Anthony Rapp fala sobre temporada 3 de Discovery

Durante o painel Dragon Con Goes Virtual, na semana passada, o ator Anthony Rapp discutiu um pouco sobre a  terceira temporada da série Star Trek Discovery.

Um tema que será aprofundado nesta próxima temporada, segundo Rapp, é a dinâmica da família:

A terceira temporada se aprofunda na dinâmica familiar. Não apenas a família literal – obviamente nos aprofundamos nisso com Burnham e Spock e seu relacionamento entre irmãos – mas a família das pessoas que tiveram que deixar tudo para trás para ir para o futuro.

Para o ator, essa dinâmica de relacionamentos é difícil de se ver nas séries scifi, pois na maioria delas, os roteiristas apenas ignoram as consequências e seguem em frente. Mas em Discovery, Rapp diz que os showrunners levaram a sério a oportunidade de explorar a parte humana.

Sim, estão cheio de ideias legais e divertidas que são divertidas de contemplar, mas também permite que você examine a resistência à adversidade, o sofrimento, a adaptabilidade e a coragem e como você continua enfrentando todas essas coisas.

Em outro ponto do painel, Rapp disse que gostou da volta de Hugh Culber (Wilson Cruz) na segunda temporada e de todo o drama de Staments para recuperar o relacionamento entre eles. Já nesta terceira temporada, ele comentou o que veremos de Stamets e Culber:

Eu não diria que há o mesmo tipo de solavancos. Acho que tudo o que passamos nas duas primeiras temporadas ganhou o direito de que as coisas pareçam mais acertadas entre eles. Como eu estava aludindo antes, a terceira temporada lidou profundamente com o senso de família e, certamente, o relacionamento de Stamets com Culber é uma dinâmica familiar que é explorada muito, muito ricamente na terceira temporada.

Quanto ao elemento humano, Rapp diz que ainda estará presente no longínquo século 32 e isso se deve ao toque emocional da showrunner Michelle Paradise.

Ela trouxe um incrível senso de fidelidade da verdade emocional quando chegou a série. Assim, para ela tudo o que está acontecendo entre os personagens faz sentido emocional e psicologicamente. Portanto, será respeitado o elemento humano desde o primeiro momento até o último momento da terceira temporada. Sem dar spoilers, digo que todas as coisas que acontecem têm consequências. Elas têm significado. Não há nada de frívolo.

O ator revelou ainda que uma das cenas mais memoráveis nesta terceira temporada foi sob a direção de Jonathan Frakes:

Bem, há uma cena na terceira temporada. Eu simplesmente não posso dizer o que é. Fiquei extremamente grato por Jonathan Frakes, que se tornou um de nossos diretores recorrentes e parte de nossa família. Ele é um ser humano incrível e um ótimo diretor. Ele realmente entende todos os aspectos do trabalho. E eu tive uma cena muito intensa para fazer na terceira temporada. E quando li o roteiro e vi a cena, pensei, ‘Uau!’ E então, quando soube que Jonathan estava dirigindo o episódio, fiquei aliviado. Porque eu sabia que estaria nas melhores mãos possíveis e que ele não deixaria um momento disso não funcionar e que iria se certificar de que era seguro, era puro e verdadeiro e tudo mais.

A terceira temporada de Star Trek: Discovery estreará dia 15 de outubro pela CBS All Acess e no CTV Sci-Fi Channel, Canadá. No Brasil será exibida, no dia seguinte, pela Netflix.

Fonte: TrekMovie


Be the first to comment on "Anthony Rapp fala sobre temporada 3 de Discovery"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*