ENT 3×20: The Forgotten

Tripulação ouvindo discurso de Archer sobre a perda de vidas no ataque xindi

Jornada interior ajuda a refletir impacto da missão na tripulação

Sinopse

Data: Desconhecida

Enquanto tem que enfrentar uma corrida contra o relógio para chegar até o encontro com Degra, ao mesmo tempo em que precisa fazer profundos reparos na Enterprise, a tripulação também tem que conviver com o impacto na moral dos tripulantes com a perda de vários deles no ataque xindi. Trip tem que escrever cartas do tipo “Prezados Sr. e Sra. Fulano, lamentamos informar que…” para as famílias das vítimas da engenharia, coisa que nunca é fácil fazer. Entrementes, T’Pol continua lutando contra a sua dependência de trellium e as reações emocionais que resultam disso. Eventualmente, T’Pol ajuda Trip a escrever as cartas, algo que também ajuda o engenheiro a superar as dificuldades emocionais decorrentes da perda de sua irmã quando do ataque xindi original à Terra.

Assim que se encontra com Degra, Archer é levado a uma reunião com outros líderes xindis, incluindo aquele que providenciou para que o capitão fosse entregue a sua tripulação. Segundo eles, se desejam fazer com que a versão de Archer sobre a crise toda seja aceita pelos xindis, isso precisa ocorrer logo, uma vez que a arma está a meros dias de se tornar operacional. Archer providencia para que eles tenham acesso às evidências que coletou até o momento, incluindo corpos de reptilianos da ocasião em que ele e T’Pol os impediram de continuarem interferindo no passado da Terra na Detroit do século 21 e outras evidências a respeito dos verdadeiros responsáveis pela construção da esfera. A conclusão é de que a vendetta que essa espécie está provocando é a fim de impedir a futura aliança humano-xindi, que no futuro estaria lutando contra ela. Com a reunião acontecendo na enfermaria, em dado momento, Degra também demonstra preocupação pela saúde de Reed, que se encontra em tratamento depois que se feriu durante alguns reparos extraveiculares no casco da Enterprise. Trip reage com um acesso de desabafo contra Degra a respeito de tudo o que os xindis já fizeram até então, mas Archer intervém para acalmar os ânimos de seu engenheiro e se desculpa com Degra, que afirma compreender o que eles estão passando.

Degra, Xindi-Preguiça e Archer conversando

No que a Enterprise é interceptada por uma nave xindi-reptiliana e eles se veem em uma situação na qual não irão conseguir vencer o atacante. Degra se mostra relutante em ajudar a lutarem contra uma nave de sua espécie, mas acaba aceitando auxiliar Archer. Eles conseguem desabilitar com sucesso a nave reptiliana, mas Degra providencia para que esta seja completamente destruída. Archer estranha a reação extrema do xindi, mas ele afirma que não tinham muita escolha, pois, caso contrário, o Conselho poderia ter sido alertado. O que Degra deseja fazer é levar ele mesmo o caso de Archer ao Conselho, para que as evidências que eles possuem sejam avaliadas por toda a liderança de sua espécie. Como uma viagem até o local levaria semanas, o cientista xindi fornece as coordenadas de um corredor subespacial que ajudaria a diminuir o tempo de viagem até o Conselho. Enquanto isso, ele tentará fazer o possível para atrasar o lançamento da arma.

Comentários

“The Forgotten”, apesar do título, não se esquece de responder a todas as pontas da história abertas nas últimas semanas. A começar pelos aparentemente infinitos reparos exigidos pela Enterprise após o confronto com os xindis em Azati Prime. Nada melhor do que aproveitar a ocasião para concentrar os esforços em seu engenheiro-chefe.

Na prática, o episódio faz por Trip o que “Damage” fez por T’Pol e Archer, apenas uma semana antes. Quando, logo na abertura, o capitão faz um discurso para tentar levantar o moral da tripulação após a perda de 18 tripulantes, já há indícios de quem são os “esquecidos” do episódio — as vítimas. Ou, no caso particular de Trip, sua irmã.

Title Card Enterprise "The Forgotten"

O conflito psicológico a que o engenheiro é submetido é singular. Ele passou o último ano tentando pensar em sua irmã como apenas mais uma vítima, em meio a milhões de outras. Mas, quando Archer ordena que ele escreva uma carta aos pais de uma tripulante morta, dizendo a eles o quanto ela pessoalmente era importante, Trip percebe o que fez com sua irmã — ele tentou negá-la enquanto pessoa, diluindo-a em meio a um número grande. Excluiu sua individualidade e reprimiu a raiva que sentia por a terem matado, tentando misturá-la à raiva pela morte de 7 milhões de outras pessoas.

Ao ser obrigado a lembrar a importância da alferes Taylor, ele quebra esse “senso de diluição”, e o peso da morte de sua irmã cai como um piano de desenho animado na cabeça dele.

Trip lembrando da irmã

Connor Trinneer faz jus a todas as cenas que escreveram para ele neste episódio. Ele é ótimo não só imprimindo todo o abalo emocional sofrido pelo engenheiro com os últimos eventos e o reconhecimento da importância de sua irmã, mas também conciliando essa situação com a profunda raiva que ele naturalmente sente pelos xindis e, em especial, por Degra — um novo aliado, que, a despeito disso, foi responsável pela morte de muitos humanos quando do primeiro ataque à Terra.

Ao final, quando Trip finalmente conclui sua carta para os pais da alferes Taylor, vemos que ele também venceu outro trauma, muito mais agressivo — ele se reconciliou com a culpa por não ter se permitido sofrer pela morte de sua irmã. Os roteiristas Chris Black e David Goodman estão de parabéns pela forma dramática, humana e não sci-fi com que lidaram com a questão, mostrando que Jornada nas Estrelas pode — e deve — ser mais que batalhas espaciais e anomalias espaço-temporais. Jornada sempre foi melhor quando trouxe seu foco para nós mesmos.

Trip chorando para T'Pol

Apesar desse enfoque totalmente orientado a personagem, ainda sobrou espaço para tratar das questões à mão — o arco xindi e o fato de que Archer ainda precisa fazer muito para afastar o perigo que ronda a Terra. Aqui, Degra e o xindi-arbóreo do conselho se reúnem com o capitão, e são obrigados a destruir uma nave xindi-reptiliana para evitar que sua aliança com Archer seja exposta. Embora mais uma vez seja estranho que Degra seja capaz de ir tão longe em nome dos humanos, fica cada vez mais claro que ele tem motivos para acreditar no capitão da Enterprise. Aqui, Archer expõe todas as evidências que coletou em sua missão — os corpos dos reptilianos capturados no passado, a arma biológica por eles desenvolvida, as informações que obteve sobre as esferas e o contato que estabeleceram com um dos construtores das esferas. Até mesmo o xindi-arbóreo parece cada vez mais convencido da veracidade das informações.

No esforço para que a aliança xindi não precise ser destruída, Degra convence Archer a apresentar pessoalmente todas as evidências que ele coletou perante o Conselho Xindi. O capitão concorda, o que coloca a Enterprise num novo rumo — a esperança de que seja possível encontrar uma solução diplomática, como Daniels havia sugerido.

Nave de Degra atirando em outra nave Xindi para preservar a aliança com a Enterprise

Além disso, é bom ver que a NX-01 está longe de recuperada da última batalha — os reparos continuam a todo vapor, e a nave continua totalmente incapacitada para enfrentar uma batalha. Felizmente, não tivemos um botão reset nesse importante elemento da trama — o fato de que o destino de Archer e cia. não está mais nas mãos deles, mas nas de Degra.

Os reparos oferecem não só um elemento de continuidade, mas também de ação — Trip e Reed têm a oportunidade de interromper um vazamento de plasma no exterior do casco, oferecendo tomadas bonitas de efeitos especiais, que, até mesmo pelas circunstâncias, nos remetem a “Minefield”. Temos aqui um curto, mas forte e consistente, momento para Malcolm.

Reed no casco externa da Enterprise efetuando reparos

Somando todos os elementos, “The Forgotten” se mostra um episódio não somente rico em termos narrativos, como uma história extremamente sensível, que nos lembra de que, a despeito da aventura e da emoção, o mais importante é a forma como tudo isso ressoa no mundo interior de cada um de nós.

Avaliação

Citações

“Commander Tucker reassigned people making repairs here. He said the armory was a higher priority. Let’s see what sort of priority he gives me next time he burns his fingers.”
(O comandante Tucker redistribuiu o pessoal fazendo reparos aqui. Ele disse que o arsenal era uma alta prioridade. Vamos ver que tipo de prioridade ele irá me dar na próxima vez que ele queimar os dedos.)
Phlox

“We’re destined to form an alliance, but if you destroy us, that’ll never happen.”
(Estamos destinados a formar uma aliança, mas se você nos destruir, isso nunca irá acontecer.)
Archer

“Our contact from the future has helped us many times.”
(Nosso contato no futuro já nos auxiliou muitas vezes.)
Xindi-arbóreo do Conselho

“You had no problem killing Seven million of us! Is Seven Million and One too much for you to stomach?”
(Você não teve problema nenhum em matar sete milhões dos nossos! Sete milhões e um é demais para o seu estômago?)
Trip

Trivia

  • Rick Berman comenta sobre o episódio que “este se aprofunda naquilo que está ocorrendo por todo o arco, o que eventualmente irá ser a conclusão da temporada. Isto se relaciona com o xindi e a arma”.
  • Elenco convidado neste episódio inclui Randy Oglesby e Rick Worthy, em seus papéis de xindis, além de Bob Morrisey, que introduz um novo personagem, um capitão reptiliano. Uma participação especial também acontece com o animador Seth McFarlane, criador da série Family Guy.

Ficha Técnica

Escrito por Chris Black e David Goodman
Dirigido por LeVar Burton

Exibido em 28 de abril de 2004

Títulos em português: “Os Esquecidos”

Elenco

Scott Bakula como Jonathan Archer
Jolene Blalock como T’Pol
John Billingsley como Phlox
Anthony Montgomery como Travis Mayweather
Connor Trinneer como Charlie ‘Trip’ Tucker III
Dominic Keating como Malcolm Reed
Linda Park como Hoshi Sato

Elenco convidado

Randy Oglesby como Degra
Rick Worthy como xindi-arbóreo
Bob Morrisey como capitão reptiliano
Seth MacFarlane como engenheiro
Kipleigh Brown como tripulante Taylor

Enquete

Edição de Mariana Gamberger
Revisão de Nívea Doria

Episódio anterior | Próximo episódio