Filho de James Doohan fará ponta no filme

chris-doohan.jpgChris Doohan, filho do ator James Doohan que interpretou o famoso engenheiro da nave Enterprise, Montgomery Scott, concedeu uma entrevista exclusiva para o site The Trek Movie. O produtor revelou detalhes de sua participação no filme de Jornada nas Estrelas e de sua alegria em honrar o trabalho de seu pai na série original.

Em novembro passado, Chris, que chegou a se candidatar ao papel de seu pai, fez um teste para uma pequena participação no filme de Abrams. Agora, ele revela que foi chamado para integrar o elenco, dando alguns detalhes sobre sua segunda aparição num filme da franquia.

A respeito de quando iniciará suas gravações e que personagem interpretará, disse. “Neste ponto, eu estou temporariamente agendado para iniciar na próxima semana, mas assim como James Cawley, eu também não sei exatamente o que farei. Só sei dizer que meu pai ficaria feliz com minha posição na nave”.

E quanto ao uniforme? “Eu fui na Paramount, algumas semanas atrás, para experimentar o vestuário. Após um momento de déjà vu, eu fiquei lá admirado com as filas e filas de uniformes de Jornada, que pareciam estar em todo o lugar. Os uniformes são incríveis e extremamente bem feitos. Quando se refere a guarda-roupa, eles definitivamente não economizam. Eu fico imaginando como a Enterprise se parecerá. Mal posso esperar para ver”.

A respeito de seu encontro com Simon Pegg (novo Scott) e J. J. Abrams. “Simon e eu tivemos trocando uns poucos emails e podemos juntos honrar o meu pai. Estou ansioso para ver o resto do elenco e Abrams. Acredito que ele seja alguém que poderá fazer isso, de um modo que respeite a visão de Gene Roddenberry. O fato de Abrams pedir para Randy Pausch (professor com câncer) estar no filme já prova isso para mim. Estar nesse filme é um sonho que se torna realidade”, finalizou o produtor.

doohan.jpgQuando Chris Doohan falou em déjà vu ele referiu-se a sua primeira aparição num filme de Jornada. Ele, juntamente com seu irmão Montgomery, fizeram ponta no primeiro filme de Jornada no cinema. Isso faz dele, além de Leonard Nimoy, um dos únicos a estar presente nesses dois filmes.

Fonte: TrekMovie

  

15 Comments on "Filho de James Doohan fará ponta no filme"

  1. "Frank" Hollander | 25 de janeiro de 2008 at 8:58 am |

    Mais um “trekker” que JJ, sabiamente embarca no filme. Está me parecendo que JJ quer garantir que formadores de opinião falem bem das filmagens e filmes.

  2. Pelo visto será o “Festival das Pontas” em Hollywood!!! Meio mundo vai estar nesse filme.

    Vou mandar um e-mail pra JJ. Quem sabe eu descolo um ponta tbém..ehehehehehe

  3. Severino - quebra-galho | 25 de janeiro de 2008 at 10:02 am |

    Tem uma ponta para um quebra-galho???

  4. Luís Henrique Campos Braune | 25 de janeiro de 2008 at 10:26 am |

    É… quem sabe a gente descola uma pontinha e digamos: “Alô mamãe”!!! Eu ficaria muito satisfeito…

  5. Luís Henrique Campos Braune | 25 de janeiro de 2008 at 10:28 am |

    Pfff.. agora que entendi…. Severino… quebra-galho… Zorra Total… KKKKKK!!!!!!

  6. Taí uma saída pro Shatner. Basta ele começar a falar mal do filme.
    Mas o Frank está certo. É uma boa estratégia chamar um potencial inimigo para sua festa. Na verdade é costume do Abrams chamar muitos atores desconhecidos e personalidades de 2º escalão para fazerem ponta em seus filmes e séries.

  7. J. J. Abrams tem um fgilme na mão que está gerando muita pressão, além do alto custo este novo Star Trek tem que colocar toda a franquia nos eixos, e ele está fazendo algo muito inteligente, esta colocando figuras conhecidas do universo de jornada para participar de um filme que deve ter aceitação do público fiel.

  8. Tá faltando muita gente ainda. Basta fazer uma cena com uma multidão e cabe todo mundo ( Ex: no lançamento da Enterprise ).

  9. Com essa história de figurante estou me lembrando do figurante que roubou a cena de Brent Spiner, na ponte da Enterprise em Nemesis. Ele fez o gesto que Data ía fazer, segundos antes. Foi a vingança do fã.

  10. Francisco Oliveira | 25 de janeiro de 2008 at 6:14 pm |

    Ralph , conta direito esta história …rs rs
    Saiu no DVD pra gente conferir ?
    abraço , Francisco

  11. Não foi no Generations? Naquela hora do “Yes!”

  12. Hoje em dia, fazer filmes contendo uma enorme multidão é muito simples: usando programas 3d, por exemplo. No próprio Max (3ds max) pode-se gerar uma multidão fazendo múltiplos clones e até fazê-los parecerem reais e, sei disso porque estou entrando nesse maravilhoso mundo da CGI. Li revistas especializadas que mostraram como foram feitas cenas envolvendo centenas de figurantes em Star Wars, protagonizadas por modelos virtuais 3D que substituíam pessoas reais. Cada vez mais a indústria do entretenimento vai usar essas ferramentas. Prova disso são alguns cenários da própria Enterprise no novo filme que são totalmente virtuais, onde o ator contracena com um croma (tela verde ou azul) de fundo!

  13. É mesmo Valter, me desculpe.
    Foi no Generations.
    Existe um comentário do Rick Berman, se não me engano, onde ele fala que a cena do Data fazer com a mão fechada e dizer “Yes”, foi feita pelo figurante, ao fundo, um pouco antes dele. Ñão sei porque ficou, mas ele está lá com a mãozinha fechada e tudo. O cara se empolgou ou fez de sacanagem.

  14. Assisti a Generations e Nêmesis e, não sei por que, mas, aqueles cenários futuristas não me empolgaram! Gostei muito mais da ponte da Enterprise B à da Enterprise D. Inclusive, o design da classe Excelsior é bem melhor! No século XXIV, simpatizei mais com o visual da Voyager! Não tem nada há ver com o assunto discutido nos comentários anteriores, mas já que o assunto acabou se inclinando para os filmes no cinema da TNG…

  15. Visual “futurista” é mesmo relativo. Tinha gente que achava que em 2008 todo mundo ia estar usando colant prateado…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*