Mais alguns detalhes sobre as cenas do filme (atualizado)

foto-spock-1.JPGO site ComingSoon postou uma descrição da apresentação feita por J. J. Abrams em Nova York, referente as quatro cenas, com informações adicionais, filmagens estas que foram também mostradas na Europa. Veja aqui parte do artigo, assim como outras curiosidades pelo TrekMovie. Pequenos spoilers.

Após sua turnê pela Europa, J. J. Abrams retornou aos EUA, onde iniciou a apresentação das cenas para uma mesma platéia constituída de representantes da mídia, de sites conhecidos e convidados.

Ele abriu o evento dizendo que não era fã da franquia quando jovem, mas foi atraído pelo fato de que Jornada é “o nosso futuro”, em oposição a Guerra nas Estrelas que é “muito tempo atrás em uma galáxia distante”.  

Em relação ao vilão Nero desempenhado por Eric Bana, Abrams contou uma história sobre o filme ter sido exibido para um amigo diretor que queria saber quem interpretou o Nero porque ele não o reconheceu. Para Abrams, Bana não interpreta o típico cara mau da ficção, mas traz um especial realismo a Nero. “Ele está assustador”, disse Abrams, “Nunca o tinha visto assim desde Chopper (psicopata interpretado pelo ator em filme de mesmo nome)”.

Veja algumas informações adicionais referem-se as cenas pelo sites TrekMovie e ComingSoon.

Na cena inicial da ponte da Enterprise, temos o capitão Pike no comando, e o primeiro vislumbre de John Cho como Sulu e Anton Yelchin como Pavel Chekov na navegação, além de um oficial de comunicações (não a Uhura). O sotaque de Yelchin é usado para algo como efeito cômico, no qual Chekov tenta falar as coordenadas para o computador da nave, mas a sua incapacidade para dizer a palavra “Vulcano” (pronunciado por ele “Wulcan”) torna difícil o seu entendimento pela máquina.

Quando Kirk consegue convencer Pike e Spock da verdade sobre o que está acontecendo em Vulcano, Spock (Quinto) diz, “A análise do cadete é boa”, embora o elogio seja temporário.

Na cena em que Leonard Nimoy contracena com Simon Pegg, Spock velho e Kirk encontram Scott e um alienígena que lembra o Yoda (opinião do site) num planeta gelado. Scott decidiu se exilar para um posto abandonado após uma experiência errada em que morreu o cão do almirante Archer. Spock passa a tecnologia do transporte Trans Warp (transdobra) onde pode-se teletransportar para uma nave em velocidade de dobra.

Spock (Nimoy) chama o jovem Kirk (Pine) algumas vezes de “Jim”. O roteirista Roberto Orci disse num chat com internautas do TrekMovie que o encontro entre os dois Spocks se dará após o encontro de Spock velho com Kirk.

Na cena em que ocorre a batalha entre a Enterprise e a nave de Nero, Spock (Quinto), no comando, chama o médico chefe e McCoy (Urban) responde que o médico está morto. Spock diz a McCoy que ele agora é o chefe médico da nave. McCoy sarcasticamente diz, “Sim, me diga uma coisa que eu não sei”.

No momento é só. Vamos aguardar por mais novidades.

Nota:

Atendendo a pedidos estamos publicando imagens do trailer fornecidas pelo TrekWeb.

imagem-1.jpg

imagem-2.jpg

imagem-3.jpg

imagem-4.jpg

imagem-5.jpg

Fonte: TrekWeb e TrekMovie

66 Comments on "Mais alguns detalhes sobre as cenas do filme (atualizado)"

  1. Pessoal, no site Trekweb há duas novas imagens da ponte que a detalham melhor, e os detalhes em vermelho e o painel da ponte usado por Sulu e Checov está lá, na cor preta e, ao fundo, dá pra ver o elevador de acesso à ponte.

    Quanto ao quase Yoda, quando o povo reclama que isso está virando um SW, não dá para discordar! Mas não quero levantar esse debate aqui. Por favor esqueçam, senão vira outro ST x SW.

  2. Rafael RafaData | 18 de novembro de 2008 at 9:22 pm |

    Cara, algo me diz que o McCoy vai ser o melhor!!

    Espero que todo o filme seja bom, mas tudo que vi do Urban tá 100% perfeito!! Espero que no filme ele se confirme assim mesmo!!

    Já tô gostado mais dessas descrições de cena, que me assustaram bastante no começo!!

    Só não achei legal o “”Yoda”” aí!! Isso complica!!

  3. Lembrem-se que a descrição como “Yoda” é uma opinião do autor do artigo.

    Pode ser um animal símio com orelhas grandes e pontudas ou algo do tipo.

    Afinal quem ficaria com Scott num posto abandonado em um planeta gelado?

    Acho essa insistência de fazer o Chekov o cara engraçado, apenas porque possui sotaque russo é forçar uma barra desnecessária. Abrams falou não sei aonde que o “problema” da presença de Chekov em TOS somente na 2ª temporada, eles não esqueceram e foi resolvida de forma elegante no filme. Pensei que eles fossem chutar o pau da barraca nesse ponto.

  4. “Afinal quem ficaria com Scott num posto abandonado em um planeta gelado?”

    Outro Scott, só que de 12 anos?

  5. Como encontro as tais fotos do site Trekweb ???

    Sempre que entre no Trekweb eu fico “mais perdido que cão que caiu de caminhão de mudança”…

  6. Ao acessar a página principal, está lá no campo superior direito, link para notícias, com data de hoje, dia 18! Aparecerá uma matéria e logo abaixo as fotos!

  7. Para ficar mais fácil, é a 2ª chamada: “18 nov: More Detailed Description of Star Trek Scenes Show in New York – Major Spoilers”

  8. Outro detalhe: o piso sob e à frente da cadeira do capitão é iluminado, tipo um acrílico leitoso com luzes brancas!

  9. E à frente da mesa do Checov parece haver uma luminária. ???

  10. Parece que os amigos acima deixaram escapar o mais importante:

    Com a tecnologia de tradutor universal que a federação tem, o computador da mais avançada nave estelar construída desde então não consegue entender o sotaque de um tripulante da própria nave?

    Isso é uma das coisas que nunca aconteceria com o criador!

    É coisa de fã de ficção cientifica para crianças (Star Wars).

  11. Acabei de pensar no famoso “Efeito Chicote” (que provoca graves lesões cervicais) ao ver fotos das cadeiras da tripulação de naves como a U.S.S. Enterprise.

    Vejam que não existe encosto de cabeça em nenhuma cadeira. Acho que acima do cânone está a (fictícia) segurança e conforto dos tripulantes:

    http://bitcast-a.bitgravity.com/slashfilm/images/startrektrailercap17.jpg

    http://bitcast-a.bitgravity.com/slashfilm/images/startrektrailercap24.jpg

    Alguém explica isso, SEM evocar ao cânone???

  12. Realmente, consegue identificar e traduzir a lingua dos romulanos, dos Klingons, vulcanos, ferenguis, orianos etc., mas não consegue identificar o sotaque russo! Rsrsrsrs.

  13. Apenas 50 (cinquenta) fotos do “trailer” de STAR TREK:

    http://www.slashfilm.com/2008/11/18/50-star-trek-photos/#more-17087

    Clique nas imagens para vê-las em 1920 x 800 pixels de resolução.

  14. Post 11: Acho que você necessita urgente estudar um pouco a teoria de dobra espacial e aceleração continua. Não existe efeito chicote!

  15. Desculpe, no espaço.

  16. post 11 e 14

    E os Amortecedores de Inércia???

    Life Long and Prosper \\//_

  17. Post 16: A brincadeira foi boa!

  18. “Realmente, consegue identificar e traduzir a lingua dos romulanos, dos Klingons, vulcanos, ferenguis, orianos etc., mas não consegue identificar o sotaque russo! Rsrsrsrs.”

    Inconsistências, inconsistências dentro do próprio roteiro. Não precisamos nem ir muito atrás do cânone.

    Outra bobagem:

    “Scott decidiu se exilar para um posto abandonado após uma experiência errada em que morreu o cão do almirante Archer.”

    Penitência? Castigo? Banimento?

    A qualidade desse roteiro lembra muito certo episódio de Enterprise, onde o mencionado cão urinou em uma árvore sagrada, obrigando Archer a realizar um ritual todo abobalhado.

  19. Estão colocando um engenheiro apaixonado pela tecnologia como um bobo que se auto-exila para “fugir” de algum tipo de punição. Um escocês orgulhoso de suas origens e de sua cultura como um bobo que causa acidentes com um cachorro.

    Meu amigo, o que este criador de bobagens fez com a criação de um gênio!

  20. tem tanta coisa melhor pra fazer referência do que o cão do Archer…

  21. Realmente estranha essa justificativa pro Scott ficar exilado!!

    Muito bobo e que não convence sendo ele o homem ávido por máquinas espaciais fantásticas!!

  22. ô Renato, e ainda tornou o “fazedor de milagres” um idiota incompetente. Além de não ter observado a mais comezinha regra de qualquer experimentação cosmonáutica, mesmo nos dias atuais: não submeter qualquer ser vivo a perigo desnecessário. Por quê ele não fez experiência primeiro com um objeto inanimado?

    Eu nem me preocupo mesmo com o cânone, pois o filme nasceu pra ser paródia de startrek… Promete horas de diversão assim como “Heróis fora de órbita”… hehehehe… =)

  23. “Eu nem me preocupo mesmo com o cânone, pois o filme nasceu pra ser paródia de startrek… Promete horas de diversão assim como “Heróis fora de órbita”… hehehehe… =)”

    Gente, esse filme tá [email protected]%$#&!, hein?
    Alguém se lembra de “Van Helsing”?
    Esse filme é o Van Helsing da Ficção Científica!
    Vai misturar grandes personagens numa historinha sem pé nem cabeça, um visual LOUCO, um humor CHULO tudo num ACTION PACK absolutamente desnecessário – SIM eu sei soletrar desnecessário!
    Preparem-se para mais referências AINDA sobre: Transformers, X-Men, INDIANA JONES – tá no trailer!etc.

    Mas é isso aí Uhuuu! BAY WARS!!!

  24. 1 – Post 67: artigo “Avariando e Analisando o Trailer”

    1.a – De acordo com notas expositivas e comentários da Paramount em sua coleção de DVD para TOS 1ª temporada o Sr. Kirk no episódio “A consciência do Rei” teria 34 anos conforme notas preparadas por Roddenberry aos escritores do capítulo. Desta forma é de supor que o Sr. Kirk provavelmente teria 33 anos ao assumir o comando e irá assumir temporariamente o comando da Enterprise em STXI. Senão mais um detalhe cânonico para o espaço.
    1.b – O episódio “PRIMEIRO COMANDO” 1ª temporada TOS também foi para o espaço sideral, pois pelo que parece Spock assume o comando da Enterprise neste filme.

    2 – Post 34: artigo “Avariando e Analisando o Trailer”
    U.S.S Astral Queen (A Consciência da Rei)

    3 – Analisando melhor a cena do Hangar, me parece que esta estrutura se encontra na superfície em nada se assemelhando ao Hangar da Enterprise. Creio que a tripulação estava sendo embarcada nos veículos de suporte para a Enterprise estacionada em órbita. (Vide primeira foto da Enterprise – veículos de suporte se aproximando).

    4 – Analisando melhor as fotos da U.S.S Kelvin me parece que em sua estrutura superior, onde se encontra na parte frontal o defletor, observa-se na parte posterior o que se parece uma porta do Hangar.

    5 – Post 19: VALEU, VALEU MESMO. O Sr. Scott não me parece com o tipo de sujeito que se auto-exilaria. Com certeza, segundo sua personalidade, me parece que o mesmo arriscaria enfrentar uma Corte Marcial do que ficar com um “Yoda” também em exilio por quê falhou em sua missão para derrotar Lord Darth Sidious. (Mensagem subliminar a parte do Sr. J.J. Abrams)

  25. Alguém poderia me esclarecer por quê 02 luminárias estão instaladas nos painéis do Sr. Sulu e Sr. Chekov em uma nave estelar do século 23 ????
    Será que não dispunham de uma técnologia avançada de iluminação localizada com especificação de lumens e lux adequados.
    Painéis fosforescentes ou bioluminescentes com baixa iluminação na ponte ou através de leds ou lâmpadas dicróicas com baixo consumo já possibilitaria resolver tal impasse neste século.

  26. Esse filme está igual`ao TAS. É da Paramount, diz ser estar trek, mas está dificil de engolir…
    Dá para assistir TAS, levar a “sério” como Star Trek são outros 500.
    No fórum, um colega colocou uma questão muito interessante: ele explica que o filme funcionaria muito melhor se fosse a história de Kirk, ou da Enterprise etc… Mas a história de Kirk + Spock + McCoy + tudo, isso complicou tudo, e de certa forma poderiam ter feito uma continuação com ST XII muito mais coerente.
    Foi uma sacada muito legal dele.
    Outra:
    Van Helsing da ficção científica foi boa…. ri bastante, tomara que vc estaja errado.
    Uma coisa que tenho medo, é que fique como o King kong dos anos 70. Mudou tudo, colocou o gorila pendurado no WTC e o mataram com helicopteros militares. Ou seja fizeram um upgrade “necessário” e hj ninguém lembra mais do filme. Décadas depois fizeram outro, muito mais próximo do original com sucesso relativo de crítica e público. Essa última versão deverá ser bem lembrada com o tempo e comparada com a original, a dos anos 70, esquecida para sempre.

  27. Post 25
    Não seriam joystick?

  28. Quero dizer:
    “e de certa forma poderiam ter feito uma continuação com ST XII muito mais coerente.”
    Poderiam fazer e não ter feito ST XII. Isso ´´e que dá, ficar voltando no tempo e indo pro futuro, deixa agente maluco mesmo. Efeito colateral de tanto deslocamento temporal em ST

  29. Alguém também poderia me esclarecer, por quê que um alienigena romulano de uma cultura que não conhecia a Terra tem o nome de um imperador romano cruel. Se ele optou por usar este pseudonome somente para aterorizar os humanos, é mais um cânon que vai para o espaço sideral. Pois de certa forma ele obteve a informação através de informações previamente coletadas da cultura terraquea.

  30. Bom, uma coisa não tem como negar. McCoy está ótimo em td que vimos. Acho que ele vai ser o mlehor, sem dúvida.

    Agora, esse negócio do cão do Almirante Archer eu não to conseguindo entender…Deve ser o cão mais velho do mundo.

  31. Vai ver que é o neto do Porthos…..

  32. Caro OBSERVADOR,

    Também notei essa incriatividade em relação ao nome do vilão da vez.

    Para justificar, (ironicamente falando) me lembrei da abertura (maravilhosa, digno de um filme de Star Trek, por que nunca pensaram nisso para a série?) do filme CONTATO, com Jodie Foster.

    As antigas ondas de transmissão de rádio e tv escapando da atmosfera da terra, passando pela Lua, extrapolando as fronteiras do sistema solar e alcançando as nebulosas exteriorres do espaço profundo e além até serem captadas e reorganizadas pela tecnologia dos…

    romulanos, pelo visto, admiradores de nossa cultura.

  33. A ideia do Checov não conseguir pronunciar a palavra Vulcano é ridicula, como um computador do seculo 23 com um amplo banco de memoria vocal, não conseguiria ao menos dizer: A palavra sugerida seria “Vulcano”. Hoje se você digita uma palavra com um erro de grafia o proprio Google te dá a opção mais correta ou aproximada. Lamento Mr Abrams mas essa não colou…..Mas ainda sim quero ver esse filme, fui!

  34. Caro OBSERVADOR (lá em 25),

    As luminárias de mesa sobre o timão e a prancha do navegador realmente estão retrô:

    Elas foram vistas no século 20/21 e se chamavam “Pelicano”.

    http://www.induspar.com/loja/img_prod/101201/180_1109_1.jpg

  35. POST 29
    OBSERVADOR
    Os romulados foram baseados no império romano. Não me lembro mais dos detalhes, mas tinha alguém da produção cujo filho gostava da história de Roma, daí ele teve a idéia.
    Romulus de Rõmulo e Remus, que na mitologia romana foram os fundadores de Roma e que quando criança teriam sido alimentados por uma loba. Você pode ver que os nomes geralmente são ligados a Roma, como: Décius e etc… Não me surpreendeu, então, que tenham escolhido o Nero como vilão. Não é criativo, mas muito coerente com o malfadado (e agora destroçado) “cânon”.
    Abraços

  36. “…consegue identificar e traduzir a lingua dos romulanos, dos Klingons, vulcanos, ferenguis, orianos etc., mas não consegue identificar o sotaque russo…”

    “…Estão colocando um engenheiro apaixonado pela tecnologia como um bobo que se auto-exila para “fugir” de algum tipo de punição…”

    Gente, tudo isso é especulação até mesmo o tal “Yoda”. As cenas foram descritas com comentários de quem viu. Além do mais nos foram descritos 20% do filme com cenas sem ligação uma com a outra. Não sabemos de sua sequência, portanto deve (e espero) haver uma explicação plausível para tudo isso.

    Ao que parece, de primeira, ficou estranho o comportamento do computador com Chekov. Se o computador não havia ainda “assimilado” o sotaque por que colocar o rapaz logo na ponte? Mas é uma cena apenas, não sabemos do resto. Eles disseram que haveria uma explicação no filme para a presença de Chekov e conciliando com sua presença somente na 2ª temporada de TOS.
    Vou esperar pra ver.

    Quanto ao Scott, pela única cena que vi no trailer, ele parece um pouco com o original na medida em que acha a tecnologia da Enterprise excitante, no resto só vendo um novo trailer ou o filme em si.
    Quem sabe ele não tenha sido teimoso e experimentado a máquina a revelia da Frota (isso é característica do Scott). Quanto ao cachorro, espero que haja uma explicação razoável.

    Post 24.
    “…Analisando melhor a cena do Hangar, me parece que esta estrutura se encontra na superfície em nada se assemelhando ao Hangar da Enterprise. Creio que a tripulação estava sendo embarcada nos veículos de suporte para a Enterprise estacionada em órbita…”

    A cena talvez refira-se ao embarque na Terra para as naves, pode ser um embarque de treinamento, não falaram algo desse tipo? Há um comentário também no AICN que fala de algo catastrófico que causa uma confusão de chamada para AS NAVES e que Kirk fica doido por saber que não foi chamado.

  37. Outra coisa que achei interessante e sempre foi uma crítica minha, do Leandro e de vários colegas é quanto aquele clichê de ser a Enterprise a única nave na região de qualquer acontecimento.
    O fato de chamarem várias nave inclusive a Enterprise já muda um pouco esse foco. É um avanço.

  38. “A cena talvez refira-se ao embarque na Terra para as naves, pode ser um embarque de treinamento, não falaram algo desse tipo? Há um comentário também no AICN que fala de algo catastrófico que causa uma confusão de chamada para AS NAVES e que Kirk fica doido por saber que não foi chamado.”

    Não creio, logo se vê o teto como arco, muito sugestivo de uma nave, compartimento de Pods, possivelmente chegada na Enterpeise.

  39. Post 34
    É possível que veremos tbem um orelhão na nave e uma video locadora de VHS ou Betamax , hehehheh!

  40. Não há nada mais natural do que o nome do vilão romulano COINCIDIR com o de um tirano romano da nossa cultura.

    Afinal de contas, “canonicamente” falando, há várias coincidências similares ou até mais gritantes como os próprios planetas “Romulus” e “Remus”, termos como “Pretor”, “Centurião”, uma ave de rapina como símbolo (em Roma usava-se a águia de Júpiter como estandarte) ou até o sistema de governo baseado na figura importante do Senado.

    Fora que o nome Nero é consistente com a estrutura de outros nomes romulanos já conhecidos como Sela ou Suran.

    Sem querer bancar o advogado do diabo mas, acho que reclamar agora porque um personagem romulano recebeu um nome conhecidamente romano é chegar meio tarde, tipo uns 40 anos atrasado. Reclamasse então durante a série.

  41. E alguém aqui se lembra do nome AYEL? O vilão, e 2º em comando de NERO, personagem feito pelo Clifton Collins Jr.
    _______________________

    Ayel é invocado para oferecer auxilio quando a pessoa precisa de consolo ou sofrer algum tipo de injustiça.

    Leia o SALMO 36, e faça a seguinte invocação:

    Divino AYEL,
    afastai de mim toda a horda de malfeitores e não me deixai cair na soberba, ou na tentação de fazer aquilo que não posso, ajudai-me na segurança pela luta da sobrevivência, hoje e sempre.

    Amém…
    ___________

    In law, AYEL, also known as AYLE, AIEL, or “de avô”, is a writ where a grandfather, being seized on his demesne on the day of his death, a stranger enters the same day, and dispossesses the rightful heir, the grandchild. The writ allowed the grandchild to oust the stranger.

  42. Post 40: Nas lingua romulana Romulus deve ter outro nome, assim como Vulcano na lingua vulcana. Em inglês o tradutor universal a converte para Romulus por convenção da Federação visto a cultura deste povo ser muito similar a romana, no entanto nada justificaria a adoção do nome de um imperador terraqueo. Outra furada do Sr. J.J.
    Post 38: Se este Hangar for o da enterprise o acabamento está pior que o hangar apresentado em TOS em “PRIMEIRO COMANDO”, muito pior.
    Dá para perceber as estruturas metálicas em arco, as luminárias pendentes e as esquadrias de iluminação natural, que demonstram que o local está de certa forma em superfície ou muito próximo de uma estrela.

  43. Post 41: Se AYEL for original da lingua Hebraica, já que foi citado o Salmos 36 escrito por judeus, realmente será outra grande furada do Mr. J.J. Abrams, mais uma para o seu curriculum. Roma é uma coisa Israel é outra.
    Eeetaaaa Sr. J.J. até onde iremos com tanta mancada.
    Isto está começando a aparecer um conto de fadas.

  44. Post 39:
    Agora vocês estão entendendo o por quê do soutien (sutiã), em pleno século 23.

    Você esqueceu da vitrola com disco de vinil.

    Eeeetaaaa J.J. até onde chegaremos com tanta desinformação.

  45. [OFF TOPIC]

    Alguém aí “chutaria” o que daria se se pegasse STAR TREK e misturasse com WATCHMEN ???

  46. Post 45:
    Esse é um trabalho para o SUPER MADRUGA!!! 😀

  47. Post 46:

    É bem por aí, mas se respondesse mais a sério teria sido bem mais preciso.

    Quer tentar outra vez ? ? ?

  48. Veja só:

    Estação orbital + Naves espaciais + Teletransporte + Alienígenas + Viagens temporais + Vigilantes Uniformizados + Superpoderes…

    = ” LIGA DA JUSTIÇA ― SEM LIMITES “

  49. Putz, esse observador é muito chato! Tá loco!

  50. Brincadeira…. ô loco meu!!! Pra baixar o cacete é dois toques hein????

    Ficar implicando com:

    Luminária: É óbvio que isso é uma homenagem retrô, na TOS não tinha um microfone estranho que ficava na cadeira do capitão?

    O Sutiã da Uhura: Só porque é o século 23, tudo tem que ser diferente? Quer dizer então que os homens não devem usar cueca? A Uhura não deve usar calcinha? e ninguém deve estar usando meias?!!!!!!

    E o fato da Uhura mostrar o sutiã numa determinada situação, é perfeitamente normal,
    e parece que a cena se passa ainda na terra, o que não afeta em nada a sua reputação como mulher e oficial da frota.

    A juventude dos personagens: O filme é sobre a juventude dos tripulantes da Enterprise, e vocês querem pessoas com espírito de 40 anos? Mesmo sendo o século 23, os personagens não seriam retratados daquela forma recatada dos anos 60, com a Uhura tocando harpinha no refeitório.

    Como disse o Kirk em ST2, “ Galopar a Galáxia é coisa para os jovens!” , é claro que depois ele demonstrou que experiência conta muito, mas esse amadurecimento os personagens vão demonstrar futuramente, ou já demonstraram…

  51. Bom, como eu já parei de ler os posts faz tempo, e nem tenho a pretensão que leiam os meus, chego a seguinte conclusão:

    – Quem não gostou até agora dificilmente vai gostar do filme. E se verem (dúvido que os pessimistas não vão, pelo menos, baixar o filme no dia da estréia), vão dedicar os 120 min. para procurar violações do cânon e outras coisas. E se gostarem de uma cena sequer, nunca vão revelar, pois interferiria em seu discurso radical.

    – Já pelo contrário, quem está gostando até agora, pode ver o filme e odiá-lo. Eu me enquadro aqui. Estou gostando até vê-lo, não sei qual será minha reação (até por que nao o vi ainda). Dai virei aqui no TB e discutir com pessoas razoáveis (to procurando ultimamente) sobre as cenas que eu gostei, e quais eu não gostei, e fazer um balanço final do filme, se foi bom ou não.

    O que eu não admito são radicalismos. Se gostaram de algo, digam. Se não gostaram, também. Mas não justifiquem a suas afirmações sobre um “pseudo-cânon”, como aquele que fala que o Robert April é o capitão da Enterprise, algo só referido em TAS. Ou tem gente que queriam ainda os médicos da época dos pilotos (Dr. Boyce e outro que nao me lembro), que não deixam de ser um esboço de McCoy (episódio piloto = teste!). Se eu queria um filme canônico? Poderia ter uma boa história respeitando alguns parâmetros do cânon, mas eu não sou roteirista nem trabalho em Hollywood. O que eu quero é um bom filme, independemente se é cânon ou não, se é Star Trek ou não. E isso não deu para sentir ainda…

  52. Post 47:

    Não, obrigado… tá na hora de pingar meu colírio alucinógeno… 😎

  53. Leandro Martins | 19 de novembro de 2008 at 3:18 pm |

    O post do Tomalak cita bons pontos. É perceptível, através dos tubos das Intarwebs, que uma parcela do fandom já investiu tanto em ódio preemptivo ao filme que a possibilidade de o filme vir a ser bom — nem sequer ótimo, apenas bom — é algo que os está aterrorizando a esta altura. Daí o atual nitpick ao adnauseum.

  54. Urban na cabeça desde q foi anunciado como Magro fiquei muito satisfeito. E ja começou bem a relação com Spock rsrsrs vai ser o melhor do filme.Sempre qdo tenho pouca espectatiav sobre um filme me surpreendo, como acontceu co m Batman achei q seria uma bosta e na verdade foi muito bom.

  55. Como cinéfila e apreciadora de ficção científica, tudo que quero é assistir a um bom filme em maio de 2009. Sendo Jornada, melhor ainda! Vou ter a chance de rever personagens tão admiráveis, que que me fascinaram quando eu era uma adolescente de 14 anos.

    Alguém já disse neste fórum que deveriamos refletir sobre o adjetivo ‘científica’ que se segue a ‘ficção’. Concordo com a colocação; uma abordagem mais cerebral sempre foi o diferencial de Star Trek. Gene Rodenberry era um visionário (uma mulher como imediato? nos anos 60? pena que não deixaram ele seguir com a idéia). Ter a ousadia de, ao menos, tentar vislumbrar o futuro: isto é Star Trek. Contudo, ST nunca foi um ‘2001- Uma Odisséia no Espaço’ como já andaram falando por aqui, isso já é exagero. ST ficaria num meio termo entre 2001 e… errr (bem , ia citar Star Wars, mas aí vou acabar reabrindo sem querer a p* da discussão de novo rss). Se bem que, com tantas viagens temporais, ficaria entre um 2001 e “De volta para o futuro”.

    Adoraria que o Abrams tivesse um décimo da visão do Roddenbery, mas desde o começo duvidei que seria assim, então já me preparei para algo mais ‘aventuresco’ mesmo e não tão filosófico. Vai que ele achou a luta do Kirk com aquele jacarezão a coisa mais bacana do mundo rss? Brincadeiras a parte, sempre gostei das doses de aventura em TOS. Tirava sarro do Kirk de camisa rasgada e das lutas mal feitas, enfim me divertia muito. Às vezes achava chatos os episódios muito ‘cabeça’, e olha que descerebrada eu não era (garota de 14 anos fã de Star Trek? Adolescente típica!) Enfim, nada de levar tão a sério.

    Ainda é cedo pra dizer que o roteiro é ruim e se vão avacalhar com os personagens. É esperar, feliz da vida, sem stress, para ver.

  56. Post 55

    Interessante sua colocação s/ 2001, estava justamente a pensar isso alguns dias.
    Qual o melhor representante da ficção cientifica?
    2001 é soberbo, mas ST já existia antes, com histórias maravilhosas, que revendo hoje só perdem pra 2001 pelo apuro técnico, sem contar toda a contribuição com várias séries, inspirações e chegando a ter (pelo pouco que sei) toda a simpatia da Nasa a ponto de dar o nome da nossa amada a uma nave.
    (estou escrevendo sem fanatismo)

  57. Post 49:

    VALEU, VALEU MESMO.

    TODA CRITICA É CHATA, POR MAIS CONSTRUTIVA QUE SEJA.
    E por falar em construtivismo, assunto interessantissimo para docentes ou pedagogos, é o que não vemos em ST DEGENERATIONS.
    Eu quero um filme a altura de Gene Rodenberry com toda tecnologia que dispomos no século 21, com ótimo roteiro, cheio de ficção, cheio de ST.
    Somente para vocês teremo uma idéia. Já foram para o espaço os seguintes episódios da 1ª temporada:
    1 – The Cage
    2 – Balance of terror
    3 – The Menagerie
    E talvez muitos outros mais.

    The Mr. J.J. já violou de forma escancarada a primeira diretriz temporal, alterando cronologia, eventos e história.
    Sua punição. Isolamento no planeta Trekkniano, na prisão ômega 6, visando sua reabilitação e educação em toda escrituração trekker, para ciência de fatos, história, cronologia e diretrizes.

  58. Já pensaram para pensar do porquê do trailer/filme ter tantas cenas da infância e adolescência de Kirk e Spock? Eu presumo que seja porque a manipulação temporal pelo velho Spock começou já ali, e não deve ter se limitado apenas aos eventos envolvendo os 2 personagens. Pelo jeito a história foi mudada a ponto de justificar todas as alterações do cânone que já foram detectadas.

    Assim, através dos estratagemas temporais do velho Spock, a Enterprise teve seu design alterado e agora é montada no solo de Iowa, personagens que se juntariam à tripulação apenas mais tarde já estão juntos, etc. Enfim, Spock teria preparado tanto a nave como sua tripulação para que enfrentasse, em melhores condições, a ameaça que poderia resultar na destruição de Vulcano: Nero.

  59. Saldan, concordo plenamente com sua observação.
    Provavelmente é isso mesmo que vai acontecer no filme.

    Nero vai aparecer e meter bala na Kelvin, Spock virá atrás. (Talvez a pedido do nosso velho e conhecido DANIELS) ou seja, a GUERRA FRIA TEMPORAL CONTINUA! 😛

  60. PESSIMISMO NA ANÁLISE

    O que importa para Abrahans é COMÉRCIO, nada mais. Reavivando a velha máxima de que “nada é tão ruim que não possa piorar”, nós que tanto malhamos Branon como sucessor de Roddenberry, acho que passaremos a sentir saudades…

    Duas coisas irracionais me chamam a atenção na ponte. A primeira é a poluição visual da mesma. Como os tripulantes podem se concentrar em seus painéis e mostradores com tanta luz nos consoles, nas anteparas, no teto e até no chão? Recomendo protetores solares e óculos escuros!

    A segunda é a enormidade da tela principal. Qual o sentido prático (e tático) de uma tela cujas dimensões ultrapassam o campo visual de piloto e navegador, e. suspeito, que ultrapassam mesmo o campo visual a partir da cadeira do capitão?

    E agora, mais hilário, os corredores com chão espelhado servem para “refletir emissões EM que possam atrapalhar a gravidade artificial” (kkkkk) ou apenas para satisfazer a intenção sexista de se olhar minissaias por baixo (o que tem pouca graça)?

    Como disse a Suzana, TOS fazia rir sim (também já fiz muita piada sobre a camisa do Kirk rasgando ao primeiro corpo a corpo, com os dublês mal-disfarçados de Shatner e Montalban, com o infeliz episódio de “O cerébro de Spock”, com o carpete soltando pontas na ponte de comando, etc). Mas TOS também nos proporcionou boas cenas de batalha, enternecia e, por vezes, induzia à reflexão sobre temas caros a quem se importa com a humanidade, tanto no futuro como hoje.

    STXI, pelo que vi até agora, apenas divertirá. PONTO!

  61. Alguns momentos da clássica são tão queridos que é difícil aceitar que eles serão descartados.

    Eu vou assistir o filme é claro, mas que eu não estou gostando muito desse caminho, não estou.

    Não vou repetir aquela ladainha de “eles deviam ir pra frente, não pra trás” por que não adianta mais…

    Pelo menos eles podiam começar o filme já no 4º ano da clássica…

  62. Post 69: Não é o Abrams que está preocupado com o comércio, é a Paramount, dona da franquia. Ou alguém em sã consciência acha que eles vão manter viva uma franquia deficitária? Jornada vai continuar em produção se der lucro, e é isso que eles acham – Jornada tem potencial para render, mas para isso tem que ter a injeção de um público novo, que só será atraído por um produto que lhe agrade. Daí as mudanças. E não vai ser pela minoria (sim, minoria) xiita que eles vão mudar a estratégia.

  63. Post 58:

    Também concordo com tudo que digitastes na postagem.

    Mas como será que o próprio NERO se encaixa no contexto?

    Se NERO é realmente do século XXIV, qual seria sua relação de “amor-ódio” com a Frota Estelar e com o próprio Kirk?

    Havia algum descendente direto de Jim T. Kirk no Século XXIV ??

    No século XXIV os Romulanos já não eram “pacíficos” após ST – Nemesis ???

    O que foi a tal “Guerra Fria Temporal” ???

    Quem seria o tal “future guy” ???

    Quem é esse tal de DANIELS do post 59 ???

    Sejamos muito francos.

    Acho que agora está faltando um belo PÔSTER para nos acalmarmos, não está ??

    Com a U.S.S. ENTERPRISE em destaque, claro!

  64. Aliás, é mito chamar hollywood de mercenários. Esse argumento não cola comigo. Na realidade, todos buscam dinheiro. Até o filme mais artístico, ele só saiu por que os produtores acharam que a “artisticidade” vai render lucro para um certo segmento da população.

    TODOS visam lucro. Seriam ilógico fazer um filme perfeito para agradar todos os fãs, mas só dar prejuízo.

  65. Em pleno século XXI, me entristece ver algo assim acontecendo. Pessoas que se dizem fãs de uma série que praticamente nos ensinou tanta coisa sobre humanidade… se comportando deste jeito.

    Uma série que invoca o desenvolvimento contínuo da sociedade e o do ser humano como indivíduo.

    Uma pena!

    O novo filme Star Trek retorna no tempo e com ele, os fãs o fazem tb. Mas os fãs não voltam em uma época nostálgica… e sim, em uma época que ninguém quer mais lembrar.

    Que época é essa?

    Inquisição!

    Bem vindo à caça as bruxas… ou deveria dizer… “Bem vindo ao mundo do pré-julgamento desmedido e da intolerância embasada no “Santo CANON”

    (como se isso fosse tudo no mundo do ENTRETENIMENTO)

    Fazer o que, né?!
    Vida longa e próspera!

    OBS: Coitado do J.J. se esse filme não der certo… “Peguem suas tochas e coloquem mais lenha na fogueira!”

  66. Alexandre Madruga | 21 de novembro de 2008 at 12:00 pm |

    O filme vai dar certo por remontar o ST. Dia 8/5/2009 tá longe, mas isso vai ajudar a entender as mudanças e a nova ST que vem por aí. Em boas mãos (de Diretor) está. Quem sabe ST fica mais eletrizante. QUe assim seja. Kaplah!!!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*