E por aqui, o que falam sobre Star Trek?

kirkespockNa véspera que antecede o lançamento do filme, pipocaram em diversos locais brasileiros vários artigos que anunciam, relatam passagens e até comentam bastidores sobre o filme. Abaixo um compilado com os devidos links para visualização completa da matéria.

Ah! E antes que eu me esqueça, cuidado, alguns links possuem Spoilers.

Zero Hora de Porto Alegre – Ana Carolina Rodrigues
Sob Nova Direção

Há sete anos, os “trekkers’’, como são conhecidos os fãs incondicionais de Jornada das Estrelas, não viam a tripulação da famosa nave Enterprise em ação nos cinemas. A espera foi longa, mas acaba amanhã com o lançamento mundial de Star Trek, 11º filme baseado na série de TV americana lançada em 1966 por Gene Roddenberry.

Uai de Minas Gerais – Sérgio Rodrigo Reis
Estreia sexta o 11º longa do Jornada nas Estrelas

Para filmar o interior da nave inimiga comandada pelo capitão Nero, a equipe de filmagens lançou mão de algo improvável: uma fábrica da Budweiser em Van Nuys, na Califórnia. Os enormes tanques e a tubulação de aço inoxidável criaram uma simulação perfeita das entranhas de uma nave em funcionamento. Para inventar o exterior da nave inimiga, a equipe de criação se inspirou na obra do arquiteto espanhol Gaudí, que gostava de revelar a estrutura interna dos prédios, virando a arquitetura pelo avesso. A partir daí, os responsáveis pelos efeitos visuais usaram canos e cabos para se parecer com o visual de ligamentos, tendões e nervos da nave. O efeito visual envelhecido destacou ainda mais a modernidade simbolizada pela Enterprise. Os figurinos também exigiram preparo da equipe. A intenção, desde o início, foi compor trajes que refletissem o que é familiar ao público e, simultaneamente, passassem a visão do diretor de um futuro funcional. Deu certo.

Reporter Diário do ABC – Felipe Logli
11º Star Trek traz origens da tripulação da USS Enterprise

O longa começa quando uma nave da Federação USS Kelvin é atacada por um Romulano (Eric Bana) que, desesperadamente, procura por um dos heróis do filme. A partir deste ponto, o foco passa aos personagens Kirk e Spock, a origem da amizade e como eles se tornaram oficiais da USS Enterprise.

Reuters via Terra
‘Star Trek’ agrada com viagem ao passado de personagens

Sempre que é anunciada uma nova série de TV ou longa-metragem da franquia Jornada nas Estrelas, invariavelmente, ela é vista pelos fãs e pela crítica com certa reticência. Isso porque além de contentar a quem acompanha a história desde os anos 1960, é preciso que a produção seja atrativa ao espectador casual.

Embora seja difícil conseguir essa proeza, como visto no decepcionante Nemesis (2002), o novo Star Trek, que estréia na sexta-feira no país com cópias dubladas e legendadas, vem provar que isso é possível.

G1
Trekkers ansiosos ante a estréia do novo ‘Star Trek’ nos cinemas

Os analistas da indústria, no entanto, consideram acertada a aposta de Abrams – criador de sucessos televisivos como “Alias – Codinome Perigo” e principalmente “Lost” – em escolher um elenco jovem e desconhecido para atrair uma nova legião de fãs e reativar a mitologia e a franquia de Star Trek.

Diário do Pará
Cinema: “Star Trek” de cara e roupa nova

Nimoy contou que se sentia “preparado para representar o personagem velho e sábio que oferece um pouco de ajuda aos jovens”. “Bem resolvido, à vontade com ele mesmo… O Spock que representei neste filme é bastante fiel a mim mesmo. É mais ou menos representativo do ponto em que estou na minha vida”.

19 Comments on "E por aqui, o que falam sobre Star Trek?"

  1. Sabendo, agora, que a NARADA foi inspirada pelas obras de Antoni Gaudí, é possível perceber que se parece mesmo com a arquiterura do Templo Expiatório da Sagrada Família, em Barcelona (Espanha):

    http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/5b/050529_Barcelona_026.jpg

    NARADA:

    http://www.trekbrasilis.org/tbweblog/wp-content/uploads/2009/04/narada.jpg

    http://www.ex-astris-scientia.org/schematics/neros-ship-trekxi-screen.jpg

  2. Agora que teremos as principais críticas. A corrida da bilheteria começa agora também.
    ALEA JACTA EST.

  3. Antonio de Pádua | 8 de Maio de 2009 at 9:13 am |

    Ontem (07/05) vi comentários sobre o filme em pelo menos 5 canais da TV aberta e comerciais em outros tantos. Não sei se é porque estou muito atento as coisas relativas a ST, mas me pareceu uma boa cobertura, pena que bem em cima da hora.

  4. No Terra:

    http://beleza.terra.com.br/homem/interna/0,,OI3744244-EI7591,00-Veja+as+licoes+para+se+aprender+com+o+Capitao+Kirk.html

  5. Comentaram na Rede TV!
    O novo filme do DOUTOR SPOCK…

    HEHEHHEHE, É HOJE GALERA! EU VOU PEGAR A SESSÃO DE 23:00 AINDA pq trabalho o dia todo! 2 empregos é dose!

  6. Vou às 21h no Cimemark do Bourbon Ipiranga ou no Unibanco Artplex, aqui em Porto Alegre!!
    Até lá…

  7. Verei hoje às 20:30h no Cinemark do Shopping Praiamar em Santos.

    Arrevua, tchurma!!!!!

  8. Gente dão uma espiada na home page do omelete.

    http://www.omelete.com.br/

  9. O IDG Now!, colocou no ar uma materia que mostra objetos utilizados em Star Trek desde a série classica comparando com o que existe atualmente.

    Está dividido em 15 tópicos.

    http://idgnow.uol.com.br/galerias/os-gadgets-futuristas-de-star-trek/

  10. Primeiro Oficial | 8 de Maio de 2009 at 1:55 pm |

    Morro em Belém do Pará e viajo muito e esta semana estive no Rio e São Paulo, com conexões em Brasilia e em todos os aeroportos a propaganda foi enorme nas telas de propaganda em todas os ambientes. A revista de Bordo da TAM desta semana tem uma reportagem de duas paginas sobre sobre o filme, no Diario do Pará a reportagem hoje foi de uma sessão interia (Cinema) e mais uma pagina em outra sesão, além estar na chamada geral da primeira pagina. To impressionado.
    Já comprei os ingressos para assistir amanhã (nÃo tem mais para hoje). Estou levando esposa, filhos (03) e a namorada do meu filho mais velho.
    JORNADA ESTA DE VOLTA.
    Long live and Prosper.

  11. Post 12

    Muito bom isso de hoje não ter mais ingresso!

  12. Pessoal, tive oportunidade ver o filme ontem a noite, numa sessão reservada a convidados da Paramount. Achei sensacional. Acho que a direção consegui, apesar do pessoal novo, fazer com que percebessemos os mesmos personagens. Curti muito e gostaria de dizer que quem compra uma cópia pirata de um filme desses (geralmente de péssima qualidade quando sai antes do DVD oficial) não gosta nem de cinema e nem de Jornada.
    Não sou um treck sabe tudo, mas acontece um lance com a Uhura que gostaria que vcs depois me dissesem se isso já rolou em algum outro episódio…

  13. … continuando …
    Foi um lance muito inteligente da paramont introduzir esse pessoal novo, que acredito, será uma fonte fertil para mais um monte de filmes (para nossa felicidade). Afinal James Bond nunca acaba, porque teriamos que ficar sem o Cap James Tiberius Kirk e seu staff. (Parenteses a parte, a Uhura tá mto gostosa!!! fiquei com inveja do …)

  14. ^14: O lance da Uhura, se vc observar os primeiros episódios de TOS, verá que ela parecia indicar uma certa predileção pelo Spock. Mais para frente, esta predileção parece ter sido trocada para a Chappel.

  15. No Iguatemi do Rio só tem o filme DUBLADO! É só aqui que está acontecendo? Não assisti ontem, por isso. Me recuso a assistir filme dublado em cinema. Não achei informação nos sites sobre as outras salas de cinema, mas vou procurar. Acho que o problema é a censura de 12 anos. Como o nosso excelente governo está trabalhando arduamente para piorar o ensino cada vez mais, agora filmes com censura liberada para pré-adolescentes, cada vez mais analfabetos, devem ser dublados…

  16. Para mim, o novo filme é, simplesmente, ótimo! Na verdade, o melhor de todos os filmes de Star Trek, por uma razão muito simples. Se os filmes anteriores tinham atrativos interessantes – às vezes o roteiro, outras vezes uma tripulação consagrada – ao meu ver sempre pecaram por contar histórias de uma forma muito diferente da que estamos habituados na TV. Com a ressalva do abominável Nemesis, que até hoje não entendi se era para ser levado a sério ou foi uma grande piada, uma grande paródia, sempre houve uma de revestir os filmes ST com uma seriedade exagerada, uma pompa e circunstância que raramente vemos em TOS, TNG, DS9, VOY ou ENT. Na TV, e isso eu acho muito bacana, há todo um lado sério e filosófico, que é o grande diferencial de ST, mas também há um lado irreverente, até cômico, às vezes, que confere mais humanidade às personagens, até quando elas são completamente alienígenas. Quero dizer, se nem nós devemos nos levar tão a sério sempre (pois faz mal!!!) porque o deveriam os personagens de Star Trek? Pois então…neste novo filme, achei que o resultado se aproximou tanto do ritmo e da leveza que vemos na TV (que é o ambiente onde Star Trek nasceu, cresceu, apareceu e vive), quanto se adequou bem à linguagem do cinema. O resultado é um grande, emocionante e eletrizante filme!!! O melhor é que não só nós fãs assumidos de ST, na maoiria homens, eu acredito, somos capazes de gostar do resultado: as mulheres também estão gostando muito do filme e eu vi até uns pirralhos vibrando na sessão em que estive, como se estivessem assistindo uma novidade como o velho Star Wars de 77 era! Portanto, parabéns para a equipe de J. J.Abrams… o filme valeu a pena esperar, a despeito da total incompetência da Paramount do Brasil, que chutou o balde na promoção do filme, pelo menos em Belo Horizonte. Na véspera da estreia, por exemplo fui checar e não havia NEM UM, isso mesmo, NENHUM CARTAZ do filme, nem muito menos aqueles displays de papelão em 3D que agora todo filme tem, até os que são produzidos no Paraguai. A Paramount do Brasil é tão, mas tão preguiçosa em relação à mitologia Star Trek no Brasil que chega a dar raiva: a falta total de lógica no lançamento das séries de dvd, faria até mesmo o Spock tremer no túmulo, não tivesse ele ressuscitado há alguns filmes atrás. Se o Star Trek 11 fizer sucesso no Brasil, vai ser por exclusivíssimo mérito do filme e do boca a boca, pois aqui em BH todo o marketing vai para Wolverine (aliás um filme bem mais ou menos) e até para Anjos e Demônios e o Exterminador do Futuro IV. Teve multiplex aqui que a relação tava 3 cinemas pro X-Men e um pro Star Trek, o que é ridículo, afinal não devem ser tantas assim as fãs de carteirinha alucinadas do Hugh Jackson! Não quero desmerecer o filme do mutante, mesmo porque é até legalzinho, mas dá raiva a Paramount ser tão desleixada na promoção do ST aqui no Brasil, ou pelo menos em BH… Detalhe: a Paramount também distribui os filmes da Marvel e…ops! o Wolverine é da Marvel…que coincidência estranha, não é? Parece que alguém lá dentro da Paramount gosta mais da franquia alienígena (para eles), que a deles própria. Que coisa bizarra! Tomara que o Wolverine decaia bem rápido para a Paramount se arrepender, se é que eles são capazes de dar atenção a essas sutilezas de mercado, como o grande potencial que Star Trek tem em comparação com o comedor de salas de multiplex, o X-men!
    Enfim… desculpem o desabafo sobre a Paramount, mas é preciso deixar registrado que a dita cuja moveu muito pouco para o sucesso de ST nestas bandas. Palmas para a equipe do filme, que apesar da preguiça da Paramount, ainda assim fez um filme memorável, digno de ser assistido várias vezes, na telona!

  17. Post 18:
    A falta de divulgação não foi exclusividade de BH. Foi no Brasil inteiro. Mas para mim que vejo ST no cinema desde ST I, isso não é nenhuma novidade.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*