TAS 1×03: Yesteryear

Spock encontra sua jovem contraparte através do Guardião da Eternidade. Leia agora a revisão do Trek Brasilis para “Yesteryear”, de Jornada nas Estrelas: A Série Animada.

Sinopse:

Data Estelar: 5373.4.

A Enterprise está de volta ao planeta do Guardião da Eternidade, onde um grupo da Federação usa o portal do tempo para realizar pesquisas históricas sobre o planeta Ôrion. Kirk e Spock retornam de uma destas “viagens” no tempo, e descobrem que no presente Spock não existe mais. Ninguém a não ser Kirk lembra-se do 1º oficial da nave, que agora tem um Andoriano no posto, o comandante Thelin.

De volta a nave os registros de bordo mostram que neste futuro alternativo, Spock teria morrido aos sete anos de idade durante um ritual de passagem, chamado Kash-Wan em Vulcano. Spock lembra-se disto, e lembra-se também que na ocasião um primo distante chamado Selek havia salvado sua vida. Eles concluem que Selek era na verdade Spock, e que ele próprio havia salvado sua vida no passado.

Spock decide retornar ao passado, descobrir o que aconteceu para tentar restaurar a linha do tempo ao normal. Ele viaja pelo portal através do tempo até sua cidade Natal, ShiKahr, onde encontra a se mesmo, além de seu pai, Sarek e sua mãe Amanda. Ele se apresenta como Selek, e Sarek o convida para sua casa, onde acontece então o encontro entre os dois Spocks. Spock encontra também o seu animal de estimação, um sehlat chamado I-Chaya.

Chega dia do Kash-Wan, quando o menino Spock deverá passar sete dias no deserto com o mínimo necessário para sobreviver. O jovem Spock encontra-se em duvida sobre seu futuro, pois está pressionado de uma lado por seu pai, que pretende educá-lo de acordo como o modo de vida Vulcano, enquanto sua mão, humana, não se furta a demonstrar seu lado “emocional” em relação ao filho e a tudo o mais. Ele parte, mas seu Sehlat o segue. Spock manda que I-Chaya volte para casa e continua sozinho. Spock também segue o menino, pois finalmente se lembra do que aconteceu naquele dia.

O Spock adulto encontra a si mesmo sendo atacado por uma animal selvagem, mas o Sehlat se interpõe ao ataque. Na luta animal é gravemente ferido, mas permite a Spock tempo para que este ponha o animal fora de ação. I-Chaya vai morrer, é apenas uma questão de tempo. O jovem Spock corre de volta a cidade e convence um médico a acompanhá-lo, mas o animal está além de qualquer ajuda. O médico dá ao jovem Spock duas escolhas, prolongar a vida do animal mesmo que este sofra com isto, ou apressar sua morte. O menino escolhe a segunda opção, e ao fazer isto, abraça o modo de vida Vulcano para si. Missão cumprida, “Salek” se despede de seus pais, e retorna ao seu tempo para notar que tudo voltou ao normal.

Comentários:

“Yesteryear”, escrito por D.C. Fontana, é tido como um dos melhores senão melhor episodio da Série Animada. Partindo do conceito do “Guardião da Eternidade”, pinçado do clássico “The City on The of Forever” e juntando elementos da infância de Spock, estas trazidas do outro excelente episódio “Jorney To Babel”, D.C. Fontana consegue costurar um narrativa muito interessante em torno do nosso vulcano favorito.

Da mesma maneira que sua fonte inspiradora, este segmento da série animada não é um daqueles episódios sobre viagem temporais que pretendem explicar inexplicáveis paradoxos temporais, que existem somente na cabeça de fãs mais fundamentalistas, ou então do físico Stephen Hawking. Na verdade a viagem temporal é uma jornada pela alma de Spock, uma alma ímpar, sem dúvida. Até mesmo por que ficaria difícil de explicar como é que linha do tempo “correta” dependia de um evento futuro. Melhor deixar isto para lá e ir ao que interessa.

Ao longo da existência da Serie Original, muito foi dito a respeito das emoções de Spock, mas “Journey to Babel” (também escrito por D.C, Fontana) introduziu um elemento ainda mais interessante ao apresentar a mãe de Spock, uma humana em todos os sentidos. Sendo seu pai, Sarek. Vulcano, era lógico presumir que a infância de Spock seria no mínimo complicada.

É justamente neste ponto que o episodio toca, na escolha de um então jovem Spock em abraçar totalmente a filosofia de vida Vulcana, o que definiria uma série de outras escolhas em sua vida. Nos momentos em que Spock confronta a si mesmo, ele dá importantes conselhos a um então jovem e confuso Spock, assim como age junto a Amanda e Sarek para que estes vejam de forma positiva a situação de seu filho.

Entretanto, neste processo, Spock revê seu caminho desde a infância até chegar a idade adulta, como oficial da Enterprise. Agora mais velho, ele compreende melhor a si próprio e a seus pais. Esta viagem ao passado, permite a Spock olhar para si mesmo, e perceber as mudanças que ele qual havia passado sem sequer ter percebido. Talvez seja esta a interpretação do trocadilho de Spock no último ato deste segmento, quando ele diz a McCoy, “O tempo muda, doutor, o tempo muda”.

O resultado é um retrato de um personagem com camadas muito interessantes, principalmente se partirmos de “Yesteryear” e passando por “Journey To Babel” e “Amok Time” (outro episódio importante na caracterização de Spock) chegarmos a “The Undiscovered Country”. Ou seja, este segmento da Série Animada contribui muito para enriquecer ainda mais o primeiro oficial da Enterprise, e sempre que Spock vai bem, temos um episódio vencedor em mãos.

Citações:

Spock – “Live long and prosperity, Sarek of the Vulcan.”
(“Vida longa e properidade, Sarek de Vulcano.”)
Sarek – “Peace and long life. You are of my family?”
(“Paz e longa vida. Você é da minha família?”)

Trivia:

  • Mark Lenard, assim como os membros do time principal, retorna neste episódio para dublar ser personagem, Sarek de Vulcano.
  • Este episódio estabelece que o nome das mãe de Spock é Amanda Greyson. Em “Journey to Babel” apenas é dito o primeiro nome.
  • Estabelece também o nome da cidade natal de Spock, ShirKahr.
  • O episódio “Tears of the Prophets” da sexta temporada de Deep Space Nine, faz menção a USS ShirKahr, NCC-31905. A nave foi destruída durante a batalha pelo sistema de Chin’toka.
  • Em “Journey to Babel” é feita uma citação ao “bichinho de estimação que Spock teria quando criança, mas o nome Sehlat só é citado em “Yesteryear”. Tal animal seria novamente citado em por T´Pol em “The Forge”, da quarta temporada de Enterprise.

Ficha técnica:

Escrito por D. C. Fontana
Direção de Hal Sutherland
Exibido em 18/09/1973
Produção: 03

Elenco:

William Shatner como James Tiberius Kirk
Leonard Nimoy como Spock
DeForest Kelley como Leonard McCoy
James Doohan como Montgomery Scott
George Takei como Hikaru Sulu
Nichelle Nichols como Uhura

Elenco convidado:

Mark Lenard como Sarek
James Doohan alferes Bates
Billy Simpson o jovem Spock
Keith Sutherland o jovem Sepek
Leonard Nimoy como Selek
Majel Barrett como Amanda
James Doohan como Healer
James Doohan como Thelen
James Doohan como Aleek-Om
Majel Barrett como Grey
James Doohan como Erikson
James Doohan como Guardião da Eternidade