Primeiros relatos do próximo trailer

st09logos1.jpgSegundo o Trekmovie, os trabalhos na edição do próximo trailer de Jornada nas Estrelas estão adiantados — com algum polimento nos efeitos visuais a serem finalizados, a expectativa é de que este seja exibido em algum momento ainda em 2008. Relatos iniciais estão surgindo a respeito do seu conteúdo, sendo que versões iniciais dele já teriam sido exibidas durante um evento para a imprensa na Grã-Bretanha, como reportado pelo AICN:

Nós vimos o teaser trailer e então vimos o que parecia ser uma bem crua versão do trailer completo — mostrou mais cenas de [Quinto] como Spock, muito mais Chris Pine e também alguma coisa de cenas com John Cho e Simon Pegg. O filme parece ser bem divertido e aparentemente há bastante ação nele. A aparência da tripulação e da ponte é perfeita e os uniformes parecem muito com os originais mas com um aspecto mais moderno e prático. Nós também vemos Spock falando com seus pais, e Kirk recebendo conselhos para agir com mais responsabilidade. Também há seqüências de cenas envolvendo baalhas espaciais, tiroteios e combate corpo-a-corpo. Eu particularmente gostei de um curto clipe onde vemos a tripulação correndo pelos corredores da Enterprise – me lembrou um pouco de A Nova Geração.

Considerando que o trailer ao que parece já está em fase adiantada de edição, resta aguardar para confirmar sua exibição, quem sabe já entre os filmes da próxima temporada de fim-de-ano a atingirem os cinemas.

Fonte, AICN através do Trekmovie. O TB agradece a colaboração de Paulo Maffia na matéria.

33 Comments on "Primeiros relatos do próximo trailer"

  1. “Também há seqüências de cenas envolvendo batalhas espaciais, tiroteios e combate corpo-a-corpo.”

    Bom Deus! Será que agora ST virará mesmo um ‘western espacial’ com lutas?

  2. Luís Henrique Campos Braune | 13 de setembro de 2008 at 10:38 am |

    “há bastante ação nele”…. espero que estas “ações” tenham bastante cérebro tb….

    Ô agonia, até 05/2009 (mês do meu aniversário – presentão, hein?!)

  3. Não necessariamente. Um trailer de um filme desta classe tem que ter algum elemento de ação, pois senão acaba falhando na sua intenção de atrair público.

    E como TOS sempre teve um q de western espacial, não dá para esperar que nada disto exista na nova versão. “Wagon Train to the Stars”, anyone?

  4. Trailler não é filme, já vi traillers interessantíssimos, mas o filme não era nada daquilo.
    Esse tipo de ação tem que existir para chamar a atenção e, convenhamos, tem que ter um pouco de wester também.
    Quem não gostou da cena do Archer destruindo a nave Klingon e passando no meio dela depois, antes de entrar na Expansão, ou da batalha inicial do Kirk contra os mesmos klingons em “Errand of Mercy”. Ou quando o Ryker diz com um delay beethoviano “fire” para destruir a nave klingon em Generations”. Essas coisas também fazem parte de ST.

  5. Sem falar que o 1º filme de Jornada sempre foi muito criticado por ser paradão. A ação, as batalhas e os tirinhos-laser-no-espaçoTM, se estiverem servindo a uma boa história, serão bem-vindos.

  6. De uma coisa eu tenho certeza, um filme arrastado e muito cerebral como foi Jornada I não teremos com o Abrams. Mesmo porque sabemos que TOS, de onde eles estão baseando, teve um pouco de tudo: ação, humor, aventura e drama.

    Então dá a impressão que possa ser cópia de Star Wars vendo um trailler com essas cenas, mas como markeing a intenção é causar espanto e admiração do tipo: “Parece muito legal. Isso é Star Trek? Fiquei curioso”.

  7. adoro o primeiro filme de jornada por ser um filme cerebral e epico, nos moldes de planeta proibido, 2001 e the cage

  8. Eu também, na verdade é o filme do cinema que eu mais gosto, mesmo com diversas falhas, devido ao conteudo relativístico. Para mim isso já vale o filme.
    Nos créditos fala que a conceituação técnica foi do Isaac Asimov, mas me falaram que não foi verdade.
    Nunca tive comprovação desse fato.

  9. Ação e boa história sempre funcionaram bem juntos em Star Trek, vide “A Ira de Khan” pra mim, de longe, o melhor de todos os filmes.

  10. Primeiro Contato também.
    Teve viagem no tempo, um monte de tiros e foi considerado o segundo melhor filme pela maioria dos fãs.

  11. Só por questão de curiosidade:

    Dos filmes de Jornada, A Ira De Khan foi disparado o filme de maior lucro da Paramount, tanto nos EUA quanto mundial, e foi o de menor custo.

    Embora tenha arrecadado bem menos que Primeiro Contato (US$ 97 milhões contra US$ 150 milhões) o custo de Jornada VIII foi bem maior, daí a diferença ter sido grande. Isto é, filmes de baixo custo podem dar bons lucros se forem bem feitos.

    Em segundo lugar com relação ao custo/arrecadação ficou A Volta Para Casa.

    Significa que quando Jornada se voltou para o público em geral, com cenas de ação e drama bem associados, deu certo. E olha que só os fãs sabiam a fundo o que ocorreu com Khan para entender melhor o filme. Quem não conhecia ficou apenas sabendo que era uma vingança e foi o bastante para entender.

    Essa é a fórmula que Abrams quer empreeender a sua nova produção.
    Vamos ver se ele consegue.

  12. “…os uniformes parecem muito com os originais mas com um aspecto mais moderno e prático…”
    Interessante era o que eu mais ou menos esperava, as blusas coloridads darão lugar a jaquetas coloridas (como em Galactica), quanto ao prático será que teremos bolsos e zipers? As botas de cano logo estão lá bem como as calças pretas(?). Quanto a ação é isso, veremos cenas feitas para o trailer ou cenas extraídas do filme? Abrams vai escancarar, mesmo que de maneira sútil? Oh angústia! Que venha o trailer! 🙂

  13. quando vão lançar os os filmes para tv dinovo das series antingas.

  14. O ST VI tb é um filme muito bom, mas poucos comentam!!!!!!!!!!!!!!!!!

  15. VERDE, para mim Star Trek VI é um dos melhores. Aquela cena final em que eles apontam o caminho para uma nova geração para mim deveria ter sido o real desfecho da TOS no cinema e a passagem para a TNG. Só que resolveram fazer Generations, e deu no que deu.

  16. Meu favorito é o VI mas tb gosto mto do II e do IV…

  17. Li aqui mesmo, no TB, que até o final de outubro ou meados de novembro, deve sair um novo teaser trailer, procede?

  18. Concordo com vocês Joranada VI é de longe o mais importante com a série clássica, o seculo 24 começa a ser pavimentado nele com o acordo de paz entre a federação e o império Klingon. Em termos de história com desdobramentos futuros realmente é importante, alías é o único diga-se de passagem, embora Jornada II tenha lá ajudado a expandir a história de Kirk, mas jornada VI se conecta com o universo de Rodenberry perfeitamente. 🙂

  19. Ralph Pinheiro afirma:

    “Parece muito legal. Isso é Star Trek? Fiquei curioso”.

    RALPH, olha só PROBLEMA DETECTADO:

    Um(a) leigo(a) lê o pôster escrito: “JORNADA NAS ESTRELAS”.

    Daí conclui: “Será que é aquela série CHATA que passava na TV? Ah! Esse eu NÃO vejo não…”

    Lembra quando GUERRA NAS ESTRELAS passou a ser conhecido apenas como STAR WARS ???

    Pois então, acho que é meio por aí, PADRONIZAR.

    Ou então, algo assim: STAR TREK – Jornada nas Estrelas. – 8 de maio de 2009 – .

  20. SPOILER:
    Revelado segredo sobre a infância de James T. Kirk em novo Jornada nas Estrelas

    Saiba uma das razões pelas quais o futuro capitão da Enterprise juntou-se à Frota Estelar

    http://www.omelete.com.br/cine/100015112/Jornada_nas_Estrelas.aspx

    14/09/2008 – Érico Borgo

    Steve Weintraub, cozinheiro do Omelete em Los Angeles e editor do nosso site parceiro Collider, nos mandou ontem à noite uma informação interessante sobre o novo Jornada nas Estrelas.

    Durante uma entrevista com Brad William Henke para o filme CHOKE, Steve conseguiu obter do ator alguns detalhes sobre a participação dele no filme que reinicia a série de ficção científica.

    Henke viverá no filme FRANK KIRK, o tio de James Tiberius Kirk, o futuro Capitão Kirk da Enterprise.

    “Eu interpreto o tio alcóolatra dele e o trato muito mal quando ele ainda é criança. Na verdade, o personagem é a razão de Kirk fugir e juntar-se à Frota Estelar. Foi muito divertido viver um cara tão ruim”, revelou.

    Sobre o diretor J.J. Abrams, Henke comentou que ele é “incrível. Um cara muito simpático”, mas que seu trabalho no filme foi diferente do que tudo o que havia feito antes.

    “Eles não me deram o roteiro. Faltando três dias para as minhas cenas eu não tinha acesso ao texto ainda. Reclamei, mas eles me disseram que algumas pessoas só receberiam os diálogos em cima da hora”, comentou, mostrando a preocupação que os produtores tiveram com a segurança, para que o texto – e o personagem – não vazassem.

    Obviamente, eles não contavam que Henke desse com a língua nos dentes…

  21. post 16.
    “…Li aqui mesmo, no TB, que até o final de outubro ou meados de novembro, deve sair um novo teaser trailer, procede?…”

    Ricardo, foram rumores vindos do Trek Movie. Eles têm uma boa fonte.

  22. Levando-se em consideração que o publico geral anseia por cenas de ação… Acho que teremos aquelas frenéticas cenas de combate espacial alá Stra War… PQP espero que isso não represente o fim de Jornada como conhecemos… Mas a esperança é a ultima que leva o farelo…

  23. Do filme em si acho que o melhor
    é ST II, mas a história gosto de ST VI.

    Muita ação, aventura, combates corpo a corpo, tiros….. Quantos red-shirt vão morrer neste filme????

  24. Papel aceita tudo!! Eu qro é ver logo os personagens!!!
    Não tem como dizer que vai ser bom ou ruim.

    Olhem Nêmesis por exemplo. O Trailer era ótimo e o filme, um lixo!!!

  25. Bom, acho que este trailler exibido para alguns não é o que será exibido para o grande público.

    Com certeza foi uma espécie de teste, com o J.J e pate da equipe mijando nas calças.

    De qualquer maneira, veremos um STAR TREK recheado de ação e história.

    Ingredientes interessantes e inteligentes de STAR WARS tem as minhas boas-vindas em STAR TREK.

    http://members.shaw.ca/daminloi/kirk_and_leia.jpg

  26. Flávio Fernandes | 15 de setembro de 2008 at 11:42 am |

    Pessoal:

    Primeiro não acho legal se for verdade que o Kirk fosse um garoto problema. Acho que o fato de ele ter sido o mais jovem capitão da frota é um fato mais relacionado ao brilhantismo dele do que ao fato do mesmo ser problema.

    Quanto aos uniforme, ufa!! A maior bobagem foi esse negócio de uniformes vermelhos. Os uniformes tradicionais modernizados serão “Show de Bola”.

    Finalmente, corredores igual a Enterprise D é dose. Que é isto??!! Como vão explicar isto dentro da lógica da história ser anterior a missão dos 5 anos??
    E comparar Jornada com Star Wars é rídiculo. Star Wars é muito, mas muito inferior mesmo a Jornada. Isto seria uma apelação.

  27. Flávio, acho que vc levou ao pé da letra.
    Acredito que o Kevin tenha dito que a movimentação dos tripulantes correndo pelos corredores da nave nesse filme lembra as cenas nos corredores de STNG e não que sejam os corredores da Enterprise-D em si.
    Realmente a pressa da tripulação ao enfrentar um estado de alerta em STNG é característico de Jornada.

  28. Não vejo problema na situação do Kirk ser um “desajustado”.

    Por mais que seja um dos melhores capitães da Frota, vocês vão concordar comigo que Kirk é o mais impulsivo, e é o cara que mais arrisca tudo. Como ele mesmo disse em um episódio “risco é o nosso negócio (trabalho)”. Acho que ele aprendeu a controlar essa impulsividade com o tempo, e utilizá-la como algo positivo. Foi isso que fez com que Kirk seja um brilhante capitão.

  29. Não aguento mais esperar!!!!!!!! 😉

  30. Como diz o ditado: Treino é treino! Jogo é jogo!
    Meu filme favorito é ST2, devido a trilha do J.Horner, a Saavik, o espírito naval, as melhores batalhas, o confronto de dois titãs, a morte do Spock e a discussão do tempo em nossas vidas, com o Kirk aflito pela idade e depois rejuvenescido no final, é uma mensagem muito poderosa para um blockbuster, mesmo naquela época.
    Aquele final de STVI é fenomenal! Em direção a segunda estrela, até o amanhecer… (ou algo assim)

  31. >>26<< “Primeiro não acho legal se for verdade que o Kirk fosse um garoto problema. ”

    Diferente do Flávio acho extremamente apropriado que Kirk tenha sido um “cadete-problema”. Isso seria coerente com sua personalidade desafiadora e com seu destemor em interpretar a Primeira-Diretriz como achar melhor. Por melhor capitão que seja, Kirk sempre foi problemático e um tanto insubordinado, sendo o tipo do cara que não hesita em passar por cima da autoridade, se achar que a causa é justa.

    Pra ilustrar, lembrem-se de ST3 quando Kirk vai pedir autorização a um oficial da Frota para levar a Enterprise até o Planet Genesis:
    ” Chekov – E então, Almirante, qual é a resposta?”
    ” Kirk: – A resposta é NÃO, por isso vou assim mesmo!”

    Por melhor que tenha sido para ele, o fato é que ele já foi Almirante e foi rebaixado a Capitão justamente pela sua natureza “problemática” para com as regras.

    E a gente já sabe que isso vem de longa data (alguém lembra como foi que ele venceu o teste do Kobayashi Maru?). Tudo bem que ele foi a Julgamento em Q’onos por que armaram contra ele, mas aí ele já tinha uma fama de problemático tão grande que não foi difícil pro General Chang conseguir a condenação dele (e do pobre Dr McCoy, que foi pego no rebote).

    Pra mim não é nenhuma surpresa que o Abrams venha ressaltar suas características insubordinadas, ainda mais em um Kirk mais jovem. Na verdade, o charme do Kirk está justamente nessas características, então se não fosse desse modo, aí sim eu não iria achar “legal”.

  32. Só para exemplificar mais a explicação do Lucian tem o episódio “Amok Time”, onde Kirk, em nome da amizade com Spock, vai a Vulcano contra as ordens da Frota.
    Em “Obsession”, Kirk recusa-se terminantemente a ir ao encontro da nave Yorktown para deter uma criatura que foi o algoz de seu antigo capitão.

  33. Em termos de “garoto problema” isto deve ser relativo. A inteligência e criatividade são expressas na falta de seguir regras e tradições da sociedade. Neste ponto eu concordo, agora, Kirk tem um grande senso de resposabilidade e de honestidade em suas ações, sua “rebeldia” sempre tem objetivos e objetivos bons. Isso é que dá a dinâmica da sua mente: carácter, inteligência e sabedoria. Ele sempre pensa na repercussão de suas ações.
    Agora, se fizerem uma rebeldia (mesmo que justificada, como exemplo, maus tratos do tio) ficará muito banal. Kirk não tinha complexos, tinha defeitos como todos nós, como já vimos, mas não complexos. Portanto, espero que o roteirista seja também genial para explorar essa faceta da juventude do maior capitão da Frota Estelar.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*