Avariando Analisando o Trailer

earlrv.jpgVocê provavelmente não irá concordar com várias de minhas colocações, talvez até a maioria. Mas contando já com as versões em alta resolução do trailer de Jornada nas Estrelas, acho que dá para nos divertimos fazendo aquilo que fandom adora fazer — minuciar frame-a-frame o que já temos de imagens do vindouro filme. Vamos ver a seguir algumas imagens comentadas do trailer, e algumas considerações finais minhas.

02.jpgÉ isto que dá ter que entregar um carregamento de cerveja romulana em Risa em menos de catorze horas.

04.jpgCuidado, James Tiberius Kirk! O Povo da Areia sempre anda em fila indiana para esconder seus números!

05.jpgÉ interessante ressaltar que desde a Desilu, esta é a primeira vez que o logo de uma produtora que não a própria Paramount aparece junto a crédito relativo a franquia. Bem, segunda, contando o teaser de janeiro.

06.jpgÉ, vocês acham que o Conselho da Federação é bobo? Ao invés da Califórnia, colocaram o estaleiro e todos os empregos agregados em um swing state.

Mas é sempre bem vinda demonstrações claras da existência de indústria pesada federada. Em detalhe, o gráfico nos tanques à esquerda são da bandeira federada é pós-TNG.

07.jpgArquitetura vulcana não está mal, mas…

08.jpg… ele está em uma daquelas Mega Church? Se lembro bem as notícias do início do ano, houve qualquer coisa de filmagem em algo parecido.

09.jpgOs bebedores de Ki-Suco aqui parecem que estão a negócio sério.

10.jpgEsta tomada da estação mais a Enterprise de frente não está nada mal. Este parece ser o melhor ângulo deste desenho das Constitutions.

11.jpgUia! O núcleo de dobra é executado no Mac OS X Leopard…!

12.jpgPau quebrando, shuttles sendo usados como suporte de fogo… esta deve ser a parte “cinética/animal/infernal” (TM) de ocasião.

13.jpgEnquanto aquele era o melhor ângulo das Connies, este definitivamente não é o melhor da classe a qual a Kelvin pertence. Deste jeito, a nave parece uma Pogoball.

14.jpgPelo número de pedras rolando e cavernas à mostra, eles vão gastar uma quantidade boa de isopor, bwhaha.

15.jpgNão é nenhum Sinatra, mas…

16.jpgCLICK! Isso foi para dar medo?

17.jpgEu sinto muito ter que fazer isto com você, mas… esta é a Lei do Oeste.

18.jpgTropas aerotransportadas federadas e todo este jazz… parece que o Abrams quer mesmo acabar com a reputação de Keystone Kops do Almirantado Federado.

19.jpgOuvimos o klaxon federado padrão aqui, sempre marcante.

20.jpgEsta sim é uma “perda de camisa” com que podemos contar! Mas não poderia imaginar que era para isso a correria e o klaxon.

21.jpgSpock, vamos lá! Eu estou com ele bem onde nós queríamos!

22.jpgKlingons, de máscara. Eu aposto dinheiro contra donuts como Abrams colocou esta sequencia no trailer só para as capturas de tela deixarem o fandom maluco.

23.jpgAh, meu bom Doutor, você devia controlar estas suas emoções — ainda vão ser a sua ruína…!

24.jpgHello Beastie!

25.jpgMais tranqueiras explodindo… se uma das próximas sequencias vindo mostra a destruição da Kelvin, esta seria então outra nave da mesma classe a ser destruída?

26.jpgEu nunca sei se esta nave, que parece ser a do Nero, a temponave de Spock, está indo ou vindo.

27.jpgEu estou admirado como é que até agora não apareceu ninguém — até onde eu tenha visto também — para reclamar que o registro NCC da Kelvin tem um zero à esquerda.

28.jpgSei lá se o fandom concordaria, Nero.

29.jpgDelta da Frota, créditos e afins, mutcho bene.

Frigir dos ovos, Leandro. O que achou?

Tem todo o jeito de ser primeiro trailer, mas não último, pois é da categoria de trailer que mais atira até a pia da cozinha na tela do que realmente coloca um resumo coeso sobre o que filme trata. Foi apenas o primeiro contato nosso com qualquer “footage” do novo filme, e vi elementos que me agradaram, vi elementos que não me agradaram, e vi elementos “meh”.

Mas para as necessidades do JJ Abrams, ao que ele afirma que se propõs, pareceu adequado. A produção de trailers atingiu recentemente um estado de arte per se, com filmes contando com emocionantes trailers mas sendo péssimas produções *coufghpearlharbourcoufgh* — perdão, um pouco de garganta rouca. É a função de trailers, atrair as multidões dentro de seu público-alvo e além.

Pelo valor da face, inúmeros elementos pregressos do Cânone & Cronologia de Jornada nas Estrelas parecem ser deixados de lado, enquanto outros são reaproveitados de maneira diferente. Mas segundo relatos da equipe de produção, precisão ao C&C estabelecido esteve sempre na ordem do dia para eles. Como pode ser que tais coisas foram conciliadas?

Por ora, acredito que a resposta mais simples é: não temos como saber com as informações até agora divulgadas. Como eu comentei acima, não é da categoria de trailer que se dispõe a detalhar a história. Então sobre esta questão do C&C, ou eles estão sendo consideravelmente levianos na matéria, ou a trama justificaria muito bem tais coisas, através da Mãe de Todas as Racionalizações. Resta aguardar e ver, e em que níveis isto de fato acontece ou não.

De qualquer modo, o aspecto C&C nunca foi o elemento que registra mais alto no meu Importanciômetro. Gosto de um C&C bem arrumado como qualquer um, mas boas caracterizações de personagens e boas atuações, trama bem elaborada com bom roteiro, e valores de produção sólidos acompanhados de boa direção são os elementos com o que mais me preocupo. E da mesma forma, este trailer também não tem realmente como garantir que isto tudo vai ser de qualidade.

O que já dá para perceber é que sem dúvida é uma Jornada para novos tempos. Se são tempos bons ou ruins, isto já são outros quinhentos créditos federados, claro. Independente disto, eu continuo reservando julgamento final sobre o filme como um todo para quando os créditos rolarem no cinema. Vou continuar em meu modo “Otimismo Cauteloso”.

16 Comments on "Avariando Analisando o Trailer"

  1. Marcio Carneiro | 19 de novembro de 2008 at 4:28 pm |

    O destinho do Fandom de Star Trek é dormir juntinho, chorando no mesmo cobertor quentinho do Fandom de Fallout.

    Para quem não sabe, Fallout é uma serie de RPGs para computador, considerada por muitos uma das melhores series já feitas. Mas a sua produtora amargou a falência a alguns anos.
    Os direitos dessa serie, depois de uns anos, foi comprado por outra empresa que também faz outra serie de muito sucesso. (No caso a serie Elders Scroll)
    E eles lançaram uma continuação da serie Fallout, que pegou muitos dos elementos da outra serie.
    Qual o resultado final? Sucesso de critica e de publico e um fandom chorando pelas “diferenças de canon”
    Chegando ao ponto de chamar o jogo lançado pela empresa detentora dos direitos do jogos de spin-off.

    Vejo que o futuro desse novo filme deverá ser o mesmo. Sendo um sucesso, irá gerar milhões para os produtores, provavelmente teremos pelo menos mais 2 filmes e depois disso, talvez uma serie. Enquanto o fandom fica discutindo se a nacele da nota enterprise esta correta ou não.

    Não me importo com retcons em elementos do canon, que muitas das vezes atrapalham. E a guerra romulana esta gerando mais problemas do que soluções.

  2. Após 100 posts, somente tenho uma coisa a dizer:

    Reinventar e fazer pavão é fácil …

    Pegar o que estava “morto” e revitalizar …

    Ninguem teve peito !

  3. Pessoal, mencionando um aspecto técnico do trailer: vocês notaram que em três tomadas (uma que aparece o Checov, uma da ponte e outra do Kirk nos corredores), a câmera foi colocada “meio torta”, como estilo de filmagem??? Será que vai funcionar? Eu achei um pouco estranho…

    O último filme que eu vi tentar fazer isso foi o aquele Battlefield: Earth (acho que era esse o nome).. do livro do cara que inventou a cientologia e com Travolta como principal. O resultado foi catastrófico.

    Alguém que tenha um conhecimento técnico / fotográfico / estético apurado, sabe se esse tipo de estilo funciona bem? Ou sabe me citar um filme em que esse tipo de “tomada”, tenha funcionado? Não me lembro de 2001 uma odisséia no espaço era assim. Não estou falando do estilo Bay de filmar, com a câmera em eplepsia (que eu odeio), olhem o trailer e reparem no que eu disse.

  4. De qualquer forma e um inicio, vamos aguardar, espero um bom filme, um tipo atualizado, uma forma de manter viva a franquia para as novas gerações.

  5. Luiz Castanheira | 20 de novembro de 2008 at 12:48 pm |

    Tomalak (103): Depende se seguir algum tipo de lógica ou se for apenas uma afetação. Naquele filme do Travolta o diretor basicamente deixou “inclinado” o tempo todo, aqui parece mais resultado da composição dos travelings que Abrams faz o tempo todo. De uma forma que é novidade em Jornada, aliás.

    Abraços
    Castanha

  6. Kirk de carro!!!! Puts, cacete, caraca… Kirk nem sabia direito o que era um carro!!!!! Mania de trazer o filme do futuro pro nosso elemento, quando o bom de Star Trek é existir num futuro incrível… E distante!

  7. Post 46
    Realmente, nao se fala a idade em que assumiu o comando, mas se fala que a idade do capitao é de 34 anos, isso faz com que ele tenha assumido entre 32 a 34 anos, portanto o Pine com 28 anos é muito novo para o papel, segundo o antigo cânon.

  8. Post 59
    THE DEADLY YEARS

  9. pOST 67
    de verdade, canonico, é o fato de que o capitao tinha 34 anos em TOS, como ele assumiu a capitania na Enterprise ele nao poderia ter menos de 31 anos. Livros, por melhor que sejam, nao sao considerados canônicos.

  10. Post 77
    Edu
    O legado do Roddenberry está seguro.
    Agora, temos que ter algum futuro, boicotar o filme nao é o caminho, vamos esperar que o filme seja bom com uma nova cronologia (reboot). Se nao for, há esperança que os próximos aconteça.
    Boicote seria o fim definitivo da franquia.

  11. Penso que a partir desse ano, PARA TOOOOODO O SEMPRE, teremos essa ETERNA discussão, pois pelo jeito houve um raxa (c/x ou ch?) entre os fãs de ST, cada um tem a sua posição e isso vai gerar muitos debates acalorados em convenções, (eu acho é claro, nunca fui numa).

    De um lado, os que preferem Jornada intocada, pois se for pra fazer um novo filme e não respeitarem o canon, deixa tudo como esta, mesmo que com isso Jornada permaneça algo cult, destinado a circular pela periferia da Galaxia, sem chance de voltar aos bons tempos em que era da elite.

    Do outro lado, aqueles que aceitam as novidades, que até ficam um pouco tristes com algumas coisas, como as batalhas nunca mais serem como em ST2, mas é a vida, fazer o que? vamos curtir o momento!

    Eu quero ver Jornada muito comentada e conquistando novos fãs, fãs estes que saberam com o passar do tempo, que alterações são necessárias.

    Já tenho de antemão a consciência que vou gostar demais do filme, só vou detestar se ele for pior que a Mulher Gato, pois nunca vi a Enterprise no cinema, me foi negado, pois só vi o ST 4, c/ aquela nave Klingon dos diabos, portanto vou assistir bastante no cinema, comprar o dvd e torcer por mais filmes.

  12. Se fosse para deixar Jornada intocada, não teriam feito mais nenhuma série depois da TOS, e não se iludam – elas foram feitas para render dinheiro para a Paramount e demais envolvidos. Assim, o novo filme apresentará nos créditos a mesma observação que as séries derivadas tinham – BASEADO em Jornada nas Estrelas, criada por Gene Roddenberry – e a vida vai continuar.

  13. Trailers não são a melhor forma de se julgar um filme. Exemplo Episódio I de StarWars, que tinha um bom trailer e é um péssimo filme.

    O Trailer foi sim feito pra quem ainda não chegou aos vinte ou caminha aos vinte-cinco.

    O filme, aguardo o lançamento pra comentar.

  14. Eu gostei muito desse trailer, pelo que mostra, promete que esse filme será um dos melhores de Jornadas nas Estrelas, ou seja esse filme tem tudo para ser um grande filme. Mas eu achei interessante que esse trailer mostrou:
    -Que esse filme irá contar um pouco da vida pregressa do Kirk, antes dele assumir o comando da Enterprise.
    -A Enterprise desse filme é bem moderna e iluminada, a nave tem jeito de produção dos anos 2000.
    -Cristopher Pike será interpretado por um ator que não se parece nem um pouco com o Pike original.
    -Há uma disputa entre Kirk e Spock.
    -Vai ter muitas cenas de ação e de batalhas espaciais.
    -E eu espero e torço para que seje um grande filme!

  15. Alexandre Madruga | 21 de novembro de 2008 at 4:02 pm |

    O filme vai dar certo por remontar o ST. Dia 8/5/2009 tá longe, mas isso vai ajudar a entender as mudanças e a nova ST que vem por aí. Em boas mãos (de Diretor) está. Quem sabe ST fica mais eletrizante. QUe assim seja. Kaplah!!!

Leave a comment

Your email address will not be published.


*