De Boer e Meaney comentam sobre o novo filme

dax-e-obrien.JPGOs atores da série Deep Space NineNicole de Boer (Ezri Dax) e Colm Meaney (Chefe O’Brien) fizeram alguns comentários sobre o novo filme de J. J. Abrams. Enquanto De Boer diz estar pronta para a nova Jornada nas Estrelas, Meaney não pretende mais retornar ao gênero scifi.

Nicole de Boer falou um pouco ao site Gateworld sobre a sua experiência em Deep Space Nine, interpretando a trill Ezri Dax, “Quando cheguei, Hans Beimler, um dos produtores me disse -Isto realmente vai mudar o seu mundo. É realmente uma loucura – E eu já tinha grandes sacolas com cartas de fãs, no meu primeiro dia de trabalho, a minha espera. Por isso é uma loucura, mas eu realmente a adotei (a franquia). E adoro ela. Eu adoro os fãs”.

Continuando De Boer a comentar sobre a franquia, “Eu sempre gostei do gênero ficção científica. Era uma grande fã de A Nova Geração. Portanto, estava muito animada para fazer parte de tudo isso. E eu acho que (o novo filme) é algo grande. Eu adoraria ter feito parte desse filme”.

A respeito de voltar a interpretar papéis semelhantes ao que fez em Deep Space Nine, para De Boer isso não é problema, “Eu realmente adoro estar no espaço”, disse ela. “Tem sido divertido fazer outras coisas que não o espaço o tempo todo, mas estou bastante confortável no espaço. Eu gosto dele. E você sabe, acaba fazendo um monte de coisas muito mais fortes como mulher do que apenas interpretar uma namorada de algum rapaz ou coisa assim, se você chegar a ser convidada aqui e ali. Muitas vezes, o não sci-fi não é um papel que seja gratificante, necessariamente, por você ser apenas ‘a garota’ “, finalizou a atriz que também participou da série Stargate Atlantis.

Já o ator Colm Meaney conhecido dos trekkers por interpretar o chefe O’Brien nas séries A Nova Geração e Deep Space Nine, disse ao site Movies.ie que não tem mais interesse em voltar a fazer papéis como esse, “Após sete anos no espaço, eu acho que é hora de uma mudança”, disse o ator que também esteve na série Stargate Atlantis. “Para ser honesto, eu sempre penso que os atores devem evitar vincular-se a um gênero ou apenas um papel. Eu interpretei Miles O’Brien por mais de sete anos, em duas séries e foi legal, mas é tempo para dar uma parada na sci-fi. Estou animado para ver onde J.J. Abrams irá conduzir o novo filme de Jornada, no próximo ano, mas para mim, é a hora de uma mudança”, disse Meaney que atualmente está trabalhando na série Life on Mars.

Fonte: TrekMovie e TrekWeb

31 Comments on "De Boer e Meaney comentam sobre o novo filme"

  1. Hum, a Nicole é mais uma que tem esperança de retornar à franquia algum dia… ela e o LeVar Burton que esperem sentados, de mãozinhas dadas…

  2. Car Sal,

    Não vejo bem assim… Os atores de Star Trek não deveriam ser tratados com indiferença ou raiva, ou até rancor.

    É natural que, da imensa lista de atores que contribuiram, alguns saíram xingando agente.

    Mas a maioria foi gente boa!

    Não esqueçamos que suas participações contínuas/esporádicas, dentro da série, tem nos levado a rever velhos/novos episódios.

    As participações de atores conhecidos da série em outras novas produções dentro de Jornada podem levar os novos fãs a (re)visitar as produções anteriores, conhecendo melhor a série como um todo.

    Em filmes futuros, a participação desses atores poderá gerar uma saudável curiosidade acerca da participação deles nos Star Treks da tv.

    Abraços a todos.

  3. Não vejo nada demais a Nicole de Boer ou outro ator querer fazer um papel no filme, afinal eles são profissionais e não devemos estigmatizá-los só porque fizeram determinado personagem.
    Só não concordo com o Le Var Burton que pede pelo retorno de STNG com o mesmo elenco. Aí é querer levantar defunto.
    O tempo deles em STNG já passou.

  4. faco fotos que a Nicole volte a franquia num filme de DS9 feito pra TV ou mercado de DVD

    se o filme de Abrams for um sucesso extraordinario, a Paramount vai investir em mais Star Trek na TV e quem sabe em DVD

  5. Não sabia que Levar Burton estava a clamar pelo retorno de Star Trek-TNG.

    Bom, o século 24 de TNG foi uma época bonita e sofisticada!

    As naves modernas com equipamentos tecnológicos de primeira.

    Tenho saudades sim! E me agrego a Burton nesse clamor!

    Pois a culpa não é dos atores, culpo os executivos, produtores e os figurões da Paramount por terem azedado o século 24 e as aventuras de Picard e cia. Diminuíram tanto o “gás” que o fogo acabou de vez.

    Para ser franco, gostaria de ver os atores envelhecendo e começar o processo de “passar o bastão” para a continuação no século seguinte.
    Quem sabe, uma heróica morte para Picard e Riker voltando da Titan. A Frota ganharia muito com essa decisão.

    Star Trek poderia ter evoluído muito mais se o século 24 fosse mais explorado.

    Já pensou um mega-movie envolvendo a DS9 e TNG, onde a Voyager poderia ter retornado para casa, em grande estilo, na telona.

    Sim, uma reunião de família!

    Bom… pelo menos sonhar não é proibido…

  6. Só para esclarecer, não estou tratando niguém com raiva, indiferença ou rancor… até porque a Nicole está longe de merecer minha indiferença hehe. Só que, pelos rumos que a franquia está tomando, se deve ser realista e descartar o retorno de atores pertencentes a um, digamos, “segundo escalão”. Se nem o Shatner conseguiu uma boquinha no novo filme…

  7. "Frank" Hollander | 10 de setembro de 2008 at 11:59 am |

    O papel de Boer em DS9 foi um tapa-buraco com a saída de Farrell no último ano. Não deu para “sentir” se ela era uma boa atriz, de fato a única lembrança é que o personagem dela era chata de dar dó.

    Um retorno (dela) a franquia necessariamente não passaria por ter que atuar no mesmo papel. Fato é que com o atual rumo dado, eu aposto minhas fichas que os próximos filmes (e ou série) será ambientado na época de TOS e não TNG+

  8. Alguém me explica POR QUE a Paramount não faz filmes diretos para o DVD como Stargate, BSG, e Babylon 5? Não consigo entender. Todos esses foram um sucesso de vendas, que se pagaram e deram lucro. Parece que eles pensam: “ó não, isso é o fundo do poço”, quando a gente sabe que teria um apelo enorme para os fãs. Porque não fazem os filmes do cinema voltados ao grande público, enquanto lançam DVDs com histórias da Nova Geração e DS9, por exemplo?

  9. Boa pergunta Tomalak, será que a quantidade de fãs não é suficiente para garantir um lucro, mesmo com a venda de DVD’s???

  10. Eu creio que a dúvida dos executivos da Paramount tenha sido com o fracasso de Nêmesis de ou encerrar Jornada de vez e manter o que já existe no mercado ou produzir algo para DVD e ganhar um pouco mais somente com os fãs ou dar um reboot e levantar a franquia para novos consumidores e lucrar muito mais.

    Eles apostaram numa direção que acreditam ser vencedora a do reboot com Abrams.
    Acho algo bem pensado, porque eles não perderão nada com isso.
    Se não for o sucesso que esperam, não será o prejuízo que foi Nemesis, principalmente que o marketing será intenso. Eles vão tirar algum dinheiro e fazerem a franquia dormir de vez.
    Se for sucesso, continuam até esgotar o interesse no cinema, talvez partindo para uma série (animada ou não) depois, como fez George Lucas.

  11. Interessante.

    A Nicole poderia aparecer no filme para fazer o papel de Emony , uma das hospedeiras do simbionte Dax, com quem o McCoy teve um breve romance na juventude.

    Eu acho que o Abrams deveria ter convidado vários atores de todas as séries pra fazerem pontas como figurantes, nesse filme.

    Ja que , ao que tudo indica, esse filme terá muitos figurantes.

  12. Um filme com o povo de DS9 seria ótimo! Deu até saudad da serie… To esperando a quarta temporada em dvd…
    Qto ao filme ser sobre TNG ou TOS… sou muito mais a segunda opção… ela tem muito mais histórias para serem contadas e também naum possui (canônicamente falando) o gesso imposto por Gene na série a partir de TNG…

  13. mais um voto para filmes de DVD de ds9

  14. Post 11
    Não conheço este personagem Emony, qual a sua origem?

  15. Luiz Castanheira | 10 de setembro de 2008 at 5:26 pm |

    Pelo que entendi até aqui, o Meaney rodou da produção de Life On Mars (US) na esteira das negociações entre o DEK e a direção da ABC (para os que não sabem, David E. Kelley abriu mão dos seus direitos sobre a adaptação para que Boston Legal tivesse uma quinta e última temporada de treze episódios).

    (Meaney fez O’Brien por doze anos!)

    O caso de De Boer é muito diferente do de Burton e dos demais atores da TNG. Ela só participou de uma temporada na TV enquanto aqueles participaram de sete temporadas e quatro filmes. Ela sempre mostrou gostar muito de Jornada e sempre se sentiu muito a vontade em abraçar o gênero sem reservas. Tenho poucas dúvidas que ela volta em breve em alguma produção SCIFI. Quem sabe na mais nova “Filha de Nine” (TM), The Return (com René Echevarria e Greg Berlanti já confirmados como execs), da própria ABC?

    Abraços
    Castanha

    P.S.: As vezes é mais fácil conseguir 150 paus para fazer o projeto X do que conseguir 10 paus para fazer o projeto Y. É simplesmente a natureza da besta.

  16. A De Boer não fez a série “The Dead Zone”? Não é um pouco Sci-Fi não?

    Eu gostei dela como Ezri Dax…

  17. Eu gostava mais da Jadzia, o personagem dela era mais forte e ela melhor atriz (sem contar que mais bonita).

  18. “Quem sabe, uma heróica morte para Picard e Riker voltando da Titan.”

    Acho que já aprendemos que não precisa matar o capitão para passar o bastão… da última vez que fizeram isso, deu no que deu…

    Meaney podia ter aparecido no casamento do Riker…

  19. Luiz Castanheira | 10 de setembro de 2008 at 6:33 pm |

    É claro que De Boer trabalhou em The Dead zone e um monte de outras coisas SCIFI.

  20. César Michelin Jr. | 10 de setembro de 2008 at 7:27 pm |

    Pessoal, vocês viram isso?

    http://www.omelete.com.br/cine/100014992/J_J__Abrams_explica__de_novo__por_que_William_Shatner_nao_esta_em_Star_Trek.aspx

    O cara já esta perdendo a paciência. E ele esta certo.

  21. Verde, essa personagem “Emony Dax” é citada no episódio “Trials and Tribble-ations” de DS9.

    Sobre a Elzri, pra mim é uma personagem muito interessante, só foi realmente lamentável a morte da Jadzia.

    Pensando sobre isso certa vez, uma duvida me veio a mente.

    Se um hospedeiro e um simbionte tiverem que se separar, mas ambos continuarem vivos.

    Com qual dos dois, ficariam as memórias da vida de ambos juntos?

    Em outras palavras, não seria interessante se Jadzia tivesse sobrevivido, mas perdesse toda a sua memória dos anos em que viveu como Dax? memória que, iriam para a Elzri . Já imaginaram a situação do pobre Worf? 😀

  22. Bem que a Jadzia podia ter aguentado só mais uma temporada…

  23. Foi a última temporada. Depois de DS9 eu a vi somente em um filme de ficção no ciFi Channel. Nunca a vi em nada importante.

  24. madruga…qual temporada temos o episodio Trials and Tribble-ations” de DS9. ????

  25. Trials and Tribble-ations é o sexto episódio da 5ª temporada de DS9 e narra as aventuras de Sisko e sua turma de volta no tempo de Kirk e Spock com os pingos.
    Uma bela homenagem.

  26. É…

    Eu visitei o link do omelete postado pelo César Michelin Jr.

    Se a idéia do segundo filme de jornada aparecer, gostaria de ver Shatner fazer alguma participação.

    Mas sem esse espírito de querer ser a alma do filme.
    Uma ponta dele já valorizaria uma nova produção de Sta Trek.

    Mas vai depender tudo do tamanho do inchaço do ego do nosso ex-capitão.

    Apesar de tudo, sou grato a Shatner por ter dado ao Cap. Kirk a pessoa que ele é.

  27. Ao Valter (post 18) Sobre o Picard…

    É verdade! Deixa o velhinho em paz para, quem sabe, constituir algo que nunca teve:

    Família com esposa e filhos.

    (shhh… vamos falar baixo, vai que o Picard escuta: Vai ser uma choradeira total dele.)

  28. "Frank" Hollander | 11 de setembro de 2008 at 11:07 am |

    ^20: Ahaha! Esta merece artigo especial na página do TB.
    Acabou a diplomacia. Shatner quebra o cânone e ponto. Agora, fiquei intrigado com a frase “Talvez um grupo mais esperto de cineastas tivesse conseguido resolver isso”. Seriam B&B?

  29. Madruga uma situação de sibionte e ospedeiro se separarem… não acontece… ou ambos morrem… ou ospedeiro pelo menos… Mas com certeza se acontecesse o que vc sugeriu… daria uma série e tanto! Com certeza! Imagina o nível do drama de todos os personagens???

  30. Marcos, não aconteceu mesmo.

    Se não me engano, foram dois os hospedeiros Dax que tiveram que ter os simbiontes arrancados “na marra” e ai o hospedeiro morreu ( um deles foi a Jadzia)

    Mas convenhamos ja vimos cada “desculpa” para manter um personagem vivo, depois de uma morte certa.

    Que esse caso que eu citei poderia acontecer, eu penso, sem muitos problemas.

    E considerando que, na sétima temporada de DS9 os roteiristas já estavam um tanto quanto cansados, um “quadrado amoroso”: Worf, Jadzia, Elzri e Bashir” daria uma oxigenação dramática interessante a ultima temporada.

  31. Lembro de um episódio de DS9 falando da separação de simbionte e hospedeiro. Pode se retirar o simbionte e implatar noutro hospedeiro enquanto o hospedeiro anterior está vivio, mas o hospedeiro anterior morre em até um tanto de horas se o simbionte não for devolvido.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*