Strange News Worlds avança rápido nas filmagens

A franquia continua trabalhando a todo o vapor nas produções das séries live-action. Enquanto Star Trek: Picard acaba de lançar seu mais recente trailer, vamos ver como andam os trabalhos de filmagens das séries Star Trek: Strange New Worlds e Star Trek: Discovery. E, claro que, como qualquer outro programa de televisão nos tempos de pandemia, eles enfrentaram atrasos em seus cronogramas iniciais. Mas isso, parece não ter afetado muito a velocidade de trabalho.

Parte dos elencos e equipes técnicas das séries compartilharam cenas de bastidores e fizeram novos comentários.

Star Trek: Strange New Worlds

A série continua suas gravações, apesar de um ator convidado ter testado positivo para o coronavírus, durante uma prova de figurino, em abril. As filmagens começaram em fevereiro, na cidade de Toronto, Canadá. E pelas últimas informações estão em ritmo acelerado.

Nesta quinta-feira, a diretora Amanda Row revelou que estava dirigindo o oitavo episódio (108) da série. A notícia veio pela sua conta no Twitter, com uma foto da claquete. A série está programada para ter dez episódios. Esta é a primeira vez que Row dirige um episódio de Star Trek. Na mensagem ela diz: “Isso não é um exercício !!!!!!!! 🤯🤯🤯🤯🤯Estou atualmente dirigindo #STARTREK”. Row tem créditos como diretora nas séries: Cloak & DaggerDoom Patrol (Patrulha do Destino) e The 100 (Os 100).

Outro que dirigiu um episódio de Strange New Worlds foi Sydney Freeland. Ele esteve no comando das filmagens do episódio sete, e também compartilhou uma foto. Freeland é estreante em Star Trek, mas possui créditos em Gray’s Anatomy, Fear the Walking Dead e Nancy Drew. Ele compartilhou seu entusiasmo no Instagram com a mensagem “Tanto quero dizer sobre isso. Mas até que chegue a hora 🖖🏽.”

A equipe feminina está muito presente na série. A diretora Maja Vrvilo enviou uma mensagem nas redes sociais confirmando que ela dirigiu o segundo episódio, revelando algumas imagens dos bastidores de seu laptop e uma claquete. Não há informação se este é o logo tipo da série. Vrvilo já dirigiu episódios de Picard e Discovery.

Dois dos novos escritores (Bill Wolkoff e Onitra Johnson) entraram recentemente ao grupo de escrita da série e compartilharam sua empolgação visitando o set.

Em suas últimas mensagens aos fãs, pelo twitter, o ator Anson Mount revelou sua ansiedade para ver Strange New Worlds na tela.

A série está programada para estrear em 2022 pela Paramount+ dos EUA. Não há informações, até o momento, se passará no Brasil.

Star Trek: Discovery

A quarta temporada de Discovery está em produção, na cidade de Toronto, desde novembro de 2020. As filmagens deveriam terminar em junho, mas foram estendidas até setembro.

Durante o painel do site Gold Derby, apresentado esta semana, a co-produtora da série, Michelle Paradise deu uma atualização sobre o trabalho de filmagem e edição:

Em termos de data de exibição, não sei quando será. O teaser trailer (lançado em abril) dizia “2021”, então vamos continuar com isso. Não quero revelar o quanto já filmamos. Nosso final já está escrito. Estamos filmando e editando. Temos alguns cortes que estão com bloqueio de imagem (alterações no corte já aprovadas). Estamos fazendo o trabalho de efeitos VFX. Muitas coisas estão acontecendo e estamos muito animados com a forma como tudo está se formando.

Michelle acrescentou que está profundamente envolvida com a edição de alguns episódios, embora as filmagens ainda continuem.

Quando perguntada se daria algumas dicas sobre a quarta temporada, ela brincou dizendo que a temporada inteira seria uma “ópera Klingon”. Mas, rapidamente esclareceu que não haverá apresentações teatrais Klingon. Paradise também prometeu que a tripulação não avançaria mais no futuro. Ela disse que o verdadeiro foco da quarta temporada são as relações entre os personagens.

Outro produtor que retornou, recentemente, para o grupo de edição foi Scott Gamzon. Ele já havia trabalhado na primeira e segunda temporadas da série. É um dos responsáveis pelas belas sequências em Talos IV no episódio “If Memory Serves”.

Ele compartilhou seu entusiasmo, através do Twitter, por estar de volta ao trabalho para a quarta temporada.

A atriz Emily Coutts (Keyla Detmer) compartilhou uma foto sua no Instagram com sua colega de navegação Oyin Oladejo (Joann Owosekun), dizendo: “filmei a noite toda e assisti ao nascer do sol com minha parceira no crime”.

O ator Anthony Rapp (Paul Stamets) também esteve no painel Gold Derby e falou sobre esta etapa de Discovery. Para ele, os atrasos no cronograma, devido a pandemia, tiveram o seu lado bom. Com a demora nas gravações, o elenco chegou a receber os roteiros, às vezes, semanas antes de fazerem as filmagens.

“Durante a primeira temporada”, lembrou Rapp, “Havia momentos em que pegávamos nossas falas no último minuto, mas isso foi antes de Michelle [Paradise] entrar a bordo”.

O ator elogiou o trabalho da produtora, nesta temporada, principalmente pela escrita, embora tivesse muitos diálogos sobre alta tecnologia.

Ontem foi meio típico para mim. Foi uma filmagem que levou um pouco mais tarde. Eu tinha que estar lá às 8h, mas não saí antes das 22h. E o dia todo eu estive falando sobre coisas científicas. Meu cérebro no final da noite estava meio que vazando pelos meus ouvidos, mas foi muito satisfatório.

Outro ator que mostrou felicidade em participar na quarta temporada foi Ian Alexander, que interpreta o Trill Gray. Alexander disse no painel Gold Derby que mostrou preocupação inicial por fazer um personagem trans com um destino trágico.

Frequentemente, personagens trans são mortos ou se suicidam. E pode ser uma narrativa muito desencadeante e deprimente de ‘Se você for trans, sua vida vai ser miserável e você vai sofrer’.

Mas ao saber dos produtores que a ligação entre seu personagem e Adira o faria ter um papel importante na temporada e garantir que o personagem  seja “verdadeiramente visto”, deixou o ator mais satisfeito em continuar.

Já Tig Notaro revelou que gravaria vários episódios, com algumas cenas possivelmente sendo inseridas em episódios anteriores. A comediante voltou a Los Angeles na semana passada para aparecer no programa Conan, onde confirmou que encerrou seu trabalho em Discovery. Ela fez todas as suas filmagens em apenas duas semanas.

Mesmo com seu tempo sendo limitado nos episódios – e evitando spoilers do que está por vir na quarta temporada – Notaro ofereceu esta garantia para o futuro, ao comentar no site Metro Weekly:

Alex me disse que eles nunca vão me matar.

Ela também falou sobre a dinâmica sarcástica entre Reno e Stamets que flui de sua química nos bastidores com o ator Anthony Rapp.

Estamos sempre brincando um com o outro. Mas de uma forma muito positiva e divertida.

A informação inicial é que a quarta temporada de Discovery seja lançada no final de 2021. A série passa no Brasil pela Netflix.

Fonte: TrekMovie