TNG 4×09: Final Mission

Wesley ganha seu melhor episódio em sua despedida da Enterprise 

Sinopse

Data estelar: 44307.3

Wesley Crusher finalmente é aceito na Academia da Frota. Porém, antes que deixe a Enterprise, ele acompanha o capitão Picard em uma última missão, uma mediação de uma disputa entre mineiros em Pentarus V. A nave auxiliar mineradora que estava sendo utilizada para levá-los ao planeta, capitaneada por Dirgo, apresenta um defeito e sofre um acidente em uma lua deserta.

O trio parte para as montanhas, em uma enorme travessia pelo deserto, na tentativa de buscar água. Ao chegar lá, exaustos, encontram uma fonte, mas protegida por um misterioso campo de força. Dirgo tenta forçar a passagem com um feiser, o que faz com que ocorra um desabamento e Picard seja seriamente ferido.

A contragosto de Wesley, Dirgo promove uma segunda tentativa com os feisers e acaba morto. Resta apenas o rapaz para manter Picard vivo. Ao analisar o padrão de energia do campo de força, Wesley consegue derrubá-lo e pegar a água, garantindo a sobrevivência dele e de Picard até a chegada da Enterprise, que estava ocupada atendendo a um chamado de socorro de um planeta próximo, cuja biosfera se viu sob ameaça de uma nave carregada com lixo radioativo que entrou em sua órbita .

Comentários

É irônico que o melhor uso já dado a Wesley tenha sido justamente em seu episódio de despedida. Se logo de cara ele tivesse mostrado tanto potencial quanto em “Final Mission”, o personagem não teria sido o foco da ira de tantos fãs por quase quatro temporadas.

A história se devota a desenvolver o relacionamento entre Jean-Luc Picard e Wesley Crusher – algo que se aproxima muito de uma situação entre pai e filho. Wesley ganha uma chance de ouro de obter a admiração e o respeito do capitão, e não deixa a oportunidade escapar.

A relação que sempre existiu entre os dois, mas apenas de forma superficial (exceto talvez por “Samaritan Snare”, ocasião que é mencionada em tela) surge aqui como força motora primordial do episódio. Seria um prato cheio para uma história piegas, cheia de clichês e perigosos melodramas. Contudo, não é o que temos.

Escapando de todas essas armadilhas, os roteiristas traçaram uma forma muito bonita de mostrar os sentimentos dos dois. E pela primeira vez um episódio centrado em Wesley Crusher conseguiu efetivamente brilhar.

As cenas todas entre Patrick Stewart e Wil Wheaton são maravilhosas, com os dois personagens basicamente dançando ao redor de seus sentimentos, até que a situação potencialmente fatal os colocasse em rota de colisão. Ambos saem mais fortes e tridimensionais da história.

Para Wesley em particular o ganho é enorme. Em vez de o estilo “pequeno gênio” torná-lo apenas um garoto-prodígio superdotado e canastrão (como ocorreu em boa parte de suas aparições na série, sobrepondo-se a personagens com maior senioridade ou competência), aqui esse aspecto joga favoravelmente a ele, que de fato se torna a última esperança de sobrevivência para o capitão.

O raciocínio científico de Wesley, ao evitar tirar conclusões apressadas ou agir precipitadamente, ajuda a mostrar a importância da consciência no agir. A falta dessa habilidade custou muito a Dirgo, o capitão da nave de transporte.

As locações e o balanço artificial de cores (para dar o tom excessivamente amarelo da paisagem) utilizados para as cenas no deserto foram bastante convincentes, assim como o cenário em estúdio (a caverna).

Quanto à subtrama – o resgate de uma nave cheia de lixo radioativo em um planeta próximo –, é só um motivo para tirar a Enterprise de ação. Toda ela é meio desajeitada (desde a necessidade de puxar a nave com o raio trator através de um campo de asteroides, uma vez que ela já estivesse no curso para o Sol, até a “contagem regressiva” para exposição fatal à radiação), mas cumpre o propósito de deixar o drama na lua deserta se desenrolar como deveria.

Avaliação

Citações

“Wesley. You remember… I was always proud of you.”
(Wesley. Lembre-se… sempre tive orgulho de você.)
Picard para Wesley

Trivia

  • Este episódio foi criado com o propósito expresso de permitir que Wil Wheaton deixasse a série sem que isso impedisse futuras aparições de Wesley. O ator pediu para deixar A Nova Geração para que pudesse seguir sua carreira no cinema.
  • Para o showrunner Michael Piller, era questão de honra fazer melhor do que da última vez em que um ator decidiu sair da série. “Havia muitos maus sentimentos por aqui sobre o modo como Tasha Yar foi despachada. Então estávamos determinados a dar a Wesley uma despedida que tivesse real valor e fosse algo que ficasse conosco. Finalmente decidimos que ele iria para a Academia, o que eu acho que foi ideia do Gene e a ideia mais fácil e razoável, que também o mantinha vivo para futuros episódios.”
  • Na história original, Wesley e Picard caíam num planeta congelado. Por sugestão de Rick Berman, isso foi mudado para um deserto, já que era mais fácil recriá-lo de forma crível em locação nos arredores de Los Angeles.
  • Originalmente o episódio se chamava “Turnabout”.
  • Jeri Taylor trabalhou duro nas reescritas deste roteiro. “Esse foi o episódio em que provavelmente coloquei mais trabalho em todo o ano, porque era uma combinação de uma história interpessoal muito delicada e a temível história técnica que é a nave de lixo no espaço. Então eu tinha essa coisa supertécnica avançando ao mesmo tempo que essa delicada história interpessoal.”
  • A nave Nenebek foi batizada em homenagem ao estudioso trekker Larry Nemecek. No começo da série, ele escrevia livros não oficiais de referência chamados TNG Concordances, que Taylor tinha em sua prateleira. Ao ver o nome dele, ela trocou apenas duas letras.
  • Dois dias de filmagens em locação no leito do lago seco El Mirage, a leste de Los Angeles, serviram para retratar as cenas desérticas.
  • A fonte na caverna, por sua vez, foi criada no estúdio 16 da Paramount. Rick Berman relembrou um drama com efeitos visuais. “Tivemos enormes problemas com efeitos com a fonte. Foi um pesadelo. Era algo que construímos e não funcionou. Então íamos fazer com efeitos e não funcionou. Tivemos muitos problemas técnicos.”
  • A cena em que Picard confisca o dresci, a bebida de Dirgo, pode ter sido inspirada por um incidente real que aconteceu na expedição antártica de Shackleton, conforme reportada em uma reencenação para televisão.
  • Este é o último episódio em que Wil Wheaton figura como parte do elenco regular de A Nova Geração. Mas ele voltaria a aparecer como astro convidado em mais quatro episódios: “The Game”, “The First Duty”, “Parallels” e “Journey’s End”. Wesley também teria uma ponta no filme Jornada nas Estrelas: Nêmesis.
  • O ator Nick Tate, que faz Dirgo, voltaria a Star Trek como Liam Bilby, no episódio “Honor Among Thieves”, de Deep Space Nine.
  • Corey Allen volta a dirigir A Nova Geração, algo que não fazia desde “Home Soil”, da primeira temporada.
  • Os feisers antigos de Dirgo são os mesmos usados pela Frota Estelar ao redor de 2285, em Jornada nas Estrelas III: À Procura de Spock.
  • Piller elogiou roteiro e direção. “Acho que Jeri fez um trabalho maravilhoso com o roteiro e Corey Allen, que é um dos meus diretores favoritos, deu as melhores tiras de filme que se podia ter. Se acaba com nota menor que máxima, é apenas por causa da própria história, de dois caras presos num planeta e como escapamos, que em geral não é muito original, e a história do cargueiro de lixo também não tem grandes novidades. Mas acho que lidamos com o episódio muito bem.”
  • Rick Berman é ainda mais entusiástico: “Esse é um dos meus episódios favoritos. Acho que é muito tocante e a atuação do nosso elenco convidado, Nick Tate, e o trabalho de Patrick e de Wil, foram excelentes. Achei que foi um ótimo drama.

História de Kacey Arnold-Ince
Roteiro de Kacey Arnold-Ince e Jeri Taylor
Dirigido por Corey Allen

Exibido em 19 de novembro de 1990

Título em português: “A Última Missão”

Elenco

Patrick Stewart como Jean-Luc Picard
Jonathan Frakes como William Thomas Riker
Brent Spiner como Data
LeVar Burton como Geordi La Forge
Michael Dorn como Worf
Marina Sirtis como Deanna Troi
Gates McFadden como Beverly Crusher
Wil Wheaton como Wesley Crusher

Elenco convidado

Nick Tate como Dirgo
Kim Hamilton como Songi
Mary Kohnert como Allenby

Enquete

Edição de Maria Lucia Rácz
Revisão de Susana Alexandria

Episódio anterior | Próximo episódio