Produtores comentam ano 2 de Strange New Worlds

Star Trek: Strange New Worlds chegou a um hiato com a exibição do seu décimo episódio (“A Quality of Mercy”), que encerrou a primeira temporada. Os showrunners Akiva Goldsman e Henry Alonso Myers deram mais dicas a respeito da próxima temporada da série, em várias entrevistas concedidas nos últimos dias. Vejam um resumo do disseram de mais importante.

Uma 2ª temporada com maiores viradas

Akiva Goldsman disse, inicialmente, ao The Hollywood Reporter que o retorno obtido na série, para esta temporada, superou suas expectativas.

Seria difícil para eu dizer que poderia estar mais feliz. Tem sido, de certa forma, um sonho tornado realidade, porque eu vinha defendendo algum tipo de versão disso desde minha primeira convenção de Star Trek, quando eu tinha 12 anos. Tem sido realmente adorável. Parte do que aconteceu é que o contexto de entretenimento disponível nos permitiu fazer coisas maravilhosas para este momento em Star Trek, que é uma narrativa episódica com personagens serializados. Atrevo-me a dizer, todos os trocadilhos: é o melhor dos dois mundos. ( Risos)

Para Akiva, o formato episódico, mas serializado com os personagens dá um tom mais equilibrado a série.

Eu sempre ficava frustrado no final de “City on the Edge of Forever”, onde Jim Kirk teria que assistir Edith Keeler [Joan Collins] morrer – e então ficar bem na próxima semana. Assim, a ideia de que você pode trazer emoção de episódio para episódio, mas ainda fazer aquele salto clássico de gênero da série original, e você está conseguindo fazer todas as grandes coisas que Star Trek pode fazer em um show – isso é super divertido para mim.

Em algumas arquiteturas, a série é Série Clássica, mas tira de A Nova Geração uma confiança em sua ficção científica. É preciso tirar de ambas as séries a capacidade de roubar emoções profundas e não se envergonhar disso. E o que fazemos é uma A Nova Geração um pouco mais velada do que a Série Clássica, trocamos muito de protagonista, ao contrário de Discovery ou Picard, e estamos atendendo a todos o tempo todo. Nesta série, informamos a você com o diário pessoal, no início, sobre de quem é o episódio. Isso proporciona uma narrativa mais profunda e única, e acho que isso é muito de A Nova Geração.

Quanto a segunda temporada, o showrunner disse que as histórias apresentarão “grandes viradas”.

Sinto que o trabalho desta série é dar grandes mudanças. E, a propósito, a primeira temporada parecerá muito em comparação com a segunda temporada. Star Trek é, na minha opinião, mais útil quando se conecta emocionalmente, o que inclui alegria, admiração e sentimento. Acho que grandes viradas são como você chega lá – e, a propósito, “grandes viradas” significa apenas “não como esperado”.

Uma grande virada pode ser pequena, pode ser uma pequena história. Então, quando dizemos grandes viradas, acho que queremos dizer atípicas. E esse é o nosso trabalho agora. A segunda temporada será maior e melhor.

Na opinião do showrunner, fazer a série evoluir para uma iteração com a série original, até Kirk assumir a Enterprise, é algo ainda não solucionado.

Que esse seja o maior problema que temos, se (a série) demorar tanto, para descobrirmos como isso funciona. Mas nada me deixaria mais feliz do que continuar nas linhas do tempo da Série Clássica e além.

Mas tanto Goldsman quanto Myers deixaram claro que a série não está se tornando um remake da série original tão cedo:

Olha, eu adoraria nada mais do que ir até o futuro e, eventualmente, fazer isso com eles. Mas há muitas histórias antes disso. Vou lhe dizer o que Kirk não é: ele não é o capitão substituto. Esta é a série de Pike. Esta é a série de Spock. Esta é a série da Número Um. Ainda temos muitas histórias para contar com eles. Dito isto, quem sabe o que o futuro reserva. Teríamos muita sorte em ter essa Enterprise.

Temos sete anos para jogar aqui [o tempo entre Strange New Worlds (2259) e o início da série original (2266)]. E você sabe, não há razão para que cada temporada seja um ano. Você poderia fazer uma temporada que é uma semana. Você poderia fazer uma temporada de seis meses.

Um Kirk diferente da Série Clássica

Falando do personagem Capitão Kirk, uma das grandes mudanças que a série está tomando é trazer Paul Wesley para interpretar James T. Kirk. Foi anunciado pela primeira vez que ele faria parte da segunda temporada, então, sua inclusão no final da primeira temporada foi uma surpresa. O co-showrunner Henry Alonso Myers disse ao Cinemablend que trazer Kirk para o show na primeira temporada era um dos objetivos da produção.

Foi super divertido. Quanto mais conversávamos sobre o episódio (“A Quality of Mercy”), mais percebíamos, Akiva e eu, que tínhamos a oportunidade de contrastar esses dois capitães e seus estilos. Que melhor maneira de fazer isso do que realmente ter Kirk aparecendo? Esperávamos encontrar uma história em que pudéssemos trazer o jovem Kirk no final da primeira temporada. Era um dos nossos objetivos. Foi algo que Alex Kurtzman falou sobre tentar fazer quando o encontrei no início.

Myers também deixou claro em várias entrevistas que a segunda temporada de Kirk não será a mesma do que vimos na série original, dizendo ao Cinemablend:

O Kirk que vamos conhecer na segunda temporada é uma pessoa totalmente diferente daquela que conhecemos no final.

Ao site Inverse, Myers foi um pouco mais específico, deixando claro que eles não estão retornando ao futuro alternativo visto no final da primeira temporada:

Sim, veremos mais James Kirk na 2ª temporada, mas ele não é esse Kirk de 2266 (em “A Quality of Mercy”). Não estamos pulando de novo para 2266 como fizemos aqui. Mas sim, conheceremos alguns novos personagens legados na próxima temporada. Eu sinto que tenho que manter um pouco de segredo agora.

Para a Variety explicou um pouco mais sobre este jovem Kirk:

O Kirk que vamos conhecer na segunda temporada é um tenente que está a caminho de se tornar o primeiro oficial da frota. Ele ainda não é a pessoa que conhecemos, da mesma forma que Uhura, Spock e Chapel ainda não são as pessoas que conhecemos na série original. Ainda há algum crescimento e coisas pelas quais ele está passando que queremos explorar.

Um novo engenheiro… mas não Scotty ainda

A aparição de Paul Wesley como Kirk não foi a única surpresa, no final da primeira temporadaEnquanto consertava a Enterprise, Spock recebeu instruções de um engenheiro com sotaque escocês, que dizia “não fazer milagres”. Myers confirmou que era quem os fãs imaginavam, revelando que um “dublador” executou as falas que Scotty disse a Spock, mas explicou por que Montgomery Scott não apareceu na tela:

Ainda não estávamos prontos para escalar Scotty. Então, colocamos isso como um Easter Egg para as pessoas. Isso é tudo que posso dizer por enquanto… vamos conhecer algumas pessoas muito interessantes.

Falando sobre a morte de Hemmer, o showrunner deu uma pista sobre o substituto para a Engenharia da Enterprise, dizendo ao Syfy e ao Screen Rant:

Conheceremos um novo engenheiro-chefe — não será Scotty. Haverá um novo personagem que estou animado para você conhecer, mas não vou dizer quem é. Vai ser uma pessoa muito diferente, um tipo completamente diferente de engenheiro.

A terceira temporada está acontecendo?

A série acabou de exibir a primeira temporada, e a produção da segunda temporada já terminou suas filmagens. Myers esclareceu como estão as coisas para a terceira temporada e se está acontecendo oficialmente ou não:

Não pegamos ainda. Estamos planejando isso. A natureza desses shows é que você precisa planejar muito, muito, muito, com antecedência … Para concluir os roteiros e construir nossos cenários e recursos de AR que estão à altura de alcançar aqui em Star Trek: Strange New Worlds, apenas requer muito tempo de espera. Estamos em discussões iniciais sobre isso. É definitivamente a próxima coisa na fila… são conversas que estamos tendo.

A primeira temporada de Star Trek: Strange New Worlds agora pode ser assistida, na íntegra, pelo Paramount+ ou pelo Amazon Prime Video.

Fonte: TrekMovie

Acompanhe o Trek Brasilis nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades de Star Trek:
YouTube: https://www.youtube.com/trekbrasilis
Telegram: https://www.t.me/trekbrasilis
Facebook: https://www.facebook.com/trekbrasilis
Instagram: https://www.instagram.com/trekbrasilis
Twitter: https://www.twitter.com/trekbrasilis