A Nova Geração: elenco reflete sobre episódios

A série A Nova Geração estreou em syndication no dia 28 de setembro de 1987, há 25 anos. O estúdio aproveitou a oportunidade e lançou a primeira temporada em Blu-ray. O site StarTrek.com pediu a alguns membros do elenco para dizerem qual episódio e qual filme é considerado seu favorito. Marina Sirtis, Brent Spiner, Wil Wheaton, Gates McFadden, Michael Dorn, Denise Crosby e Jonathan Frakes responderam. Confira suas opiniões.

Michael Dorn

Meus episódios favoritos são os únicos que Jonathan Frakes dirigiu, “The Drumhead” e “The Offspring”.  “The Drumhead” tem a uma das melhores cenas finais eu acho que já foi filmada. É simples, dramática, sincera e esclarecedora, tudo ao mesmo tempo. Eu disse-lhe que estava na cena?

Minha produção de longa favorita – e também sinto que é a melhor produção de Jornada – foi First Contact. Foi a minha experiência favorita de trabalhar porque acredito que estávamos no nosso pico. A Nova Geração foi muito bem sucedida, a nossa base de fãs foi fenomenal, e tivemos filmagens divertidas. Como de costume, o riso era a ordem do dia, juntamente com algumas grandes cenas.

Denise Crosby

Eu amo “Yesterday’s Enterprise” pela a qualidade da escrita. Eu também acho que alguns dos primeiros episódios da primeira temporada foram muito especiais, pois era tudo tão novo, e ninguém tinha se cansado. Além disso, se você olhar de perto, temos todos os tipos de idiotas aprendendo a encarnar personagens teses em um universo de faz de conta!

Wil Wheaton

Nós fizemos alguns episódios realmente terríveis no início, mas “Angel One”, “The Last Outpost” e “Code of Honor” são superados por “Tapestry”, “The Inner Light”, “Darmok”, e outros . Para mim, pessoalmente, eu adorei estar em “Final Mission”, “The First Duty” e “The Best of Both Worlds 1 e 2″. Esses foram todos grandes exemplos de clássico de ficção científica atemporal que pode ser apreciado apenas como entretenimento, ou como algo mais profundo, se você quiser vê-los dessa forma.

Gates McFadden

Qualquer episódio em que eu estava autorizada a ser um pouco mais criativa do que o habitual, como as peças de comédia de “The Big Goodbye”, “Data’s Day”, “Attached” e, claro, “Genesis” que foi meu episódio favorito de toda a série. Eu estava implorando para dirigir um episódio desde a primeira temporada e minha chance de colaborar com Michael Westmore em “Genesis” foi a melhor possível. Ele deveria ter ganho um Emmy por seu trabalho. Foi brilhante. Eu também cheguei a dirigir uma das minhas cenas favoritas com um dos meus membros do elenco favoritos … Spot. Aquele momento em que ele está atrás do sofá? Eu nunca vi um gato ser tão feroz, mas discreto.

First Contact, porque eu achei ser o mais forte roteiro e Jonathan fez um ótimo trabalho dirigindo. Embora eu achei que Generations também foi divertido e de emoções misturadas ao passarmos uma semana filmando num barco na Marina del Rey. Eu estava enjoada intensamente no primeiro dia, mas depois cai de amores pelo barco e por estar na água. Foi a despedida da série para mim.

Jonathan Frakes

O primeiro, obviamente, foi o que eu finalmente fui capaz de dirigir, e que foi “The Offspring”, quando Data construída Lal. Mas eu acho que o melhor da TV que fizemos foi “Best of Both Worlds”, com o cliffhanger entre as temporadas. Eu acho que foi para televisão simplesmente fantástico.

Com relação a filme tem que ser First Contact. Ele mudou minha vida. A série mudou a minha vida, e então First Contact levou-a para uma outra dimensão, outra galáxia, se você quiser.

Marina Sirtis

Eu fiquei muito orgulhosa com “Face of the Enemy”, em que eu era uma romulana. Foi quando eles tiraram o meu cabelo grande, a maquiagem glamour e o traje espacial apertado para colocarem-me em algo que era realmente atraente. Acredito que eles depois pensaram:  “Oh, agora, sim, nós contratamos ela porque ela é uma atriz”. A partir de então, parecia que o meu papel ficou muito melhor em termos de uma variedade de coisas. Ela não era apenas decorativa. Não era apenas essa pessoa de compreensão agradável, que estava lá para ajudar a todos quando tinham um problema. Você viu os lados diferentes da sua personalidade, como eu disse, acho que o episódio abriu um monte de caixas diferentes na cabeça dos roteiristas. Outro episódio que eu me senti muito orgulhosa foi “Violations”, o episódio do estupro. Eu estava realmente feliz que tenham abordado o assunto e tratado com isso em termos de sci-fi.

Tivemos um período muito bom em Generations. Tivemos um bom trabalho em todos eles, por diferentes motivos, mas um monte de coisas divertidas e engraçadas aconteceram em Generations. Talvez porque não houve espaço entre o final da série e o primeiro filme. Eu acho que tivemos dois dias de folga antes de começarmos a filmar. Foi realmente uma continuação, então eu acho que tudo continuou no filme. Todos nós tivemos um ótimo período em First Contact, e eu acho que é o nosso filme favorito, porque foi o melhor filme dos quatro. Eu acho que todos concordamos com isso.

Brent Spiner

Eu acho que foi First Contact. Primeiro, foi o melhor roteiro que tivemos. Segundo, tivemos algumas estrelas convidadas fantásticas nele. Nós tivemos em todos os filmes, na verdade, mas tivemos algumas estrelas convidadas realmente maravilhosas em First Contac. Jonathan (Frakes), dirigiu e foi seu primeiro longa, e todo mundo estava realmente fazendo bem. Mas, principalmente, porque era o melhor roteiro e nós sabíamos que realmente teve a chance de ser um bom filme.

16 Comments on "A Nova Geração: elenco reflete sobre episódios"

  1. Nossa…1987 e esse seriado só começou a passar no Brasil por volta de 93,94. Como somos atrasados…

  2. GILSON P. DE FARIAS | 4 de outubro de 2012 at 12:56 pm |

    Alvaro. O Brasileiro não têm: “Pátria”, quando mas, gostar de Jornada. Haha

  3. Além de dar opinião sobre a experiência e a escolha particular dos episódios favoritos,espero que um dia eles retornem para alguma ponta em algum filme de Jj Abrams em Star Trek!?
    E com este lançamento da primeira temporada possa facinar e reviver á todos nós episódios legais desta temporada no Box Bluray…

  4. Estranho, o Partick Stewart não deu opinião….

  5. Rodrigo Freitas | 4 de outubro de 2012 at 7:30 pm |

    Valeu trek brasilis

  6. Alvaro, bem obeservado mesmo. Patrick nem se manifestou?
    Engraçado, atualmente creio que o foco dele seja o teatro. Alias acho que sempre foi mas ele me passava a impressão de agir com o Richard Basehart ( Viagem Ao Fundo do Mar ), de estar nessa de televisão só para se capitalizar ou financiar outros projetos profissionais pessoais ( tipo “eu só TRABALHO aqui” ).
    Agora, rever esses “velhos” nas obras de JJ só em sonho. Não vai rolar.

  7. Os comentários da Denise e do Wheaton foram estranhos, mas dizer que os premiados “The Inner light” e “Darmok” foram ruins é pq para o gosto dele ficção só deve ser aventura, mais nada.

  8. Verde, é coisa de maluco mesmo. Sabe como é: gosto realmente não se discute.

  9. não gente… o will wheaton não disse isso não… interpreta esse texto direito… ele falou que “Angel One”, “The Last Outpost” e “Code of Honor” foram terriveis e “Tapestry”, “The Inner Light”, “Darmok”, e outros foram grandes exemplos de clássico de ficção científica atemporal que pode ser apreciado apenas como entretenimento, ou como algo mais profundo, se você quiser vê-los dessa forma. odiadores do wesley calma…!!!

  10. Carlos
    Eu não odeio nem o personagem nem o ator, pelo contrário, gosto muito e sei que tem muita gente que não gosta, mas o texto está dúbio, lendo segundo a sua linha de pensamento até dá para se entender isso. No entanto, minha primeira impressão foi outra.

  11. Humberto Junior | 6 de outubro de 2012 at 6:55 pm |

    O que o Wheaton quis dizer, como notado pelo Carlos Tosh, é que os episódios “Tapestry”, “The Inner Light” e “Darmok foram superiores e bons e que apagavam o gosto ruim dos episódios “Angel One”, “The Last Outpost” e “Code of Honor”. Sendo que eu ainda incluiria “Justice” nesse bolo, a história de velhos tarados (com todo o respeito ao Gene e o Bob Justman) que queriam uma ‘boa’ desculpa pra encher o episódio da semana de gostosonas enroladas numa história fraquinha e sem noção!

  12. Humberto Junior, esqueci completamente de “Justice”… Nunca mais se viu tantas gostosa juntas enroladas em fiapos de pano num episódio de ST…
    Putz!!!

  13. Corrigindo o Álvaro Soares (primeiro post): A primeira temporada de “A Nova Geração” estreou no Brasil em 91, na Sessã Espacial da Tevê Manchete, que também exibia a séria clássica de Jornada, Galactica e Buck Rogers.

  14. Humberto Junior | 9 de outubro de 2012 at 12:24 am |

    Quando assisti “Justice” pela primeira vez senti uma profunda vergonha alheia. Vergonha essa que só aumentou quando assisti os comentários dos produtores nos extras do DVD da Primeira Temporada! Rsrsr! Trágico! TRÁGICO!!! (Mas que eu queria ver Denise Crosby usando aqueles fiapos ah isso eu queria! Data teve mais sorte.)

  15. Eu particularmente adorei The Inner Light, Patrick Stewart foi absolutamente magnifíco, o elenco no planeta também foi ótimo. Episódio comovente, onde podemos tirar algumas lições… os outros citados também são excelentes, mas The Inner Light me marcou profundamente.

  16. jornada a nova geração quando exibida na primeira vez no Brasil, durante a sessão espacial (se não me engano era aos sábados) sofreu muito em comparação a série clássica da minha parte. mas depois aos poucos, eu mudei de opinião. não sou trekker ferrenho, mas para minha pessoa, a Nova Geração é a série que gosto muito. adoro a série clássica, e também adoro a nova geração justamente por ser a mesma premissa, mas sobre o foco completamente diferente. e The best of both worlds, é melhor que muito filme de sci-fi feito hoje em dia. e os melhores filmes de Patrick, foram selecionados no box “episódios preferidos dos captães”. se não me engano, The best Of both Worlds, Pegasus e aquele com o david Warner como um cardassiano que tortura picard (desculpem , não lembro o nome do episódio) são as escolhas de Stewart.

    E de novo, mais uma ótima matéria trek brasilis!!

    Abraços!!!!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*