Paul Guilfoyle, mais conhecido por seu papel em CSI: Crime Scene Investigation.
  • O jornal de Carl traz várias referências a “The City on the Edge of Forever”, da Série Clássica. Até o nome do diário é o mesmo que noticia a morte de Edith Keeler. Também há nele algumas referências a episódios de A Nova Geração, como “Parallels”, em que Worf fica saltando entre realidades alternativas. Há menção a “Relics”, episódio que trouxe o lendário engenheiro Montgomery Scott, da Série Clássica, para o século 24. Entre as notícias, também há o colapso do Império T’Kon, evento mencionado em “The Last Outpost”, da primeira temporada de A Nova Geração.
  • A cientista kelpiana dra. Issa menciona a nave estelar USS Hiraga Gennai, nomeada em homenagem ao polímata japonês Hiraga Gennai (1728-1780).
  • Issa é vivida por Hannah Spear, que na segunda temporada de Discovery já interpretou outra kelpiana: Sirannah, a irmã de Saru.
  • Georgiou menciona o planeta Kepler-174d, um mundo real de uma estrela na constelação de Lira, descoberto em 2014. Segundo os astrônomos, ele fica na zona habitável de sua estrela.
  • Culber do Espelho aparece aqui com um traje vermelho que foi desenhado na primeira temporada, embora lá o personagem não tenha aparecido em momento algum.
  • No universo Espelho, Georgiou mata Stamets. Mas o cientista ainda aparecia vivo nos episódios da primeira temporada, supostamente ocorridos depois. Ela mudou a linha do tempo?
  • Confira mais curiosidades e easter eggs deste episódio, em artigo de Maria-Lucia Racz, clicando aqui.

Ficha Técnica

História de Bo Yeon Kim & Erika Lippoldt & Alan McElroy
Roteiro de Alan McElroy
Dirigido por Omar Madha

Exibido em 10 de dezembro de 2020

Título em português: “Terra Firme, Parte 1”

Elenco

Sonequa Martin-Green como Michael Burnham
Doug Jones como Saru
Anthony Rapp como Paul Stamets
Mary Wiseman como Sylvia Tilly
Wilson Cruz como Hugh Culber
David Ajala como Cleveland “Book” Booker
Michelle Yeoh como Philippa Georgiou

Elenco convidado

Oded Fehr como Charles Vance
Noah Averbach-Katz como Ryn
Blu del Barrio como Adira Tal
Ache Hernandez como Kyheem
Janet Kidder como Osyraa
Ian Lake como Tolor
Emily Coutts como Keyla Detmer
Patrick Kwok-Choon como Gen Rhys
Oyin Oladejo como Joann Owosekun
Ronnie Rowe Jr. como R.A. Bryce
Sara Mitich como Nilsson
Ross Carter como Haj
Raven Dauda como Tracy Pollard
Luca Doulgeris como Leto
Fabio Tassone como computador da nave de Book
David Benjamin Tomlinson como Linus
Jhaleil Swaby como San

TB ao Vivo

Enquete

Episódio anterior | Próximo episódio