Wheaton diz que fãs o difamaram por criticar filme

wilwheaton.jpgNuma entrevista publicada pelo site Comimix, o ator e agora escritor de mangá Wil Wheaton (Wesley) falou a respeito da reação de alguns trekkers, com referência as suas dúvidas quanto ao sucesso do novo filme de Jornada nas Estrelas, dirigido por J. J. Abrams. Ele também comentou a respeito de suas idéias para novas histórias em quadrinhos de Jornada.

“Eu recentemente escrevi que estava preocupado sobre o filme de Jornada ser bom”, disse Wheaton, “E fui caluniado pelos fãs da franquia pela minha ousadia em expressar uma opinião desse tipo. Como se eu não merecesse ter uma opinião sobre o assunto”, criticou o ator.

“Foi extravagante e embaraçoso. Isso ocorreu outras vezes quando escrevi alguma coisa sobre política. É como se dissessem que como eu já fui uma celebridade algum dia, não  é permitido ter essas opiniões tanto como eleitor quanto  cidadão americano”, continuou Wheaton em sua crítica.

Quando perguntado como ele escreve sua história para o mangá, disse, “Recentemente eu tentei descrever uma história em um parágrafo. É o tipo de coisa que estabeleço comigo mesmo. Se fosse criar uma história completa para o meu primeiro mangá, eu faria algo do tipo – Kirk tenta parar uma guerra civil, antes que ela se torne um conflito de gerações – Obviamente haveria muito mais que isso na história, mas é o tipo de situação em que eu não me preocuparia sobre os personagens, porque sei quem eles são, e não teria de caracterizá-los. Há uma outra história em que estou trabalhando agora e que ainda estou desenvolvendo os personagens”, revelou Wheaton que disse ainda estar fazendo uma participação especial no episódio da série policial Criminal Minds, que passa no canal AXN. O ator não forneceu detalhes de seu personagem.

Fonte: TrekWeb

28 Comments on "Wheaton diz que fãs o difamaram por criticar filme"

  1. Todo cidadão americano tem o direito de expressar suas opiniões, até nós temos dúvidas quanto ao filme. Eu não vi o original desta reportagem, mas pela anterior ele só falou besteira, daí …
    Outra coisa, a crítica da resposta também é coisa de liberdade. Acho que ele deveria se preocupar mais com o teor do que fala do que com as críticas ou, melhor ainda, analisar o que falou de acordo com as críticas para não fazer de novo.
    “O tolo, quando fica calado, passa por sábio”

  2. Bem feito pra ele.

    Não tem nada que se meter a opinar sobre o filme. Ele é uma pessoa pública e tem restrições. Ainda mais por ter seu trabalho colocado em dúvida em TNG.

    Wheaton, fica quietinho que tu ganha mais…

  3. "Frank" Hollander | 30 de julho de 2008 at 10:00 am |

    Buá, Buá, Frack, buhu! Manhê, meus amiguinhos estão me chamando de bobo!!!

    Atitude infantil deste ator. O que ele acha? Que deve se expressar e não ser criticado?
    Próximo passo talvez seja começar a ignorar tudo o que ele escreve.

  4. Então, o Wheaton acha que já foi uma celebridade. Bem, se ser o personagem mais fraco e repudiado de uma série de TV é ser célebre, ele tem razão… Acho até que deve ser criada uma categoria especial de celebridades do cinema e da TV, que inclua Wesley Crusher, Jar Jar Binks e similares!

  5. O que vc tem contra o Jar Jar Binks? Pelo menos ele era engraçado…

  6. É Wheaton não parece ser tão esperto quanto Wesley, o pior é que o infeliz está escrevendo sobre Jornada, em vez de pegar carona no sucesso alheio (com a divulgação do novo fime) ele simplesmente solta essa pérola de sabedoria e um tremendo tiro no pé. Como diria Ira Steven Behr: “qualquer coisa que ajude a vender os DVDs de Deep Space Nine vale a pena!”

  7. Nossa…agora eu perdi o respeito de vez pelo cara.

  8. O Verde falou e disse. E acrescento: “quem fala o que não deve ouve o que não quer”. Todo mundo tem direito de criticar o novo filme, sem dúvidas. Mas ele pisou no calo dos trekkers quando disse que a maioria dos filmes eram inassistíveis. Tá certo que o personagem Wesley era pessimamente escrito, mas ele também nao contribui para melhorá-lo. Além disso, está vivendo das glórias de ST, até escrevendo Mangá! Tenha uma pouco de descência Will, e pare de criticar o trabalho dos outros.

  9. Pois bem, acho que se ele tivesse ficado calado, seria melhor, pois não teria as críticas e também não teria que rebatê-las e ouvir novas críticas ao rebate…..
    Mas, o fato é que expressar preocupação (sendo ele um trekker como diz) não é nada demais. E o pior: já pensaram se as críticas dele forem corretas ao final??? Lembrem-se de Nêmesis e outros longas que foram duramente castigados pela crítica e até mesmo por fãs.
    Calma gente!!! Antes de me criticarem também, digo que estou com ótima expectativa e também acho que ele se precipitou (apesar de eu não ser fã de alguns trabalhos do J.J.). Poderia ter aguardado a estréia….
    Vale pensar na hipótese…

  10. Acho que cada um tem o direito de falar o que quiser, e acho também que ele nem falou nada demais.

    Mas na minha opinião a questão é outra. Ele pode simplesmente estar aproveitando o lançamento do novo filme para APARECER na mídia, e ESTÁ CONSEGUINDO.

    Nunca ninguém mais tinha ouvido falar nele. Agora todo mundo fala dele ( ao menos entre os Trekkers ). E todo mundo já sabe que ele é escritor de mangás.

  11. A propaganda é a alma do negócio, já dizia o poeta. Falem mal, mas falem de mim, outros irão dizer.

  12. Maria da Conceição G. Simões | 30 de julho de 2008 at 7:05 pm |

    Acho que ele “incorporou” sua personagem em TNG e está se achando um prodígio que não pode ser criticado. Se as más críticas fossem levadas tanto na ponta da faca, a franquia de ST não teria passado do 1º filme em cinema. Ele precisa se tratar e acabar com essa síndrome de Peter Pan e crescer. O menino prodígio só foi um erro de cálculo dentro da franquia. Ele que faça realmente algo de bom e depois veremos.
    Vocês leram sobre um comentário do Leonard Nimoy sobre ST XI ? Ele disse que se sentiu como se estivesse voltando para casa (voltando para TOS) e que os trekkers não iriam se decepcionar.
    Estamos confiando nisso !!!!!!!!!!!!!
    Vida Longa e Próspera para todos.

  13. Hehe… Deixem o Wesley em paz, seus trekkers anti-democráticos!

  14. Luís Henrique Campos Braune | 31 de julho de 2008 at 3:54 am |

    Ah… ele falou umas coisas certas aqui e outras erradas acolá. Mas o cara tem o direito de se expressar…

  15. A administrador do Trek Brasilis deveria criar uma enquête onde se pudesse atribuir uma nota para cada ator e seus personagens atuante nas séries Star Trek e um subsetor para que se possa justificar a nota…

  16. "Frank" Hollander | 31 de julho de 2008 at 9:32 am |

    ^15: Isso já foi feito algumas vezes em versões anteriores do TB. Wesley está lá naquele mesmo tacho que o Neelix, Kim e Porthos, sendo que este último até destaca-se melhor. 😉

  17. Tirem o Porthos dessa lista. Ele tem pedigree. 😉

  18. O Porthos é um dos personagens mais carismáticos da franquia. Quem não se comoveu com “A Night in the Sickbay”? Eu, pelo menos, fiquei apavorado com a perspectiva da sua morte! Colocassem o Porthos no lugar do Wesley na TNG, e a série teria sido muito melhor!!

  19. Posso não concordar com alguns comentários, mas nem por isso critico quem os fez, pois foi a opinião de quem escreveu. Todos devem ser respeitados, isso é o que prega uma palavra que esta na moda “Diversidade”. A série de que tanto gostamos levantou e defendeu esta bandeira! O Wheaton não é o Wesley, se não gostamos do personagem o ator não deve pagar por isso.

  20. Caro Wil Wheaton,

    “Escritor de mangá” é uma profissão que não existe.

    Ninguém escreve mangá! Desenha se mangá!

    Pois “escritor” pode escrever qualquer coisa!

    Mas o que determina se o escrito é referente a um mangá ou não, é a forma como o texto será graficamente convertido.

    Pois mangá não é algo tão genérico como se pensa!

  21. Não gostei que criticaram o Porthos, ele “trabalhou” muito bem.
    Falando sério, o personagem Wesley poderia ter sido melhor escrito, mas houveram episódios bons e ruins com relação a ele. Porém, não podemos esquecer que o Mr. Wheaton foi tentar melhor sorte no cinema e não teve sucesso (como a Denise Crosby também), isto significa que como ator não é bom, eu, particularmente, assiste a dois filmes com ele e ambos foram horríveis. Apoio tb as palavras do Raul Mamoro, portanto acho que ele não tem muito o que reclamar. Como disse um filósofo: “Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defendo até a morte o direito que tem em dizê-las”.
    Live long and prosper

  22. Lembrei, a frase foi de Voltaire

  23. Ralph Pinheiro | 31 de julho de 2008 at 7:11 pm |

    Impressionante como o tema Wil Wheaton dá ibope.
    É

  24. E nos faz lembrar dos filósofos iluministas, também!

  25. É bom, né? porque tem outros que nem vale a pena comentar. Infelizmente, quando é para criticar negativamente é mais fácil, por outro lados vemos diversos pontos de vista e isto é muito legal.

  26. Nossa… coitado…

  27. Morte ao Wesley Crusher!!!!!

    Eu tinha que falar, não resisti (é meu lado trekker xiita)

    heheheheheh

  28. Viva o Porthos!!!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*