Ator relembra segundo piloto da Série Clássica

gary-lockwood.jpgO veterano ator Gary Lockwood, conhecido dos trekkers por fazer o personagem tenente comandante Gary Mitchell, concedeu uma entrevista exclusiva a revista Star Trek Magazine, onde relembrou o único episódio no qual participou, o segundo piloto da série original Where No Man Has Gone Before. Lockwood falou um pouco desse período.

John Gary Yusolfsky, nascido na Califórnia, hoje aos 71 anos, teve uma participação importante na Série Clássica, onde fez o personagem, amigo de Kirk, Gary Mitchell, no episódio de estréia, Where No Man Has Gone Before (Onde Nenhum Homem Jamais Esteve), em 1965. Lockwood também esteve em inúmeros filmes e séries de TV como Gunsmoke, Combate, Havai 5.0, MacGyver, Superboy entre outros, mas tornou-se conhecido pelo papel do astronauta Frank Poole no aclamado 2001, uma Odisséia no Espaço. Aqui estão alguns trechos de sua entrevista.

gary-mitchell.jpg“Eu estava prestes a fazer 2001, Uma Odisséia no Espaço de Stanley Kubrick, e tomei algumas bebidas com Gene Roddenberry em seu pátio”, disse Lockwood à revista, “Fiz a estréia na pré-série de Gene, o Tenente. Como havíamos tomado uma bebida juntos, ele (Gene) me contou sobre este piloto que ia fazer, Jornada nas Estrelas. O (primeiro) piloto teve problemas, mas eles iam refazê-lo. Gene disse – “Eu criei um papel para você em Jornada. Eu quero que você faça isso como um favor para mim. Quer?”

Continuou o ator, “Eu não achava que o piloto fosse tão bom quanto ele foi”, confessa Lockwood, “Porque era um piloto, e foi corrido, mas quando o fiz, e digo sinceramente, eu achava que realmente não seria tão interessante quanto o que se viu depois. Creio, verdadeiramente, que Jornada tornou-se um sucesso porque o mundo estava preparado para ela e Gene era o cara certo para apresentá-la”.

Fonte: TrekWeb

9 Comments on "Ator relembra segundo piloto da Série Clássica"

  1. o Gary nao fez mais nenhum trabalho importante, diferentemente da Sally kellerman que trbalhou em filmes do cinema.
    O que será que ele faz agora?

  2. A atuação em TOS foi mto boa, apesar de eu achar o papel mal escrito, pois como já disse antes, o personagem era muito falastrão e sem disciplina nenhuma na ponte de uma navel militar.

  3. Eu acredito que ele era expansivo e muito amigo do capitao. Vemos em muitos filmes americanos sobre militares este tipo de comportamento.

  4. Um dos que participaram nas primeiras voltas dadas na engrenagem da máquina chamada STAR TREK.

  5. Esse foi terrível de horroroso.

  6. não sabia que ainda estava vivo.
    está irreconhecível nessa foto…

  7. Quanto ao primeiro comentário “o Gary nao fez mais nenhum trabalho importante”, será que o nosso amigo leu o texto e esqueceu?
    Vouo lembrá-lo: “mas tornou-se conhecido pelo papel do astronauta Frank Poole no aclamado 2001, uma Odisséia no Espaço”.
    Tudo bem, eu sou treker e fan do Kirk/Shatner, mas não fecho os olhos pras canastrices do Shatner nem as qualidades do mesmo, assim como para os outros atores/atrizes/personagens…
    Mesmo que sejam convidados…
    E para quem costuma ler o TrekBrasilis mais habitualmente, depois de ter lido a história sobre o capitão Pike em “Jeffrey Hunter: Capitão dos capitães?” eu pergunto a vcs se já imaginaram se o ator tivesse mais amor próprio e resolvesse continuar a série, onde estariam Kirk, Uhura, Sulu e por aí vai…

  8. Eu realmente esqueci do 2001, acho que devido a ele ter sido uma porcaria, na minha opinião. Mesmo assim, esse filme não o projetou para nada, ou estaria errado…?
    Desculpe a falha …, mas não muda nada.
    Engraçado que o livro é uma das maiores estórias de ficção mas o filme ninguém o entende, mesmo assim é considerado um clássico da ficção.

  9. O ator Gary Lockwood participou de dois filmes “Wild In The Country” (1961) e “It Happened At The World’s A Fair” (1963) com ELVIS PRESLEY, sem mencionar em diversas participações em séries clássicas da tv.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*