Blu del Barrio comenta sobre Adira em Discovery

Blu del Barrio fez sua estréia profissional no episódio “People of Earth” da série Star Trek: Discovery como Adira, jovem oficial da Força de Defesa da Terra.

Del Barrio estava em seu último ano de estudos na London Academy of Music and Dramatic Art quando fez o teste para o papel em Discovery, e tendo atuado no teatro desde os sete anos de idade.

Identificando-se como não binário, Del Barrio conversou com o site Entertainment Tonight sobre como foi sua entrada na terceira temporada de Discovery. Falou ainda do relacionamento com outros atores LGBTQ do elenco e por que a história de Adira começa com Pronome “ela”.

Disse que um ano antes de ter o papel, estava fazendo sua própria jornada pessoal da descoberta de sua identidade.

Um ano antes de conseguir este emprego, eu estava lutando muito para tentar entender quem eu era e lutando muito com meu gênero. Eu estava questionando um monte de coisas e comecei a fazer testes para papéis não binários porque sabia que não era cisgênero e estava tentando me descobrir.

Eu sempre comecei a querer desempenhar um papel não binário, provavelmente porque queria ser capaz de me explorar dessa forma, mas não estava realmente contando a ninguém sobre isso. Então, conseguir esse emprego e interpretar Adira foi realmente impressionante no início, mas no geral uma grande bênção porque me permitiu explorar a minha pessoa. Cresci ao lado de Adira.

É uma maneira muito estranha de acontecer, mas estou muito feliz que tenha acontecido. Isso me deu uma comunidade de pessoas que me apoiam incrivelmente. Wilson (Cruz), Anthony (Rapp) e Ian (Alexander) são minhas pedras aqui e eles me ajudaram em muitas coisas que eu não poderia enfrentar só.

Nota: Ian Alexander ainda não apareceu em Discovery, mas sabe-se que vai viver Gray, um personagem trans.

Quando conseguiu o papel na série, Del Barrio teve de manter tudo em segredo, até sua divulgação, e isso lhe causou muita ansiedade para mostrar a todos que agora fazia parte da franquia.

Foi definitivamente muito difícil. Foi um grande negócio para mim e é um universo tão grande de coisas que eu queria falar sobre. Acho que apenas dois dos meus amigos mais próximos sabiam, então eu não pude dizer mais nada e já faz quase um ano inteiro tendo que esperar desde que consegui o emprego. Então, foi incrível finalmente poder falar sobre isso depois de tanto tempo.

Definitivamente, ainda não caiu a ficha totalmente. Ainda parece realmente surreal. Realmente não parou de parecer surreal desde que consegui o emprego, é uma loucura. Eu me sinto incrivelmente com sorte toda vez que volto ao set e agradeço por poder fazer parte disso. Eu simplesmente sinto que tive muita sorte nesta vida, e estar em uma série como essa com um elenco tão incrível e pessoas tão fantásticas. Me emociona.

A experiência dos colegas de elenco LGBTQ, ajudou na sua orientação durante o processo de interpretação de Adira.

Blu del Barrio Represents a Bright Future for Star Trek

Eles me ajudaram de mais maneiras do que posso descrever. Imediatamente quando cheguei aqui, não conhecia ninguém, os dois me procuraram. Wilson me levou para almoçar e conversou sobre tudo o que estava acontecendo. Anthony também foi incrivelmente maravilhoso e me procurou para ter certeza de que eu estava bem. Ambos, desde o início, me apoiaram muito em tudo o que eu precisava, eles queriam me ajudar e estarem lá para mim. Como para Ian e eu, eles se tornaram nossos pais da série. Eles realmente parecem figuras paternas para nós e também amigos maravilhosos. Eles são exemplos realmente bons para Ian e eu seguirmos. Eu os amo muito, realmente amo.

Isso me ajudou a ser totalmente transparente sobre as coisas. O que ajudou muito é que eles me deram muita liberdade com Adira para ir aonde eu precisasse ir porque eu ainda estava me questionando no início da temporada. Eu não queria fazer de Adira alguém cem por cento confiante em como se apresentar ao mundo, porque eu também não estava lá. Por causa disso, eu meio que cresci e me senti mais confortável e permiti que influenciasse onde Adira estava e vice-versa. Ele ia e voltava, mas sinto gratidão por eles me deixarem ir nessa direção, porque eu não queria interpretar um personagem que estava totalmente confiante em si mesmo quando eu ainda não estava, especialmente em torno de algo tão sensível.

O interessante no episódio é que não sabemos que Adira é não-binária. Na verdade, em parte de uma conversa, Saru coloca o pronome “ela”.

Sim, o uso desses pronomes foi muito importante para mim. Preocupo-me muito com uma representação precisa de Adira e representação trans, especialmente. Porque eu ainda não estava totalmente com segurança para muitos da minha família e alguns dos meus amigos ainda, eu não me sentia confortável desde o início tendo todos usando os pronomes “eles” para Adira porque eu não estava com abertura para todos ainda. Então, eu queria esperar até que realmente estivesse em um lugar onde pudesse falar com minha família e meus amigos e dizer a eles quem eu era. Naquele ponto, pude sentir que agora é uma maneira precisa de representar Adira na tela, porque eu também estou lá.

Eu não queria me apressar. Eu não queria me pressionar. Eu só queria que fosse o mais honesto possível porque há tão poucos personagens trans na tela e eu queria tornar esse personagem o mais transparente possível para minha própria experiência, porque não vemos muitos personagens trans na tela que estão questionando, que talvez não estejam falando completamente com todos sobre como se sentem sobre si mesmos. Há muita pressão na mídia para que sejamos 100% confiantes e realmente seguros de nós mesmos, para que as pessoas que assistem aos programas não nos questionem. Mas há tantas pessoas que lutam com sua identidade e eu queria que pelo menos um personagem na tela fizesse isso. Ser capaz de ver alguém ir de guardar tudo dentro para compartilhar, porque é isso que todos têm que fazer.

Del Barrio faz uma análise sobre o que podemos esperar de Adira nesta temporada.

Star Trek: Discovery Season 3 Episode 3 Easter Eggs & References | Den of Geek

Adira é uma pessoa muito introvertida logo de cara. Não compartilha muito rapidamente, então a única maneira de seguir em frente é se abrindo. Acho que é isso que se pode esperar. Adira se coloca em uma situação em Discovery e agora está lá tentando fazer o que se propôs, mas para isso, precisa se abrir para as pessoas ao seu redor. Não pode simplesmente se isolar na nave. Adira está lá com um propósito e, portanto, precisa sair de sua concha e compartilhar suas experiências com outras pessoas. Acho que é isso que está por vir.

A reação das pessoas ao anúncio de Adira em Star Trek foi positiva e isso deu a Del Barrio a oportunidade de falar com mais artistas não-binários, como Lachlan Watson (que interpreta Theo Putnam na serie Chilling Adventures of Sabrina).

O que eu acho que foi provavelmente uma das partes mais maravilhosas desse papel sendo anunciado, foi que tantos outros atores trans da minha idade que eu tenho procurado me enviaram mensagens e e-mails e entraram em contato comigo. Só estar em contato com outro ator trans, já que não há muitos de nós na mídia, para mim isso foi simplesmente a melhor coisa na Terra, porque essas são pessoas que tenho admirado e quero ser. Então, ter Lachlan e Theo [Germaine] e outros me enviando mensagens e querendo falar sobre nossas experiências foi maravilhoso.

O quarto episódio de Star Trek: Discovery, “Forget Me Not”, irá ao ar no dia 5 de novembro, através da CBS All Access (EUA) e CTV Sci Fi Channel (Canadá) e no Brasil dia 6 na Netflix.

Fonte: TrekCore

Be the first to comment on "Blu del Barrio comenta sobre Adira em Discovery"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*