Shazad Latif e Mary Chieffo contam sobre Tyler e L´Rell

Durante o tapete vermelho, os atores Shazad Latif e Mary Chieffo foram os entrevistados a falarem a respeito do que veremos de Tyler e L´Rell nesta segunda temporada.

Tyler e L’Rell são um casal?

Latif: Eles não são um casal, são um time. Mas eles não são um casal. Eles estão muito juntos, eles têm muito a descobrir. Então eles passam muito tempo juntos sendo emocionais e resolvendo os klingons.

Sabemos que eles são embaixadores, mas vemos Tyler em seu uniforme da Frota Estelar. O que você pode nos dizer sobre como os outros lidam com ele quando isso acontece?

Latif: Há um monte de crossover, há um ponto em que precisaremos um do outro e temos que trabalhar juntos novamente, então ele volta para a outra nave e tem coisas para resolver com Michael. Então ele come muito no refeitório sozinho, basicamente. Há muitas cenas fazendo isso.

Ele nunca vai ser apenas um cara normal? Ele já resolve esses dois lados de si mesmo?

Latif: Eu não sei se ele poderia realmente. Eu não sei se ele poderia totalmente. Eu acho que ele só precisa de distrações, e então talvez pescar em algum lugar, em algum planeta sozinho, encontrar alguma mulher alienígena e apenas se acomodar em uma cabana.

Nós vimos Tyler no que parece ser um uniforme da Seção 31 nos trailers. Como isso aconteceu?

Latif: Ele é um homem de muitos talentos. Ele é muito adaptável. Ele tem habilidades que muitas pessoas podem querer usar. Ele continua se movendo. Ele é um jogador utilitário.

Então ele é parte de toda a história da Seção 31?

Latif: Sim, ele se move para isso. E tudo vai aparecer nos próximos episódios. Você verá muitas coisas explicadas logo no começo.

Então você acha que há uma chance dele aparecer na nova série da Seção 31?

Latif: Quer dizer, eu adoraria, porque eu e Michelle adoramos comer juntos. Então, quanto mais eu puder comer fora com Michelle, melhor.

Mas eles ainda não falaram com você sobre isso?

Latif: Não, não exatamente. (risos)

Como L’Rell cresce em seu novo papel como Alta Chanceler do Império Klingon, ela experimenta o mesmo tipo de retrocesso que as mulheres têm enfrentado em papéis de liderança aqui na Terra?

Mary Chieffo:  Sim, e isso é algo que eu realmente estava realmente feliz em fazer. A Frota Estelar é essa situação ideal, onde nós meio que superamos tudo isso de muitas maneiras – e então L’Rell é na verdade um dos poucos personagens que podem explorar essas coisas que vemos em 2019 em um contexto de Star Trek.

Muito do que começou a se manifestar na primeira temporada – como, você viu como Kol a tratou, e é por isso que ela diz: “Mas eu não sou ninguém!”, Quando lhe foi oferecida a chance de liderar o Império. Ela literalmente não se vê como significativa porque sua sociedade lhe disse isso.

Então agora que ela recebeu esse poder, como ela mantém isso, e também talvez encontre um compromisso? Estou muito animada em ver isso porque, para mim, incorporar esse enredo é refletir um espelho para nossa sociedade. Este é o extremo de onde poderíamos ir; isso é o que temos que entender sobre a extensão do poder feminino. É muito épico e bastante intenso.

Eu sempre apreciei que L’Rell é uma personagem feminina forte, mas ela é imperfeita, e cometeu erros – e ela admite seus fracassos, o que é uma coisa muito pouco Klingon a se fazer. Nesta temporada, nós nos inclinamos para isso um pouco, e temos algumas conversas mais tranquilas. Estou interessada em ver o que o público tira disso.

Vamos ver a L’Rell e o Tyler em seu relacionamento complicado?

Mary Chieffo:  Sim, e ficarei muito interessada em ver exatamente como o público responde. Foi muito, muito importante para mim que nós tocássemos no tópico – eu não posso dizer muito mais sobre isso agora, mas está chegando, não se preocupe. Estaremos tendo discussões plenas em breve, porque é muito para desfazer as malas, e fiquei grata por termos tido essa oportunidade.

Nunca é rápido e fácil com os klingons; é muito complicado. Há um respeito real que L’Rell e Tyler tiveram no final da primeira temporada, onde houve esse amor entre Voq e L’Rell, e esse outro amor entre Burnham e Tyler, e agora ele incorpora ambos entidades.

Você teve que fazer tanto trabalho de voz de ADR (processo de regravação do diálogo pelo ator original após o processo de filmagem para melhorar a qualidade do áudio) este ano quanto fez na última temporada?

Mary Chieffo:  Eu não fiz, na verdade! Fui fazer as gravações para a temporada, e fiz um punhado delas, mas quando perguntei sobre outras cenas que eu achava que precisavam abordar, elas me disseram: “Ah, não, a prótese não interfere”. Eu fiquei meio espantada, “O que você quer dizer?”

Eu estava tão acostumada a isso, e eu era capaz de ajustar minha performance, e agora posso confiar que tudo funcionou. É melhor para todos que eu não precise mais redobrar cada uma das minhas linhas.

Fonte: TrekMovie e TrekCore

Be the first to comment on "Shazad Latif e Mary Chieffo contam sobre Tyler e L´Rell"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*