abramskoreaEsta semana, J.J. Abrams foi em Seul, na Coréia do Sul, dar continuidade a promoção do filme pela Ásia, assim como fez na Europa. Além da apresentação dos 20 minutos de filme, ele trouxe os atores Chris Pine (Kirk) e Zoe Saldana (Uhura) com ele.

Embora a Ásia tenha se tornado um dos mais importantes mercados para filmes, a franquia não tem obtido, por lá, um bom desempenho nos últimos anos e esse é o desafio de J. J. Abrams, reverter expectativas.

j-j-abrams-korea

De acordo com um artigo do Korea Herald, os coreanos verão o filme com o título de “Star Trek: The Beginning” (diferente de muitos países em que será apenas Star Trek). O diretor ao conversar com a platéia de jornalistas saiu em defesa de seu projeto, “Fizemos esse filme não para Trekkies, mas para os futuros fãs de Star Trek. O estúdio queria dar ao filme um recomeço e eu fui inicialmente trazido como produtor, porém, após a leitura do script, eu vi muito potencial e possibilidade, que o original não teve sucesso em concretizar devido as limitações tecnológicas, desse modo fiquei muito ávido por fazer isso e decidi dirigi-lo sozinho”, disse o diretor.

chris-pine-koreaChris Pine também falou do filme, enfatizando que sua atuação não era uma personificação de Shatner, “Comecei a assistir a série original febrilmente porque eu sabia que tinha apenas uma quantidade limitada de tempo para me preparar para o papel. E depois de chegar a meio caminho da primeira e segunda temporadas vi que não estaria me favorecendo, tentando pegar os maneirismos de William Shatner e as minúcias do mundo de Jornada. Eu teria criado um personagem que era mais uma personificação do que uma encarnação original. A prescrição de J.J. para conceber o papel, e isso vale para todos nós, foi a de criar o nosso próprio, e não preocuparmos muito com obediência às leis do mundo original de Jornada“.

Pine disse se sentir agradecido pelo voto de confiança dado por alguns fãs ao seu trabalho, “Eu estava no cinema alguns meses atrás, à espera na fila para comprar pipoca e esse cara atrás de mim me bateu no ombro e perguntou – “Você está interpretando o novo Kirk, não é mesmo?” –  E eu disse – “sim, sim eu estou”.  Nós apertamos as mãos e ele me olhou de cima para baixo e finalizou – “É, eu acho que você vai se dar bem”. Isso dá uma idéia do sentimento de posse que estes personagens têm sobre os fãs da série”.

zoe-saldana-koreaPor seu lado, Saldana falou sobre sua estreita relação com o caráter de Uhura e a força do personagem, “Tenho uma atração gravitacional para personagens que são fortes. Penso que há semelhanças entre Uhura e eu”, disse Saldana, “É concebível acreditar que alguns dos senhores deixem vazar o que os atores interpretam e eu certamente espero que as coisas que forem vazadas … elogiem minha interpretação do personagem no filme – a forma como ela é capaz de comandar a si mesma, de forma muita disciplinada e forte, de uma definição que é essencialmente masculina, e ainda ser cortejada e cumprir sua tarefa em uma forma andrógina – Eu amo as mulheres que são assim”.

A Paramount está trabalhando arduamente para fazer com que este novo filme seja um evento mundial, algo sem precedentes na história de Jornada. O último filme (Nemesis) conseguiu apenas 564.650 dólares no Japão e passou em apenas 26 cinemas (o país possui mais de 70). Nemesis abriu na Coréia nove meses depois da estréia nos EUA, mas não há dados disponíveis sobre a bilheteria. Em comparação, o primeiro filme de J. J. Abrams, Missão: Impossível: III fez mais de 44 milhões de dólares no Japão, e quase 38 milhões na Coréia, embora tivesse a vantagem de possuir um ator bastante conhecido, Tom Cruise. Mas um filme que muitas vezes é considerado como modelo para o novo Star Trek é o famoso Batman Begins. O reboot do homem morcego trouxe 6,5 milhões na Coréia e 12,4 milhões no Japão.

Mas para se aproximar da bilheteria de BatmanJornada precisará de muitos novos adeptos, além dos fãs tradicionais, e isso só poderá ser conseguido se tiver a adesão dos mercados que não falam o inglês, como está sendo a ênfase de marketing nesses países. Na semana que vem, próxima parada de J. J. Abrams, Tóquio.

Fonte: Trek Movie e IOL Diário