VOY 1×10: State of Flux

Trama de suspense expõe uma traidora cardassiana na Voyager

Sinopse

Data estelar: 48658.2

Enquanto faz a exploração rotineira em um planeta à procura de fontes de alimento, a tripulação detecta uma nave dos Kazons-Nistrim camuflada em órbita. Os grupos avançados são então chamados de volta, mas Chakotay não consegue encontrar a alferes Seska. Algum tempo depois, ele a localiza em uma caverna nas proximidades, escondida de dois kazons. Ela afirma que entrou lá para colher cogumelos e acabou se separando dos colegas. Chakotay é ferido em uma troca de tiros com os inimigos, mas Seska consegue tirá-lo de lá e retornar à Voyager.

Rejeitando as receitas de Neelix, Seska e outros Maquis invadem as reservas de comida e roubam os cogumelos que ela encontrou para preparar uma sopa. Ela leva a refeição para Chakotay, que estava em seus aposentos recuperando-se dos ferimentos, mas o momento romântico entre os dois é interrompido por um chamado de Neelix, que reporta a infração. Irritado, o comandante reprime todos envolvidos, incluindo a si mesmo. Seska se surpreende com a reação dele e sai do alojamento, provocando-lhe ao dizer que está de olho no jovem alferes Kim.

Kazon e tripulação na Enfermaria

Três dias mais tarde, a USS Voyager recebe um chamado de socorro vindo de uma nave de guerra kazon. Quando chegam ao local, descobrem que era a mesma que detectaram em órbita, mas com apenas um sobrevivente em meio à devastação causada por uma tecnologia da Federação que, instalada na Ponte, explodiu e vazou radiação. Tuvok chega à conclusão que alguém a bordo da Voyager deu a tecnologia ao inimigo.

Desobedecendo ordens, Seska se transporta para a nave kazon para recuperar a tecnologia e acaba ferida. Na Enfermaria, um exame sanguíneo de rotina revela que a alferes na verdade é uma cardassiana. Quando acorda, ela explica que a ausência de fatores bajorianos no sangue são resultado de uma doença que contraiu quando criança.

Seska, B'Elanna, Chakotay e Janeway

Mais tarde, outra nave kazon responde ao pedido de ajuda e Janeway permite que os alienígenas venham a bordo para ver o sobrevivente. Mas os visitantes matam-no, fazendo com que a agora irritada capitã os expulse. Determinada a descobrir o que está havendo, ela ignora a reivindicação dos kazons sobre a nave avariada e ordena que uma equipe recupere logo o dispositivo. Seska e Carey, um oficial da Frota, agora são apontados como os principais suspeitos, por que o contato com os kazons foi feito a partir de um posto na Engenharia a que os dois tinham acesso. B’Elanna recupera a tecnologia e descobre que se trata de um replicador de alimentos, o qual, quando instalado, rejeitou a interface com os sistemas kazons e causou o desastre.

Chakotay e Tuvok armam uma cilada para encontrar o culpado. Finalmente, revela-se que foi Seska a responsável. Ela se mostra uma cardassiana cosmeticamente alterada para parecer uma bajoriana. Interrogada, diz que fez aquilo pela tripulação, justificando que a Voyager precisa fazer aliados para sobreviver e que a troca de tecnologias seria a chave para conseguir isso. Antes que possa ser presa, ela se transporta para a outra nave kazon, que parte em dobra.

Comentários

“State of Flux” é um episódio que traz uma trabalhada trama de suspense. Temos uma noção clara da situação em que a Voyager se encontra. Membros da tripulação descem em um planeta classe-M para coletar vegetais. Isso é incomum em Jornada, mas os sistemas de replicação de alimentos da nave foram comprometidos no transporte para o quadrante Delta. Além disso, eles têm de preservar energia.

Embora Chakotay seja um dos focos da história, é mesmo Seska quem se destaca. Ela marcará o seriado até o terceiro ano. O primeiro-oficial parece vulnerável e, às vezes, é difícil acreditar que alguém com suas características assuma um comando entre os maquis. Isso ficou claro no comentário que fez a Tuvok: “Você trabalhava para ela (Janeway), Seska trabalhava para eles (cardassianos). Alguém naquela nave trabalhava para mim?”

É interessante o modo como a série desenvolve personagens secundários. O tenente Carey e até a própria Seska aparecem desde o início. A produção de Voyager percebeu que em uma nave tão pequena e isolada do resto da Frota não poderia haver rotatividade de tripulantes.

Também é muito boa a maneira como a capitã Janeway se portou com os kazons – tentando ser educada mas, diante de uma sociedade machista e tecnicamente menos avançada, ameaça usar “a tecnologia à sua disposição” contra o Maje Culluh.

Seska e Chakotay

Entretanto, vale ressaltar que Seska tinha um bom argumento para ter feito o que fez. Seguir a Primeira Diretriz ao pé da letra pode ser incompatível com a missão da capitã, de voltar para casa. Por outro lado, se ela começar a esquecer que os princípios da Federação mantêm sua tripulação unida, poderá se encontrar perdida.

Por fim, é irônico que Chakotay se mostre tão apegado às normas. Quando Seska e outro maquis entram na cozinha da nave a fim de pegar alguns cogumelos para lhe preparar uma sopa, ele a repreende e declara que todos, inclusive ele mesmo, estão privados dos privilégios dos replicadores por dois dias. Tem-se a impressão de que o comandante nunca abandonou a Frota para juntar-se aos maquis.

Avaliação

Citações

“Is there really any harm in letting them keep one little piece of technology?””
(Tem realmente algum mal em deixá-los levar uma pequena peça de tecnologia?)
Neelix

“Do you think I gave you my heart to steal your maquis secrets?”
“I was beginning to wonder.”
(Você acha que eu te dei meu coração para roubar seus segredos maquis?)
(Já começava a pensar isso.)
Seska e Chakotay

“Let me tell you something. Your secrets weren’t good enough.”
(Deixa eu te dizer uma coisa. Seus segredos não eram bons o bastante.)
Seska

Trivia

  • Na opinião de Dale Kutzera, colunista da revista Cinefantastique e especialista em Jornada nas Estrelas, “State of Flux” coloca Chakotay em primeiro plano em um episódio de Voyager na hora exata. “Chakotay estava sofrendo do mal de Riker”, diz ele. “Uma terrível síndrome, que transforma primeiro-oficiais em peça decorativa.”

Ficha Técnica

História de Paul Robert Coyle
Roteiro de Chris Abbott
Dirigido por Robert Scheerer

Exibido em 10 de abril de 1995

Títulos em português: “Lealdade”

Elenco

Kate Mulgrew como Kathryn Janeway
Robert Beltran como Chakotay
Roxann Biggs-Dawson como B’Elanna Torres
Robert Duncan McNeill como Tom Paris
Jennifer Lien como Kes
Ethan Phillips como Neelix
Robert Picardo como Doutor
Tim Russ como Tuvok
Garret Wang como Harry Kim

Elenco convidado

Martha Hackett como Seska
Josh Clark como tenente Carey
Anthony De Longis como Culluh

Enquete

Edição de Stéphanie Cristina
Revisão de Roberta Manaa

Episódio anterior | Próximo episódio

Be the first to comment on "VOY 1×10: State of Flux"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*