Ator diz como será Strange New Worlds no ano 2

A segunda temporada de Star Trek: Strange New Worlds encerrou a produção no início deste ano e deve estrear em 2023 pelo Paramount+. E o ator Anson Mount, que interpreta o capitão Pike, deu uma pequena prévia do que os fãs devem esperar.

Promovendo seu novo filme MK Ultra, Anson Mount provocou os fãs em uma entrevista ao Collider. Mount voltou a comentar sobre ficar surpreendido ao saber que a série de Pike ganharia vida e revelou que ainda chegou a fazer um teste para a primeira temporada de Discovery:

Não tinha ideia, mas fez muito sentido. Eu nem percebi para qual papel eu estava fazendo o teste, inicialmente. Recordando à época, eu estava conversando com (produtora) Nina Jacobson sobre isso, quando ainda estava em desenvolvimento (Discovery), e eles acabaram contratando Jason Isaacs para o capitão na primeira temporada. Quando a segunda temporada chegou, eles disseram: “Ei, e esse capitão, você se colocaria em fita?” Era alguém como o Capitão Parker, ou algo assim. E então, no dia seguinte, eles disseram: “Ok, olhe, queremos fazer isso e, a propósito, é o Capitão Pike”.

Eu fiquei tipo, “Oh, meu Deus!” Eu sabia exatamente o que isso significava, mas não sabia que isso significava que haveria meu próprio show. Eu só sabia que era um papel canônico incrível. Não havia outros planos em andamento. Mas mesmo durante o desenvolvimento da primeira temporada, Akiva estava cutucando Alex [Kurtzman] em conversas sobre como deveria haver uma série de Pike. São eles dizendo: “Bem, vamos ver como um Pike funcionaria nesta série”. Então, eles continuaram falando sobre isso. Não aconteceu nada até terminarmos de filmar toda a temporada, que Alex fez um discurso suave para a rede e recebeu luz verde, e, então, me ligou.

Quando perguntado a respeito da segunda temporada, o ator fez uma comparação com um mocumentário dos anos 80:

É como Christopher Guest em Spinal Tap, descobrindo que todos esses botões vão até 11. Akiva [Goldsman] e Henry [Alonso Myers], nossos dois showrunners, são muito corajosos. Eu realmente não sou um contador de histórias conservador, em tudo. Eu sou a favor de dizer: “Foda-se a tradição, vamos fazer do nosso jeito”. Mas eu até me peguei dizendo: “Sério? Podemos realmente fazer isso?” O mantra deles é que Star Trek pode ser muitas coisas. Star Trek não é Star Trek porque não existe isso. Star Trek pode ser muitas coisas porque Star Trek, como a melhor TV, opera como uma plataforma metafórica, e quando você entra nisso completamente, pode realmente encontrar muito mais espaço do que pensa, incluindo brincar não apenas com a história, mas com o gênero. Se você pensou que fizemos grandes mudanças na 1ª temporada, e fizemos de muitas maneiras diferentes, estamos indo ao extremo na 2ª temporada.

Nota: “knobs all go up to 11 ou botões até o nível 11”, é uma expressão idiomática da cultura americana, retirada do filme This Is Spinal Tap de 1984, onde o guitarrista Nigel Tufnel demonstra um amplificador cujos botões de volume são marcados de zero a onze, em vez do habitual zero a dez. É uma referência a qualquer coisa sendo explorada em seus limites máximos, ou aparentemente excedendo-os.

Os comentários de Mount coincidem com o que Henry Alonso Myers disse sobre a segunda temporada em uma entrevista no mês passado:

Não estamos contando histórias sem contar histórias sobre personagens. E é disso que trata a segunda temporada. Mas isso também significa ideias maiores de ficção científica, mundos estranhos maiores, coisas mais loucas. Tentamos algumas coisas que nunca foram feitas em Star Trek antes – pessoalmente, acredito com sucesso.

Selo de Aprovação Ruderman para Strange New Worlds

Pela segunda vez, a franquia Star Trek está sendo reconhecida pela inclusão, desta vez Star Trek: Strange New Worlds por apresentar um personagem com deficiência.

A Ruderman Family Foundation é um grupo de defesa que se concentra no avanço das pessoas com deficiência, e seu selo de aprovação Ruderman é concedido a séries de televisão e filmes com atores com deficiência em papéis substanciais de fala que mostram “o compromisso com a inclusão total na cultura popular .” De acordo com a VarietyStar Trek: Strange New Worlds está sendo homenageada com o selo pela escalação de Bruce Horak, um ator legalmente cego, para interpretar o cego Aenar Hemmer, engenheiro-chefe da USS Enterprise. Segundo o próprio Horak, os produtores do programa prometeram que encontrarão uma maneira de trazer o ator de volta, provavelmente interpretando um personagem diferente.

A segunda temporada de Strange New Worlds estreia em 2023, mas ainda sem data confirmada.

Acompanhe o Trek Brasilis nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades de Star Trek:
YouTube: https://www.youtube.com/trekbrasilis
Telegram: https://www.t.me/trekbrasilis
Facebook: https://www.facebook.com/trekbrasilis
Instagram: https://www.instagram.com/trekbrasilis
Twitter: https://www.twitter.com/trekbrasilis