Para Kurtzman, divisão entre cinema e TV acabou

Numa entrevista ao site Variety, o produtor e encarregado de comandar Star Trek na TV, Alex Kurtzman, comentou a respeito de uma maior conexão entre as séries de TV e os longa metragens nas franquias atuais.

“Acho que o alinhamento vertical tornou impossível não aceitar a realidade de que a linha entre o cinema e a televisão acabou. Isso não significa que você não pode ter um recurso separado da televisão. Mas se eles não estão conectados de alguma forma, então você está basicamente executando dois universos paralelos em oposição a interconectados, e eu acho que essas mensagens podem se cancelar mutuamente.”

Com as aquisições e cisões corporativas, a franquia teve proprietários diferentes em sua história. Mas até 2005, Star Trek possuía um único comando. No entanto, a divisão da Viacom resultou em duas entidades corporativas independentes, ficando os direitos dos filmes e séries TV divididos, deixando a franquia sem uma coesão, uma visão geral. Hoje, a Viacom (proprietária da Paramount Pictures) e a CBS estão mais uma vez reunidas como ViacomCBS.

Ainda pode demorar um pouco, antes de vermos Star Trek operando como uma franquia única, combinada de TV e filme novamente. Mas os comentários de Kurtzman nos dão um ar de otimismo de que isso poderá se tornar realidade e num tempo não tão longo. Bem, os esforços vem sendo feitos desde a produção de Star Trek: Discovery. Uma das principais mudanças foi a alteração das séries para um estilo cinematográfico widescreen, designs mais sofisticados e investimentos mais caros. A passagem da franquia para o serviço de streaming CBS All Acess (e depois Paramount +), também trouxe um novo habitat e um porto seguro para novas produções.

Hoje podemos ver uma certa conexão entre TV e filme, como, por exemplo, a série Picard relacionada aos eventos do filme Star Trek de 2009. Recentemente foi anunciada a roteirista de Discovery, Kalinda Vasquez, para a escrita da história do novo filme Star Trek, que já tem uma data de estreia. Temos ainda a animação Star Trek: Lower Decks descrita como situada após os acontecimentos do filme Nemesis.

E segundo o Variety, os produtores das várias séries de Star Trek já começaram a trabalhar juntos para essa integração. “Kurtzman diz que aqueles que supervisionam as várias propriedades de “Star Trek” começaram a criar estratégias em um grau ainda maior dentro da ViacomCBS, no ano passado, com o lançamento de uma reunião mensal de showrunners. Isso permite que todos vejam quais partes do universo “Star Trek” estão sendo utilizadas em outros programas. “Nós nos certificamos de que esses showrunners estão se coordenando para que não pisem no calcanhar uns dos outros”, diz ele”.

Ainda segundo o site, “vários deles teriam se envolvido em um longo debate sobre como seria o lançamento da série de animação Star Trek: Prodigy, e chegaram a conclusão de que seria melhor estrear primeiro no Paramount+ e, em seguida, ir ao ar, mais tarde, na Nickelodeon. Prodigy foi visto por muitos como crítico para o destino da franquia, pois é a primeira tentativa de envolver as famílias – um caminho que pode levar a produtos auxiliares, como brinquedos e passeios em parques temáticos”.

Vamos torcer para que Star Trek continue nesse caminho por muitos anos.

Fonte: TrekMovie

Be the first to comment on "Para Kurtzman, divisão entre cinema e TV acabou"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*