Novas revelações sobre a série Discovery

discoveryEm um painel apresentado ontem na Television Critics Association, numa turnê de imprensa, o produtor de Star Trek: DiscoveryBryan Fuller, fez algumas revelações sobre a nova série. Fuller confirmou que a série contará com uma liderança feminina humana, um personagem gay, alienígenas e muito mais.

No painel, Bryan Fuller anunciou que a Discovery irá preencher a lacuna entre as séries Enterprise e a Clássica, sendo definida dez anos antes missão de cinco anos de Kirk.

“Nós estamos no universo Prime, 10 anos antes do capitão Kirk. Nós teremos a oportunidade de preencher a lacuna entre Enterprise e a série original e realmente nos ajudar a redefinir o estilo visual de Jornada”

“Temos que jogar com toda a iconografia das naves e naquele universo. Uma vez que estamos fazendo esta série em 2016, e sabendo que todas as outras séries foram produzidas [em um momento que] não era tão sofisticado como estamos agora, com o que podemos fazer em termos de produção, vamos restabelecer um olhar inteiro para a série – não só para a série, mas para o que queríamos realizar com Jornada além desta série”.

Para Fuller a visão otimista do futuro mostrado na franquia, não pode ser desprezada.

“Jornada somos nós e para onde estamos indo. Esse sentimento de esperança é algo que não pode ser desvalorizado, especialmente onde estamos hoje.”

painel

Fuller provocou a platéia sobre a premissa dizendo que houve um acontecimento na história da Federação que tinha sido comentado, mas não explorado, e que fará parte da série.

“Há um incidente e um evento na história de Jornada que foi comentado, mas nunca foi explorado. Para fazer esta série, nós estamos contando uma história muito mais serializada (em vez de episódica), para cavar fundo em uma história muito tentadora”.

Fuller acrescentou.

O evento é algo que foi referenciado na série original, mas não é a guerra Romulana (perto), nem a Seção 31 (mas que poderia desempenhar um papel) e nem Kirk lutando com o teste Kobayashi Maru. Isso só foi referenciado, nunca visto.

O produtor também negou que a série vai girar em torno da batalha de Axanar.

Como já dito acima, a primeira temporada vai ser serializada. Fuller confirmou que a temporada terá 13 episódios e contará com histórias independentes que contribuirão para um arco maior, mas ficarão amarradas até o final do episódio.

A cena de abertura da série “não será definida na Terra, e nenhum planeta”.

 

Primeiro personagem gay.

“Nós estamos absolutamente trazendo um personagem gay”

Ele lembrou que, durante o seu tempo como roteirista em Deep Space Nine, os fãs enviaram mensagens de protesto por um boato de que o personagem de Jeri Ryan, Seven of Nine, ia ser gay. Ele acrescentou que ele manteve uma pasta de e-mail guardando os arquivos, apenas para lembrá-lo da importância de incluir personagens gays, se ele tivesse um dia sua própria série Trek.

“Percorremos um longo caminho desde então. Eu acredito que os direitos dos homossexuais, na verdade, chegaram muito mais longe nesse tempo, do que as questões de raça e questões das mulheres”.

 

Uma liderança feminina

Também foi anunciado que a série terá um papel feminino principal, embora ainda não tenha sido feito teste de elenco.

Como relatado pelo Entertainment Weekly, Fuller disse que o papel feminino principal terá o posto de tenente-comandante (não de capitão), mas com “algumas ressalvas”.

“Nós vimos seis séries do ponto de vista do capitão; ter um personagem com uma perspectiva diferente sobre a nave – que tem diferentes relações dinâmicas com um capitão, com os subordinados, nos dá um contexto mais rico”.

“A série vai explorar a jornada de uma mulher que irá ensiná-la a conviver com outras pessoas na galáxia”.

“Nós temos uma personagem que está em uma viagem, e então para compreender algo que é alienígena, ela primeiro terá que entender a si mesma”.

Fuller diz que falou com Mae Jemison, a primeira mulher negra a ir no espaço, ao pensar sobre como lançar este papel.

“Foi interessante enviar seu perfil e começarmos a falar sobre o personagem e obtermos sua perspectiva sobre o que parece o mundo para uma mulher nas ciências agora, quando ainda temos um monte de problemas com mulheres e raça, e como isso vai ser 250 anos no futuro, quando o mundo recebe a união e igualdade é uma coisa que é mais aceito”.

 

 

Diversidade de espécies.

De acordo com o The Hollywood Reporter, a série contará com 7 personagens líderes tão diversos como temos esperado de Jornada desde a série original.

“Jornada começou com a maravilhosa expressão de diversidade em seu elenco: um russo, uma mulher negra, um asiático, um vulcano … vamos continuar essa tradição e nossa liderança na série vai ser objeto do mesmo nível de quem é o melhor ator e o que podemos dizer sobre a diversidade em cada papel que vamos ter na série. Nós não encontramos ainda (para o teste de elenco), portanto, não sabemos o nível de diversidade que isso terá, mas está presente em nossas mentes.

Disse ainda que haverá tanto alienígenas de encarnações anteriores quanto novas espécies.

“Nós provavelmente vamos ter mais alguns alienígenas do que você tem normalmente visto nas séries. Nós queremos pintar um retrato da Frota onde vamos ter novos aliens emocionantes e também nova imaginação de aliens existentes”.

Fuller observou que algumas das mudanças poderiam perturbar os fãs conservadores, acostumados a verem as coisas de uma certa maneira.

“Estamos produzindo o show em 2016. Temos de atualizar o estilo dos efeitos, o estilo dos cenários, o estilo da maquiagem.”

TVLine relatou que um dos personagens alienígenas da série será nomeado Saru.

Fontes disseram ao THR, que o resto do elenco também contará com um almirante do sexo feminino, um capitão Klingon do sexo masculino, um almirante do sexo masculino, um consultor do sexo masculino e um médico britânico masculino.

Alguém perguntou se haverá robôs e Fuller disse: “Sim.”

 

Teremos personagens conhecidos da franquia?

A respeito da inclusão de personagens conhecidos da série original disse

“Uma vez que se passarmos pela primeira temporada e estabelecermos nosso próprio universo Trek, com a tripulação reimaginando uma série de elementos de Jornada, estaremos olhando para a segunda temporada a se abrir para personagens mais familiares e como eles poderemos alimentar a série. Em primeiro lugar, eu acho que realmente queremos convencer você e estabelecer a grandeza dos novas personagens que vão ser introduzidos”.

Mas um personagem, em particular, Fuller tem muito carinho: Amanda Grayson (mãe humana de Spock).

“Eu amo esse personagem. Eu amei o retrato dela por Winona Ryder [no filme de 2009] e é um grande personagem. Seria divertido em alguma iteração desta série incorporar ela e seu enredo, já que ela não é uma parte central da série, mas nós amamos esse personagem”

 

 

Nave inspirada na Enterprise?

“A seção disco, as naceles, e o projeto que vazou no início, mudaram consideravelmente. Mas ainda é muito inspirado por aquelas ilustrações de Ralph McQuarrie”.

 

Sobre a série ter um contexto mais pesado de censura

Quanto a incluir sexo e palavrões.

“Bem, há uma razão para nós o chamarmos de STD (brincando com a sigla Sexually Transmitted Diseases). Nós vamos ter um espectro mais amplo para explorar essas questões, mas ainda é Jornada. Provavelmente terá um pouco mais conteúdo gráfico. Nós discutiremos sobre a língua todos os dias. É apropriado para alguém para ver uma ponte explodir e dizer: ‘Oh merda’. Imagino que vamos filmar cenas de algumas formas e ver o que se sente mais autêntico na sala de edição. “

 

 

Discovery na CBS All Access. 

Comentando mais adiante, o presidente da CBS Interactive, Glenn Geller, aponta que ele espera que a série obtenha cerca de 15 milhões de espectadores para sua estréia série na CBS. Ele observou que os programas de TV de Jornada tendem a ter uma média de 2 para 5 milhões de espectadores para os seus primeiros dois anos como reprises no Netflix. “Nós pensamos que esta é uma boa aposta para nós para fazermos crescer nossa base de assinantes no ano que vem”, disse ele.

Aguarde por mais novidades.

 

26 Comments on "Novas revelações sobre a série Discovery"

  1. Paulo Ricardo Rossi | 11 de agosto de 2016 at 2:35 pm |

    Que maldade do O Globo virtual… observem a foto que usaram para ilustrar.
    http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2016/08/star-trek-tera-protagonista-mulher-e-personagem-gay-em-nova-serie.html

  2. Quem assinou a matéria, Paulo Ricardo não conhece ST.

  3. A principio a Batalha de Axanar esta descartada, se entendi direito, mas ficando em aberto para proximas temporadas… e tambem a possibilidade de aparecer versoes jovens do TOS.
    Sera que seria possível aparecer eventualmente, nessa primeira temporada, ou talvez nas seguintes: os Capitães: Garth, April, Pike ?

  4. Maurício Oliveira | 11 de agosto de 2016 at 4:03 pm |

    Pike e April bem possível. April estaria no comando da Enterprise?

  5. Se a série se passa 10 anos antes do aparecimento de Kirk, é provável que Pike seja capitão da Enterprise (incidente em Talos IV foi nesta época se não me engano), mas nem se sabe se a Enterprise irá aparecer na série. Como eles comentam sobre a possibilidade da série esbarrar em personagens canônicos, nada impede que eles chamem, talvez, Bruce Greenwood, Winona Ryder, Ben Cross, Zachary Quinto a repisarem os seus papeis, só que na linha original.

  6. Maurício Oliveira | 11 de agosto de 2016 at 6:06 pm |

    Thalos IV aconteceu quantos anos antes ?

  7. Os acontecimentos do Piloto The Cage ocorrem 10 ou 15 anos antes na linha original – http://memory-alpha.wikia.com/wiki/The_Menagerie,_Part_I_(episode)

  8. David Gaertner Curitiba | 11 de agosto de 2016 at 6:19 pm |

    São uns bestas. QI muito baixo para ST.

  9. David Gaertner Curitiba | 11 de agosto de 2016 at 6:20 pm |

    Bom, não tenho a menor idéia de que assunto foi este, apenas mencionado na série original mas importante a ponto de gerar todo o mote da nova série. Partiu assistir toda a série clássica de novo.

  10. Os acontecimentos do Piloto The Cage ocorrem 10 ou 15 anos antes (não saberia falar com exatidão, pois faz tempo que não assisto TOS) na linha original – http://memory-alpha.wikia.com/wiki/The_Menagerie,_Part_I_(episode)

  11. Segundo o Wikia http://memory-alpha.wikia.com/wiki/Robert_April
    April foi o primeiro Capitao Enterprise Entre 2245 a 2250 e apos isso foi promovido a Commodore até 2270.

  12. Não sabemos se a Enterprise aparecerá, mas que sera mencionada, possivelmente sim. quem sabe num final de temporada ela aparecendo pra dar alguma ajudinha pra Discovery.

  13. Então não é uma nave da seção 31??

  14. Sim, no próprio anime menciona que April foi o 1º capitão da USS Enterprise, s.m.j., mas muitos falam que os desenhos da década de 70 não fazem parte do cânon oficial. Como o seriado novo passa 10 anos antes de Kirk aparacer como Capitão. Pike já é capitão da Enterprise, Kirk é alferes da USS Republic ou tenente da USS Farragut, respectivamente,nesta época.

  15. É um grande mistério!!!

  16. Eduardo Cordeiro | 11 de agosto de 2016 at 9:29 pm |

    Parece que o Fuller engavetou todas as frustrações dele em um arquivo esperando o dia que ele ia “se vingar´´ dos “fãs conservadores´´ que o impediram de colocar sua agenda em prática. Prevejo um desfile de teses politicamente corretas apontando o dedo na cara de quem discorda ou simplesmente não gosta de determinado assunto sendo enfiado goela abaixo. Ainda vão sentir saudade de Berman e cia.

  17. Atores muito caros. Não creio.

  18. A foto é o de menos. Os comentários são lamentáveis.

    A porcaria do JJ criou uma confusão tão grande na cabeça das pessoas que o pessoal mistura Série com esses Filmes péssimos.

    Agora parece que a tendência vai ser a mesma.

    O dia que outro ator fizer o Spock ou o Kirk nessa série, será o dia que pararei de assistir. Porque aí já é d+.

  19. Será que esse assunto apenas mencionado na serie classica se refere ao planeta Talos IV, do episodio The Cage? Havia uma proibicao imposta pela Federacao, de que nenhuma nave poderia visitar planetas desse sistema, não? A proibicao se devia a quê? O planeta havia passado por uma guerra civil, uma guerra nuclear… a USS Columbia se acidentou ali muitos anos antes de Pike chegar… Será isso?

  20. Não é o pessoal de Axanar que que a Paramount está processando? Se sim, faz sentido agora (do ponto de vista da Paramount, claro).

  21. Parece que será muito bom!!

  22. Henrique Hübner | 15 de agosto de 2016 at 1:42 pm |

    A personagem “Number One” de “The Cage” poderia ser essa Tenente Comandante assumindo o posto de Capitã em seguida.

  23. Sim…sim

  24. Talos IV não foi citado …foi tema de 2episódios e Kirk cita o evento pois Pike esteve lá e foi após the Cage q a Federação proibiu as naves de chegarem perto.
    Portanto não deve ser sobre Talos.
    Deve ser sobre evento q ainda não foi tema de episódio.
    Como a guerra Klingon

  25. Tá vendo só, que losnas!!

  26. É, os primeiros 3 – 4 episódios serão chave para o sucesso! Adianto que vou assistir a todos os 13 da 1a temporada. Vamos garantir audiência pessoal. Só espero que melhorem a nave! Aquela do teaser…

Leave a comment

Your email address will not be published.


*